conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Saúde

Vídeo ironizando e-mails não respondidos da “Pifaizer” viraliza; assista

Publicado


source
Vídeo de
Reprodução/Twitter

Vídeo de “Esse Menino” ironizando e-mails não respondidos da Pfizer viraliza


Na última quinta-feira (10), um vídeo ironizando os  mais de 50 e-mails da Pfizer não respondidos pelo governo de Jair Bolsonaro viralizou. Em uma gravação de cerca de 3 minutos, o humorista “Esse Menino” interpreta representantes da farmacêutica tentando contato com o governo brasileiro.

Na primeira cena, o rapaz aparece em frente a um notebook digitando o “e-mail 1”. “Querido presidente Bolsonaro.. Não, presidente Bolsonaro. Não, Bolsonaro. Aqui quem fala é ela, a Pifaizer (Pfizer). Tá passada?”, diz “Esse Menino”, como se estivesse escrevendo ao presidente.

Sem respostas, a próxima cena já representa o terceiro e-mail não respondido por Bolsonaro. “Diga lá, Naro. Não tivemos notícias suas. Saiba que ainda é do nosso interesse fazer o Brasil de vitrine da imunização. Tal qual a abertura da novela ‘Belíssima’. O brasileiro está performando e Caetano [Veloso] ao fundo, vitrine para o mundo. Rimou. Aguardo notícias suas”, ironiza, citando a produção da Globo de 2005 cuja abertura era com atrizes se despindo de forma sensual ao som da música “Você É Linda”. 

Você viu?

No sétimo e-mail sem respostas, “Esse Menino” já dá um tom impaciente ao “representante da Pifaizer”. “Olha, olha. Passando em sua rua o caminhão da vacina. Promoção de vacina saindo por 50% do valor só para vocês! A preço de custo. O gerente enlouqueceu. Não, sério. Ele não tá bem. Tá preocupado”, diz.

O comediante também ironiza que o valor que seria pago pelo Brasil era 50% do preço que a Inglaterra pagaria, pedindo que Bolsonaro não conte isso à rainha Elizabeth. 

Em uma das últimas cenas, já no “e-mail 17”, o rapaz perde completamente a paciência, perguntando: “Vai responder não, put*? Por algum acaso você não consegue digitar enquanto ‘mama’ o ‘véio da Havan'”?, citando Luciano Hang.

Assista ao vídeo completo:


Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

São Paulo muda calendário de vacinação contra Covid-19 por falta de doses

Publicado

por


source
Calendário de vacinação muda em São Paulo por causa da falta de doses
Reprodução/FreePic

Calendário de vacinação muda em São Paulo por causa da falta de doses


Na segunda-feira (22), mais de 300 UBSs da cidade de São Paulo interromperam a vacinação  por falta de vacinas contra a Covid-19. Nesta terça, a  aplicação da primeira dose do imunizante foi suspensa na capital, que mudou seu cronograma desta semana.

A Secretaria Municipal de Saúde alterou o calendário na cidade e, agora, pessoas de 49 anos serão vacinadas na quarta-feira (22); pessoas com 48 anos, na quinta-feira (24); pessoas com 45 a 47 anos serão vacinadas na sexta-feira (25) e no sábado (26). 

No sábado também será feita a repescagem de pessoas de 45 a 49 que não compareceram aos postos de vacinação durante a semana. A partir de segunda-feira (28), o calendário volta à normalidade e a vacinação será para pessoas de 44 anos.

Em entrevista à rádio Eldorado, o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, disse que os pontos de vacinação já começaram a ser restabelecidos para possibilitar a retomada da imunização na quarta.

Segundo previsão do governo estadual de São Paulo, toda a população adulta do estado terá recebido ao menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19 até 15 de setembro. Na última sexta (18), a  prefeitura da capital autorizou que pessoas com mais de 18 anos se cadastrassem na “xepa da vacina” para receber doses remanescentes.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Saúde

Socorro! Engoli meu dente provisório ou restauração dental

Publicado

por


source
Engoli meu dente provisório ou restauração: o que devo fazer?
iStock

Engoli meu dente provisório ou restauração: o que devo fazer?


Isso é o suficiente para deixar qualquer um um pouco paranóico sobre engolir acidentalmente uma restauração, ou um dente provisório.

Felizmente a probabilidade de engolir acidentalmente um pedaço de dente é raro, mas é importante saber como lidar com isso se o fizer.

O dente provisório é aquele dente em que está no local somente durante um tratamento odontológico e que como o nome diz “provisório”. Seu dentista irá removê-lo para colocar um definitivo, provavelmente em porcelana ou resina em que está sendo feito no laboratório de prótese e isso pode levar alguns dias.

Seu dentista irá te orientar para ter uma alimentação com cuidado no local para ele não se soltar sem querer no período em que estará com ele. Mas às vezes mesmo tomando os cuidados ele pode cair e sem perceber podemos engolir ele. 

O risco de engolir acidentalmente não se aplica apenas aos provisórios. Os pacientes engolem, obturações, braquetes de aparelho e outros objetos colocados na boca. As mesmas regras para procurar ajuda médica se aplicam em todos os casos.

Você viu?

Não entre em pânico se engolir algo.

Engolir uma restauração ou um provisório pode parecer uma situação terrível, mas não é tão grave na maioria dos casos, diz o Dr. Bruno Puglisi

Qualquer coisa pequena será excretada em um ou dois dias após a ingestão. Comer alimentos ricos em fibras, pode ajudar nesse processo.

“Contanto que não seja levado para o pulmão, na maioria das vezes ele vai passar direto”, diz Dr Bruno Puglisi. “Especialmente se for uma peça pequena e não afiada, como um dente  provisório”.

Se ao engolir você perceber que está tendo dificuldade para respirar, isso pode significar que o dente ou objeto foi para o pulmão.

Um primeiro passo para remover o objeto é tentar induzir a pessoa a tossir. Se isso não funcionar, uma intervenção médica será necessária, seja por broncoscopia (uma câmera será introduzida para examinar as vias respiratórias). Quase todos os corpos estranhos podem ser removidos das vias aéreas por um broncoscópio. Ou como último recurso, por cirurgia. Se houver infecção, antibióticos devem ser admininistrados para evitar uma pneumonia por aspiração.

A cirurgia é necessária em menos de 1% desses casos. Mesmo que seja necessária uma cirurgia para remover qualquer objeto, ela não é grande o suficiente para causar danos permanentes ao seu corpo.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana