conecte-se conosco


Tecnologia

Zenfone Max Pro M2 é lançado no Brasil; confira os detalhes

Publicado

source

Olhar Digital

zenfone arrow-options
Divulgação/Asus

Zenfone Max Pro M2 chega ao Brasil com super bateria.


A Asus  anunciou nesta segunda-feira (16) o lançamento no Brasil de seu novo smartphone da categoria intermediária, o Zenfone Max Pro M2 . Dentre os destaques do aparelho estão sua bateria e design. O celular está disponível em duas versões, sendo uma com 64 GB de memória interna custando R$ 1.529,10 e outra com 128 GB custando R$ 1.619,10.

Sua bateria gigante , de 5.000 mAh, é com certeza um dos principais atrativos. Ela suporta 19 horas seguidas de vídeo ou 23 horas de navegação pela internet com conexão via Wi-Fi. Em comparação com outros smartphones lançados no Brasil neste ano, somente o  Moto G7 Power é equivalente em bateria.

Leia também: Zenbook 14 tem desempenho rápido, mas tela fica devendo; confira nosso review

O design do aparelho conta com uma tampa traseira reluzente, disponível em duas cores: titânio ou azul escuro. Uma câmera dupla está posicionada no canto superior esquerdo, com um sensor principal Sony de 12 MP e outro de profundidade de 5 MP, usado para o modo retrato.

O sistema de câmeras é o mais avançado da série Max, com detecção de cenas com uso de inteligência artificial, foco automático e estabilização eletrônica de imagem. Os recursos prometem ajustes automáticos a diferentes tipos de ambientes e fotos e vídeos com menos tremidas e mais foco, e possui detecção avançada de cenas por meio de Inteligência Artificial

Já a parte frontal tem um design que lembra o do Zenfone 5 , com uma tela do mesmo tamanho (6,26 polegadas) e resolução (Full HD+). Mas a câmera frontal é de 13 MP, um avanço em relação aos 8 MP da encontrada no Zenfone 5.

Leia também: Não são só as três câmeras: inteligência artificial dá a Apple as melhores fotos

O Zenfone Max Pro M2 ainda vem equipado com o processador Snapdragon 660 e tem 4 GB de RAM , o que segundo a empresa resulta em desempenho geral 11% mais rápido (e desempenho gráfico 33% superior) que o modelo anterior.

Ficha técnica: Zenfone Max Pro M2

  • Peso e Dimensões: 157,9 x 75,5 x 8,5mm / 175 gramas
  • Tela: 6,3″ FHD+ (1080 x 2280) 19:9 IPS
  • Proteção Corning® Gorilla® Glass 6 na parte frontal
  • 90% proporção tela-corpo
  • 450 nits de brilho
  • Relação de Contraste de 1500:1
  • Tela sensível ao toque com capacidade multitoque até 10 pontos (suporta toque com luvas)
  • Processador: Qualcomm® Snapdragon™ 660 com 14nm, 64-bit Octa-core com Qualcomm AI Engine
  • Memória & armazenamento: LPDDR4X 4GB RAM – eMCP 64GB / 128GB armazenamento

Câmera Traseira Principal:

  • Sensor de Imagem Sony® IMX486 de 12MP
  • Abertura F1.8
  • 1.9x mais sensibilidade à luz para fotos captadas em ambientes de baixa luminosidade (comparado ao ZenFone Max Pro (M1))
  • 27mm, equivalente à distância focal de 35mm de uma câmara convencional
  • Lentes 6P
  • Foco automático com Deteção de Fase em 0,03 segundos
  • Flash LED

Câmera Traseira Secundária:

    • 5MP
    • Modo Retrato / Percepção de Profundidade
    • 84° de campo de visão

Câmera Frontal: 13MP

  • Abertura F2.0
  • 26mm equivalente à distância focal de 35mm de uma câmera
  • Flash Softlight LED
  • Desbloqueio Facial
  • Conectividade: Bluetooth® 5.0 / Micro-USB
  • Segurança: Sensor biométrico com reconhecimento de 5 dedos / Desbloqueio facial para maior comodidade e segurança
  • Cartões SIM: Slot triplo com dual SIM, dual 4G + 4G standby
    • Slot 1: Nano SIM (2G / 3G / 4G)
    • Slot 2: Nano SIM (2G / 3G / 4G)
    • Slot 3: cartão MicroSD (até 2TB)
  • GPS: GPS/ aGPS/ GLONASS/ BDS
  • Sistema Operacional: Android™ Oreo™ versão Stock
  • Bateria: 5000mAh com carregamento rápido
  • Áudio: Alto-falante com 5 ímas com Smart Amp NXP para som mais nítido, profundo e com menos distorção
  • Cores: Silver / Dark Blue

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook

Tecnologia

Não manda nudes: câmera de celular japonês bloqueia fotos ‘inadequadas’

Publicado

por

source

Olhar Digital

nudes arrow-options
shutterstock

Celular impede fotos consideradas inapropriadas


Diversos anônimos e famosos são frequentemente vítimas de vazamentos de fotos em que estão nus, os conhecidos ” nudes “. Para impedir novos casos, a fabricante japonesa Tone Mobile pensou em uma estratégia interessante: criar um smartphone com um recurso que impede o usuário de tirar uma foto “inadequada”.

Denominado  Tone e20 , o smartphone possui uma câmera capaz de desativar o botão de disparo em situações como essa. Em seguida, o aparelho mostra uma notificação dizendo “ foto não tirada devido conteúdo inapropriado ”. A empresa não especificou o que faz com que uma foto seja considerada inadequada, mas deixou claro que selfies nuas estão entre as proibições.

Leia também: Falha faz Google Fotos compartilhar vídeos com estranhos

Com a finalidade principal de proteger menores de idade, o smartphone possibilita que um adulto desative o recurso. Além disso, os pais de crianças ou adolescentes que possuem um Tone e20 podem se conectar ao telefone dos filhos por meio de um aplicativo . Segundo a fabricante, uma notificação com hora e local em que uma tentativa de foto inadequada foi feita, além de uma versão borrada da mesma que é apagada logo em seguida, chega no smartphone dos responsáveis.

O celular custa 21.780 ienes, cerca de R$ 862 reais. Nenhuma grande fabricante de smartphone possui ferramentas como essa, porém, se a moda pega, a ideia pode se espalhar para a felicidade de uns, e tristeza de outros.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Com coronavírus, Samsung faz delivery de Galaxy S20 para usuários testarem

Publicado

por

source

Olhar Digital

Samsung arrow-options
Reprodução

Samsung lançou três novos celulares da família Galaxy S


Em uma ação peculiar, a Samsung lançou um serviço inusitado para seus usuários e potenciais consumidores na Coreia do Sul . A empresa está oferecendo um programa de delivery de smartphones que levará o novo Galaxy S20 para as pessoas testarem em suas próprias casas antes de escolherem comprá-lo.

O serviço de entrega, em algumas partes do país, é realizado por executivos oficiais da empresa e funciona 24 horas. Após algum tempo de testes, outro funcionário da Samsung aparecerá na residência para fazer a retirada do dispositivo. 

A ideia surgiu por conta da recente epidemia de coronavírus , iniciada na China . Após o cancelamento da Mobile World Congress 2020 , a Samsung resolveu levar seus smartphones de porta em porta como uma forma mais direta de promover seu novo dispositivo, evitando aglomerações nas lojas. Isso evidencia também a tendência crescente na indústria de smartphones no que diz respeito a esquemas especiais de vendas impulsionados em decorrência do surto viral.

Leia também: Galaxy S20 Ultra é primeiro celular com zoom de 100x; entenda como funciona

De acordo com analistas, o incidente com o Covid-19 fará a venda de smartphones na China ser reduzida pela metade no primeiro trimestre de 2020. Da mesma forma, a Apple frisou que atingir sua meta de vendas estabelecida apenas três semanas atrás é algo improvável, outra tendência negativa que vem sendo observada em diversas grandes marcas no mercado chinês.

Como consequência, a Samsung decidiu reduzir o número de “zonas experimentais” – locais onde os consumidores podem testar os novos smartphones Galaxy antes da compra. Isso provavelmente ajudará a reduzir a propagação da infecção, já que até mesmo as “festas de fãs do Galaxy” foram canceladas. A empresa sul-coreana está planejando liberar apenas nove zonas experimentais em seu país para a série Galaxy S20 . Isso representa uma queda drástica em relação ao Galaxy Note 10 que, sozinho, teve 130 zonas de testes.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana