conecte-se conosco

  • powered by Advanced iFrame free. Get the Pro version on CodeCanyon.


Carros e Motos

VW Gol encosta nos líderes e disputa terceira colocação no ranking parcial

Publicado

source
Volkswagen Gol arrow-options
Divulgação
Com onze anos de mercado, geração atual do VW Gol continua sendo destaque no ranking de vendas

O ranking dos modelos mais vendidos da primeira quinzena de agosto mostra que a Volkswagen continua na busca de um lugar no Top 3. De acordo com os últimos dados do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), Chevrolet Onix (7.941), Hyundai HB20 (4.184) e Ford Ka (3.649) continuam na liderança, mas já são seguidos de perto por dois modelos da marca alemã: Gol (3.321) e Polo (3.176).

LEIA MAIS: Tudo sobre os câmbios automáticos, que já representam quase 50% das vendas

A lista dos dez modelos mais vendidos na quinzena continua com Fiat Strada (3.078), Hyundai Creta (2.952), Chevrolet Prisma (2.944), Renault Kwid (2.845) e Fiat Toro (2.607). Pelo volume de vendas, a Volkswagen lidera o ranking com 16.891 emplacamentos, seguida pela Chevrolet com 16.752 unidades. A Fiat aparece na terceira colocação com 13.880, antes de Hyundai (9.468) e Toyota (8.932).

Creta vende mais que Renegade, Kicks e HR-V

Hyundai Creta 2020 arrow-options
Divulgação
O Hyundai Creta volta a ser destaque na categoria dos SUVs compactos, superando todos os rivais

Na categoria dos SUVs compactos, o Hyundai Creta se apresenta como o grande destaque da quinzena. Até o momento, o modelo emplacou 2.952 unidades e encaminha uma liderança confortável ante Jeep Renegade (2.351) e Nissan Kicks (1.976). Líder por quatro anos, o Honda HR-V aparece apenas na quarta colocação com 1.908 emplacamentos. O Volkswagen T-Cross fecha o ranking, com 1.645 unidades.

Leia mais:  Fiat Cronos Drive 2019, com câmbio automático, chega por R$ 68.790

Situação delicada da Ford

Nos últimos meses, a fabricante americana que sempre figurou entre as “quatro grandes” perdeu muitas posições no ranking de vendas. A Ford ocupa apenas a sexta posição na tabela nacional, com 7.751 emplacamentos na primeira quinzena de agosto.

LEIA MAIS: Ford prepara novo EcoSport para 2021 com a marca chinesa Changan

A Ford passa por um processo de reestruturação em todo o mundo, abandonando mercados não-lucrativos e fechando fábricas que produzem veículos de baixa demanda. Foi o caso dos complexos industriais de Bordeaux e Blanquedort (França), além da fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Apenas o Fiesta era fabricado na planta, enquanto Ka, Ka Sedan e EcoSport continuam em Camaçari (BA).

Fábrica da Ford em São Bernardo do Campo arrow-options
Divulgação
A fábrica da Ford em São Bernardo do Campo está sendo negociada com o Grupo Caoa. Decisão deve sair em semanas

Alternativas para conter a crise global já estão sendo executadas. O SUV Territory que foi mostrado no Salão do Automóvel de São Paulo em 2018 está confirmado para o Brasil, e será inicialmente importado da China (com chances de regionalização na Argentina). Como o Jeep Compass tem sido um dos grandes responsáveis pelo faturamento do Grupo FCA, os concessionários clamavam por um produto na mesma categoria.

LEIA MAIS: Ford Territory está confirmado para o Brasil em 2020


Nos Estados Unidos, a marca pretende abandonar os segmentos dos hatchbacks, sedãs e utilitários comerciais. Neste caso, modelos como Fiesta, Focus, Fusion e Taurus estão condenados para dar lugar ao portfólio composto apenas por SUVs , picapes e o Mustang.

Leia mais:  Veja quais são os 5 carros mais caros do Brasil

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Cinco variações do novo Corolla que não temos no Brasil

Publicado

por

source

Motor Show

Recém-lançada no Brasil, a 12ª geração do Toyota Corolla chegou trazendo como destaque a versão com motorização híbrida flex . Mas o médio da marca japonesa segue disponível por aqui apenas na carroceria sedã e sem opções “pé de boi” ou aventureiras, como acontece no exterior. Confira a seguir cinco variações do Corolla que não temos no Brasil.

LEIA MAIS: Toyota Corolla é o primeiro híbrido brasileiro. Veja detalhes no vídeo

Corolla L

Toyota Corolla arrow-options
Divulgação
O Toyota Corolla L é o modelo “basicão” dos Estados Unidos, com rádio simples e motor 1.8

Abandonada na geração atual do sedã médio, uma versão básica do Corolla ainda é oferecida nos Estados Unidos. Com preço de tabela de US$ 19.600 (cerca de R$ 81.600), o Corolla L usa um motor 1.8 de e traz itens como rodas de aço, rádio simples e um motor 1.8 de 141 cv.

Hatch híbrido 2.0

Toyota Corolla arrow-options
Divulgação
A categoria dos hatches médios está em baixa no Brasil. Correspondem a 0,6% do mercado nacional

Na Europa, a Toyota oferece uma variação do Corolla Hatch híbrido que combina o motor 2.0 a gasolina com um propulsor elétrico, desenvolvendo a potência combinada de 180 cv. Com este conjunto, o médio acelera de 0-100 km/h em 7,9 segundos e obtêm uma média de consumo combinado de até 27,78 km/l.

LEIA MAIS: 5 carros projetados por Anísio Campos, que faleceu aos 86 anos

Leia mais:  Veja os 5 hatches compactos à venda hoje em dia que mais gastam combustível

Sedã 4×4

Toyota Corolla arrow-options
Divulgação
Sedãs médios 4×4 são inexistentes no mercado brasileiro

No Japão, o sedã é oferecido numa configuração híbrida 4×4. Mesmo sistema oferecido no Prius vendido no exterior , traz um motor elétrico responsável por tracionar as rodas traseiras, atuando em condições de baixa aderência ou em arrancadas.

Touring

Toyota Corolla arrow-options
Divulgação
Que tal uma perua do Toyota Corolla? A bela Touring é rival da VW Golf Variant e Peugeot 508 SW

Oferecida por aqui na 9ª geração, a station wagon do Corolla deixou uma legião de fãs órfãos no mercado brasileiro. Mas a perua do modelo ainda está disponível no exterior, onde atende atualmente pelo nome de Corolla Touring.

LEIA MAIS: Veja todos os lançamentos da Chevrolet até 2022


Touring “Trek”

Toyota Corolla arrow-options
Divulgação
O Touring Trek é uma versão aventureira, com rack de teto e visual off-road

Além das variações normais, a Corolla Touring é vendida na Europa na versão Trek, que se destaca pela suspensão elevada em 20 mm e pelos detalhes de acabamento com estética aventureira.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Toyota Corolla é o primeiro híbrido nacional. Confira detalhes no vídeo

Publicado

por

source

O novo Toyota Corolla 2020 é o primeiro carro hibrido fabricado no Brasil e também o primeiro hibrido flex produzido no mundo e acaba de chegar ao mercado nacional. Além do hibrido, com motor 1.8 a combustão e mais dois motores elétricos, a 12 geração do Corolla chega em mais duas versões, GLI e XEI, ambas com o novo motor 2.0 flex com injeção direta de combustível e 169 cavalos de potencia, também de produção nacional.

LEIA MAIS: Híbrido Volvo S60 chega para brigar com BMW, Mercedes e Audi

Nestas duas versões, que custam R$ 99.990 para a de entrada, GLi e R$ 110.990, a XEi, o câmbio também é novo, um CVT de 10 marchas. A versão topo de gama do Toyota Corolla é a Altis, que pode ser configurada tanto como hibrido como só com motor a combustão, 2.0. Ambas custam R$ 124.990. As versões a combustão tem 5 anos de garantia e a hibrida, oito anos.

A Nova Geração do Corolla ainda conta com novo design, mais robusto e esportivo, mais itens de tecnologia e conforto, além do pacote de segurança ativa Toyota Safety Sense, que faz dele o sedã médio com mais itens de segurança do Brasil.

O Corolla 2020 ganhou um desenho externo renovado, com aspecto mais elegante, robusto, dinâmico e esportivo. Com sua nova plataforma, passa a ter um centro de gravidade mais baixo, o que contribuiu para uma silhueta mais aerodinâmica e maior fluidez em suas linhas.

Na frente, destaca-se a forma trapezoidal das laterais do para-choque que circundam a grade frontal inferior. A grade dianteira superior é conectada aos faróis de desenho longo e angular, que, por sua vez, alongam-se até as laterais do veículo, dando-lhe um caráter mais dinâmico.

LEIA MAIS: Sandero, Logan e Stepway. Como são estes Renault, com câmbio automático CVT

Corolla arrow-options
Newspress
Toyota Corolla da nova geração mantém o conservadorismo de seu público, mas adiciona visual mais arrojado

Na traseira, o desenho das lanternas está em harmonia com o porta-malas, enquanto o para-choque pronunciado de design moderno possui vincos marcantes que expressam uma postura ampla e robusta e transmite sensação imponente. O design trapezoidal reverso do porta-malas e a queda acentuada nos cantos do para-choque procuram obter uma impressão unificada entre o design dianteiro e traseiro, criando assim uma aparência harmoniosa em todo o veículo.

Leia mais:  Veja quais são os 5 carros mais caros do Brasil

Os novos faróis dianteiros com regulagem de altura e sistema automático de iluminação são de halogênio nas versões GLi e XEi em formato de três “J”, complementados pelas luzes diurnas DRL em LED colocadas abaixo da linha cromada que percorre toda a frente do veículo. Para a versão Altis, os faróis Bi-LED possuem desenho em formato de dois “J” com DRL que acompanha o mesmo design. A versão híbrida ainda possui acabamento na cor azul.

Uma das novidades do Novo Corolla 2020 é o teto solar elétrico de série para a versão Altis 2.0L Dynamic Force ou como opcional no pacote Premium para a versão Altis híbrida.
O interior do Novo Corolla 2020 foi completamente renovado. O design do painel de instrumentos visa uma sensação de amplitude e abertura que, combinada com o console central, oferece uma distribuição ideal do espaço com um caráter minimalista.

Equipamentos

Corolla arrow-options
Divulgação
Sedã médio agrega conectividade e acabamentos com mais qualidade

O volante de três raios com controles de áudio e computador de bordo tem acabamento em couro e possui aletas para troca de marcha (paddle shift) nas versões XEi e Altis com motor 2.0L Dynamic Force.

LEIA MAIS: Veja vídeo do VW Golf GTE, o híbrido esportivo que chega em novembro

O painel de instrumentos nas versões com motor 2.0L Dynamic Force conta com três mostradores, um circular, no centro, onde é possível visualizar o velocímetro e o nível de combustível; um semicircular do lado esquerdo, onde o motorista exibe o conta-giros e o termômetro do motor, e uma tela de TFT de 4,2” colorida do lado direito que mostra o computador de bordo, com informações como indicador de marcha, consumo de combustível, hodômetro, autonomia etc.

Já a versão Altis híbrida possui uma tela TFT de 7” digital e colorida, no centro do painel, exibindo o velocímetro e informações do computador de bordo. Enquanto o semicírculo do lado esquerdo possui um indicador do sistema híbrido, no lado direito é possível visualizar a informação de combustível e temperatura do motor.

Vem com a central multimídia Toyota Play com tela sensível ao toque de 8”, rádio AM/FM, função MP3, entrada USB, Bluetooth, conexão para smartphones e tablets com Android Auto, Apple CarPlay e SDL.

O Novo Corolla é o sedã médio com mais itens de segurança, com sete airbags, freios ABS com BAS e EBD, câmera de ré com linhas de distância com projeção na central multimídia, sistema ISOFIX para fixação de cadeirinhas no banco traseiro com ancoragem de três pontos, controle de estabilidade (VSC), tração (TRC) e assistente de partida em rampa (HAC), dentre outros.

Leia mais:  Confira 5 coisas que já sabemos sobre o futuro SUV de entrada da Volkswagen

LEIA MAIS: Toro 2020 quer continuar liderando o mercado

A versão Altis 2.0L Dynamic Force vem com o exclusivo pacote de segurança ativa Toyota Safety Sense, que inclui Sistema de Alerta de Mudança de Faixa, Controle de Velocidade de Cruzeiro Adaptativo (ACC), Farol Alto Automático, e Assistente de Pré-Colisão com alerta sonoro e visual e, se necessário, frenagem automática.

O novo motor a combustão 2.0L Dynamic Force de quatro cilindros em linha e 16 válvulas conta com comando de válvulas variável inteligente VVT-iE que, por meio de um motor elétrico, modifica os tempos de abertura das válvulas de admissão. Ele ainda vem com um novo sistema de injeção direta e indireta de combustível D-4S que adapta a injeção às condições de direção, oferecendo mais potência e menor consumo de combustível.

O novo motor 2.0L Dynamic Force é 15% mais potente e 9% mais eficiente do que o motor da geração anterior. É o motor mais potente que já equipou um Corolla. Gera 169 cavalos de potencia com etanol.

Também tem uma inédita transmissão Direct Shift de 10 marchas, que proporciona a suavidade de uma transmissão CVT convencional com uma sensação de aceleração direta.
O inédito sistema do Corolla híbrido que combina três motores, dois elétricos e um a combustão com tecnologia flex e transmissão hybrid transaxle é a maior novidade da Toyota, afinal, este é o primeiro híbrido flex do mundo.

O sistema híbrido da Toyota, nesta nova geração do Corolla, combina um motor a gasolina de 1.8L VVT-i 16V com 101 cv de potência quando abastecido com etanol, e 98 cv, quando abastecido com gasolina, Esse motor funciona em conjunto com dois motores elétricos de 72 cv de potência, garantindo aceleração suave e excelente conforto ao rodar em qualquer tipo de condução.


A transmissão Hybrid Transaxle do Toyota Corolla , praticamente elimina perdas e atritos. Este tipo de transmissão entrega uma aceleração mais linear, que reduz ou aumenta continuamente as marchas de acordo com a demanda do motor, sem desperdiçar energia, contribuindo para a eficiência de combustível.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana