Connect with us

  • banner_Lorenzetti_1250x250

BemRural

Workshop discute estudo sobre suspensão da vacinação contra a febre aftosa

Publicado em

Clique aqui e baixe o release completo em word!

 

Cepea, 14/09/2018 – Workshop organizado pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, reuniu, no último dia 5, na FMVZ-USP (Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia), representantes do setor pecuário para discutir a abordagem metodológica que tem sido utilizada no “Estudo sobre a implementação das etapas para suspensão da vacinação de febre aftosa no Brasil e seus efeitos”. Essa pesquisa é realizada pelo Cepea em parceria com o Sindan (Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal) e com amplo conhecimento de todos os interessados e intervenientes do estudo, incluindo o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

 

Na ocasião, os pesquisadores do Cepea apresentaram aos participantes a abordagem metodológica empregada no estudo, no intuito de validar e aprimorar pressuposições e parâmetros adotados. O arcabouço metodológico discutido foi a Análise Benefício-Custo (ABC), apoiada na construção de Redes Socioeconômicas (construídas a partir da movimentação animal entre os municípios) e o risco econômico de reintrodução do vírus de aftosa por meio do método de Monte Carlo.

 

O evento reuniu representantes de alguns serviços estaduais de defesa agropecuária, técnicos de federações de agricultura, representantes das indústrias veterinária e frigorífica e de fundos de saúde animal, acadêmicos – professores e pesquisadores nas áreas de Economia e de Medicina Veterinária, entre outros participantes.

 

EQUIPE – O estudo é coordenado pela Professora da Esalq/USP e vice-coordenadora do Cepea Dra. Sílvia Miranda, com participação dos pesquisadores Prof. Dr. Sergio De Zen, Graziela Correr, Taís Menezes, Rodrigo Damasceno, Camila Ortelan, Daiana Da Silva, Fábio Okuno, Ana Paula Negri, Giovanni Penazzi, Daniel Magalhães, Regina Mazini, Caio Monteiro, Ivan Barreto, Natália Grigol, Juliana Ferraz e Thiago Bernardino, além dos professores colaboradores Dr. José H. H.  Grisi Filho (FMVZ-USP) e Dra. Ivette Luna (Unicamp).

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Outras informações sobre políticas agrícolas aqui e por meio da Comunicação do Cepea, com a pesquisadora Silvia Miranda: (19) 3429 8836 / 8837 e [email protected]

BemRural

Após “luta” de 1h30, jaú de 150 kg é pescado e solto novamente no rio em Tangará

Published

on

Foto: G1

Uma “luta” travada entre pescador e peixe levou cerca de uma hora e meia. Mas não era qualquer peixe. O animal em questão trata-se de um jaú que pesa cerca de 150 quilos. Essa história, que não é conversa de pescador, aconteceu em Tangará da Serra no rio Sepotuba e foi destaque no noticiário de Mato Grosso.

O empresário Lucas Torrente e seus amigos é que pescaram o jaú de 150 kg. Entre fisgar o bicho e levá-lo ate um barranco, se passaram uma hora e meia. Depois de toda essa peleia, o peixão foi solto e voltou para as águas do Sepotuba.

De acordo com o biólogo da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), Valdo Troy, em entrevista concedida ao portal G1, um peixe deste peso é uma exceção e tem um papel essencial, que é controlar a população de peixes.

“Seria humanamente impossível brigar sozinho com um peixe daquele tamanho. Foi essencial a experiência junto com meus parceiros, porque o jaú é um peixe muito forte”, disse Lucas, que fisgou o bicho, ao portal. “Ele passava tranquilamente uns 150 kg. Se a gente submetesse ele a uma balança, poderia machucá-lo. Então, nós o soltamos e a dúvida ficou”, completou.

Continue Reading

BemRural

FRANGO/CEPEA: Demanda externa cresce; preços sobem no Brasil

Published

on


Cepea, 08/04/2022 – A maior demanda internacional pela carne de frango motivou altas nos preços domésticos da proteína, segundo informações do Cepea. Com menor disponibilidade interna de muitos produtos, como peito e filé, vendedores seguem elevando as cotações, buscando garantir a margem frente ao custo de produção ainda alto. Além das exportações, o período de início de mês, com o recebimento do salário por parte da população, também favoreceu as altas nos preços. De acordo com dados da Secex, 385 mil toneladas de carne de frango foram exportadas em março, quantidade 13,3% acima da observada em fevereiro e ainda 4,8% maior que a exportada em março/21. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Continue Reading

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana