conecte-se conosco


Saúde

Vacina pode ter registro aprovado em outubro, diz diretor do Instituto Butantan

Publicado


source
Vacina pode ter registro aprovado já em outubro, diz Dimas Covas
Getty Images/BBC

Vacina pode ter registro aprovado já em outubro, diz Dimas Covas

Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, disse hoje ser possível ter uma vacina contra a  Covid-19 registrada já em outubro. O Butantan participa de parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac e os testes da vacina no Brasil estão em estágio avançado.

Se a vacina for clinicamente bem-sucedida, o Butantan a submeterá para registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e, em caso de aprovação, o imunizante será distribuído ao SUS (Sistema Único de Saúde) por meio do governo federal.

“Poderemos ter (a vacina) a partir agora de outubro. O processo de preparo para a formulação e o envase já se iniciou. Todos os processos de controle de qualidade e validação já se iniciaram. Então, poderemos ter a vacina. A grande pergunta é se estará registrada e aprovada pelo estudo clínico e poderá ser utilizada. Sou muito otimista. Acho que um prazo razoável seria janeiro de 2021 dado o desempenho até o presente momento”, afirmou Covas.

O diretor do Butantan também reiterou que não deve haver dúvida sobre a vacina só pelo fato de ter vindo da China.

“Não há motivo para ter essa questão de descaracterizar uma vacina pelo fato de ter sido desenvolvida inicialmente na China”, disse.

Covas ressaltou que a AstraZeneca tem um grande complexo industrial na China e o país asiático tem se destacado na produção de conhecimento científico há anos.

Na semana passada, Bolsonaro (sem partido) valorizou a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e fez pouco caso da vacina chinesa a seus apoiadores: “Não é daquele outro país, não. Tá ok, pessoal?”, declarou.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Incêndio mata 8 pacientes com coronavírus em hospital indiano

Publicado

por


source
Incêndio mata 8 pacientes com coronavírus em hospital indiano
Reprodução/Redes Socias

País já é o quarto mais atingido pela doença no planeta

Um incêndio na ala de tratamento intensivo do Hospital Shrey acabou em tragédia nesta quinta-feira (6), no oeste da Índia. Oito pacientes contaminados pelo novo coronavírus  (Sars-Cov-2) morreram no hospital particular de Ahmedabad, segundo autoridades que investigam o ocorrido.

Os serviços de emergência informaram que a tragédia foi causada quando um equipamento de proteção individual (EPI) pegou fogo. Chefe-adjunto dos Serviços de Bombeiros e Emergência de Ahmedabad, Rajesh Bhatt informou que “o funcionário correu para fora da ala mas o fogo se espalhou rapidamente”.

As vítimas do incêndio foram cinco homens e 3 mulheres que passavam por tratamento de Covid-19 . “Eles morreram devido à fumaça e o calor causados ​​pelo incêndio”, afirmou o membro do corpo de bombeiros.

No Twitter, o primeiro-ministro da Índia prestou as condolências às famílias. “Fiquei muito triste pelo trágico incêndio no hospital”, declarou.

Os casos de coronavírus da Índia superam os dos Estados Unidos e Brasil . Nesta quinta-feira as ocorrências aumentaram, elevando o total para 1,96 milhão e incluindo 40.699 mortes.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Cariocas deverão manter isolamento social até dia 20

Publicado

por


source
Wilson Witzel governador do Rio de Janeiro
Carlos Magno

Decreto assinado pelo governador Wilson Witzel (PSC-RJ) prorroga medidas de isolamento social até o dia 20 de agosto no RJ

Um novo decreto publicado nesta quinta-feira (6) prorrogou as medidas de isolamento social em todo o Rio de Janeiro até o dia 20 deste mês. O documento foi publicado no Diário Oficial pelo Governo do Estado e especifica os parâmetros que deverão ser mantidos.


O documento foi assinado por Wilson Witzel (PSC-RJ) e evidencia que o prolongamento das medidas se dá pela necessidade de atualizar as normas de enfrentamento ao novo coronavírus (Sars-Cov-2). No Twitter, o governador informou a permanência da suspensão de atividades com público, aulas presenciais e permanências em praias. 

O texto do decreto tem como objetivo “resguardar o interesse da coletividade na prevenção do contágio e no combate da propagação da Covid-19” e por isso suspende eventos que possam gerar aglomerações de pessoas como: eventos esportivos, shows, festas e até mesmo passeatas.

Cinema, teatro e afins também continuam suspensos, no entanto, o decreto autoriza atividades culturais no modelo drive in que obedeçam o distanciamento social . Eventos esportivos de alto rendimento também são permitidos, desde que sem público.

Quanto a volta às aulas, na quarta (5) Witzel assinou outro decreto, em que determinava que o retorno presencial seria prorrogado até 20 de agosto . No novo documento, aulas práticas dos cursos da área de saúde em instituições privadas de ensino superior foram autorizadas.

Pontos turísticos, bares, restaurantes e lanchonetes podem funcionar com apenas 50% da capacidade e são orientados a fornecer condições de higiene das mãos e utilização de máscaras .

O documento estabelece que a decisão final sobre a operação em feiras livres cabe às prefeituras, mas legisla que as barracas em funcionamento devem manter distanciamento mínimo de um metro e que todos os feirantes devem oferecer álcool 70% aos consumidores.

Os responsáveis por templos e igrejas foram informados de que devem orientar seus fiéis a não frequentarem as celebrações caso apresentem sintomas de gripe. No mais, regras estabelecem manutenção de todas as áreas ventiladas, distanciamento social e higienização das mãos dos religiosos, que são obrigados a utilizar máscaras de proteção individual como medida de segurança.

Uso de máscara

Em locais públicos e em estabelecimentos privados que tenham autorização para funcionar o uso de máscaras segue obrigatório . Para profissionais de saúde que trabalham no enfrentamento direto da pandemia, o uso do modelo N95 segue prioritário.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana