conecte-se conosco


Carros e Motos

Wrangler, o mais off-road dos jeeps já chegou ao Brasil

Publicado

A nova geração do Jeep Wrangler, ícone da marca, está sendo lançada oficialmente no Brasil, com a chegada da versão Sahara às 191 concessionárias Jeep, nas carrocerias de duas e quatro portas. O SUV com maior capacidade off-road do mundo foi inteiramente renovado, com nova mecânica, mais moderna e eficiente, e um nível de tecnologia sem precedentes na história do modelo.

LEIA MAIS: Primeiro SUV elétrico da Audi está pronto para ganhar as ruas

Ícone da marca, o novo Jeep Wrangler
chega ao mercado brasileiro combinando sua história lendária – com origem no pioneiro Jeep Willys
MB de 1941 – com uma inigualável combinação de capacidade off-road, design autêntico da Jeep, liberdade ao ar livre, motorizações avançadas e eficientes, comportamento dinâmico superior no asfalto e uma série de recursos inovadores de segurança e tecnologia.

Produzido na fábrica original da Jeep, em Toledo, Ohio (EUA), a nova geração do Jeep Wrangler está disponível na versão de acabamento Sahara, sempre com capota rígida removível e dividida em três partes. Esta última, com mais espaço interno e praticidade para o dia a dia, conta ainda com o pacote de acabamento Overland, que inclui rodas com desenho diferente e capota e capa do estepe na cor da carroceria – peças são pretas na versão menor. Os preços sugeridos são de R$ 259.990 (2p) e R$ 274.990 (4p).

Inédita no país, a versão Rubicon está prevista para o próximo semestre, com todos os diferenciais que o tornam ainda mais apto para o fora de estrada. Mas vale ressaltar que todo Wrangler já nasce com o selo Trail Rated que comprova seu potencial off-road, ao atender as exigências da Jeep em cinco quesitos: tração, distância do solo, articulação, manobrabilidade e capacidade de submersão.

Leia mais:  Honda HR-V da linha 2019 encara o rival Nissan Kicks. Qual vence?

LEIA MAIS: Longe do Brasil, Clio renovado lidera as vendas na Europa

O Jeep Wrangler 2019 reforça uma capacidade off-road lendária graças a dois sistemas 4×4 avançados e, pela primeira vez na história do Wrangler, uma caixa de transferência de duas velocidades com tração integral permanente e uma relação reduzida de 2,72:1 na versão Sahara. Chamada de Selec-Trac, essa nova caixa de transferência é intuitiva e permite que o condutor o configure e esqueça, enquanto a força é constantemente entregue às rodas dianteiras e traseiras. Entretanto, continuam existindo as posições específicas para off-road, com a tração 4×4 dividida igualmente entre os dois eixos e a 4×4 reduzida. Tudo sempre selecionado pelo robusto seletor ao lado da alavanca de câmbio.

No Wrangler Rubicon, o sistema Rock-Trac 4×4 tem eixos Dana 44 de última geração e alto desempenho com relação reduzida de 4:1. Os outros recursos exclusivos são: diferenciais de bloqueio eletrônico Tru-Lok, barra estabilizadora dianteira com desconexão eletrônica, suspensão 5 cm mais alta, pneus lameiros BF Goodrich de 33 polegadas e mais proteção sob a carroceria. 

Um rosto familiar      


Jeep Wrangler
Divulgação
Jeep Wrangler traz as características retrô, inspiradas nos utilitários de combate da Segunda Guerra Mundial

O novo Wrangler 2019 é baseado em um desenho imediatamente reconhecível graças a detalhes de estilo tradicionais da Jeep. O novo design exterior do Wrangler é ousado e rústico, com linha de cintura mais baixa e janelas maiores para melhor visibilidade externa, especialmente nas trilhas.

O novo motor turbo do Wrangler de 2 litros a gasolina, de 4 cilindros em linha e injeção direta oferece 272 cv de potência e 40,8 kg de torque. Juntamente com um novo câmbio automático de 8 marchas (três a mais que antes), seu torque supera o do propulsor da geração anterior, o Pentastar V6. A maior eficiência energética é auxiliada ainda pelo sistema Stop/Start e até pela assistência da direção, que agora é eletro-hidráulica.

Leia mais:  GM faz mais revelações do Novo Onix Sedan, posicionado acima do Chevrolet Prisma

A injeção direta, juntamente ao turbo, permite combustão mais eficiente e um maior desempenho, com sistema common-rail de alta pressão. Essas altas pressões produzem melhor pulverização do combustível e entrega de combustível mais precisa, dando mais rendimento.

LEIA MAIS: T-Cross: conheça o primeiro SUV nacional da Volkswagen

O novo câmbio de oito marchas entrega melhor desempenho em trilhas off-road e mais suavidade no asfalto. Um conjunto único com dois níveis de overdrive melhoram a economia de combustível em rodovia, gerando reduções em ruído, vibração e aspereza.

À frente do motorista, salta aos olhos a tela colorida de 7” no centro do quadro de instrumentos, com inúmeras possibilidades de configuração e uma simpática surpresa ao dar a partida – um dos vários easter eggs espalhados pelo veículo. Nesse visor, também podem ser selecionadas muitas das informações do monitor central do Uconnect.


O novo Wrangler foi testado ao longo de cerca de 4 milhões de quilômetros – um dos maiores testes de qualquer veículo norte-americano da FCA
. Os testes foram conduzidos em condições extremas em diferentes ambientes e climas, desde o calor escaldante do Arizona até o frio do Alasca. O modelo foi submetido a testes globais em vários países ao redor do mundo, como Brasil, China, Índia e Itália. Além disso, de todos os testes padrão e testes laboratoriais, o Jeep Wrangler
visitou os pântanos do norte do Michigan, a trilha Rubicon e muitos outros lugares.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

VW Gol encosta nos líderes e disputa terceira colocação no ranking parcial

Publicado

por

source
Volkswagen Gol arrow-options
Divulgação
Com onze anos de mercado, geração atual do VW Gol continua sendo destaque no ranking de vendas

O ranking dos modelos mais vendidos da primeira quinzena de agosto mostra que a Volkswagen continua na busca de um lugar no Top 3. De acordo com os últimos dados do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), Chevrolet Onix (7.941), Hyundai HB20 (4.184) e Ford Ka (3.649) continuam na liderança, mas já são seguidos de perto por dois modelos da marca alemã: Gol (3.321) e Polo (3.176).

LEIA MAIS: Tudo sobre os câmbios automáticos, que já representam quase 50% das vendas

A lista dos dez modelos mais vendidos na quinzena continua com Fiat Strada (3.078), Hyundai Creta (2.952), Chevrolet Prisma (2.944), Renault Kwid (2.845) e Fiat Toro (2.607). Pelo volume de vendas, a Volkswagen lidera o ranking com 16.891 emplacamentos, seguida pela Chevrolet com 16.752 unidades. A Fiat aparece na terceira colocação com 13.880, antes de Hyundai (9.468) e Toyota (8.932).

Creta vende mais que Renegade, Kicks e HR-V

Hyundai Creta 2020 arrow-options
Divulgação
O Hyundai Creta volta a ser destaque na categoria dos SUVs compactos, superando todos os rivais

Na categoria dos SUVs compactos, o Hyundai Creta se apresenta como o grande destaque da quinzena. Até o momento, o modelo emplacou 2.952 unidades e encaminha uma liderança confortável ante Jeep Renegade (2.351) e Nissan Kicks (1.976). Líder por quatro anos, o Honda HR-V aparece apenas na quarta colocação com 1.908 emplacamentos. O Volkswagen T-Cross fecha o ranking, com 1.645 unidades.

Leia mais:  RenaultSandero GT Line 1.0: esportivo com motor de baixa cilindrada?

Situação delicada da Ford

Nos últimos meses, a fabricante americana que sempre figurou entre as “quatro grandes” perdeu muitas posições no ranking de vendas. A Ford ocupa apenas a sexta posição na tabela nacional, com 7.751 emplacamentos na primeira quinzena de agosto.

LEIA MAIS: Ford prepara novo EcoSport para 2021 com a marca chinesa Changan

A Ford passa por um processo de reestruturação em todo o mundo, abandonando mercados não-lucrativos e fechando fábricas que produzem veículos de baixa demanda. Foi o caso dos complexos industriais de Bordeaux e Blanquedort (França), além da fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Apenas o Fiesta era fabricado na planta, enquanto Ka, Ka Sedan e EcoSport continuam em Camaçari (BA).

Fábrica da Ford em São Bernardo do Campo arrow-options
Divulgação
A fábrica da Ford em São Bernardo do Campo está sendo negociada com o Grupo Caoa. Decisão deve sair em semanas

Alternativas para conter a crise global já estão sendo executadas. O SUV Territory que foi mostrado no Salão do Automóvel de São Paulo em 2018 está confirmado para o Brasil, e será inicialmente importado da China (com chances de regionalização na Argentina). Como o Jeep Compass tem sido um dos grandes responsáveis pelo faturamento do Grupo FCA, os concessionários clamavam por um produto na mesma categoria.

LEIA MAIS: Ford Territory está confirmado para o Brasil em 2020


Nos Estados Unidos, a marca pretende abandonar os segmentos dos hatchbacks, sedãs e utilitários comerciais. Neste caso, modelos como Fiesta, Focus, Fusion e Taurus estão condenados para dar lugar ao portfólio composto apenas por SUVs , picapes e o Mustang.

Leia mais:  VW Jetta GLi:  nova versão esportiva está (quase) sozinha no Brasil

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Fiat Grand Siena resiste ao tempo em sua nova linha 2020

Publicado

por

source

Motor Show

Fiat Grand Siena arrow-options
Divulgação
Fiat Grand Siena ganha novo acabamento, calotas e opção de cor metalizada. Confira mais informações

A Fiat apresentou o Grand Siena 2020, que chega com preços a partir de R$ 50.490 trazendo pequenos retoques no visual. As novidades da linha 2020 do sedã compacto estão nos faróis e lanternas com máscara negra, na grade frontal e moldura do farol de neblina com novo acabamento, além de calotas redesenhadas. A gama de cores do Grand Siena ganhou as novas cores Vermelho Montecarlo (sólida) e Cinza Silverstone (metálica).

LEIA MAIS: Toyota Etios Sedan e Volkswagen Voyage se enfrentam em comparativo


Sem mudanças mecânicas e na lista de equipamentos, o sedã está disponível nas configurações Attractive 1.0, equipada com um motor 1.0 Fire EVO de quatro cilindros e até 75 cv, e Attractive 1.4, que sai por R$ 55.990 e traz o motor 1.4 de até 88 cv. Esta última versão do Fiat Grand Siena pode receber como opcional a predisposição para o kit GNV , que sai por R$ 690.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Leia mais:  Subarulança versão de 341 cv do WRX STI no Salão de Detroit 2019
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana