conecte-se conosco



Cidades

União assina contrato de 4 aeroportos em MT por R$ 40,4 milhões

Publicado

As três empresas que venceram, em março, o leilão para concessão de 12 aeroportos, divididos em três blocos regionais, assinaram nesta sexta-feira (6) os contratos com o governo.

Os documentos foram assinados de forma simbólica em cerimônia no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Jair Bolsonaro, por representantes das empresas e pelo diretor da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Juliano Noman, e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Os contratos são válidos por 30 anos. As empresas vencedoras foram as seguintes:

  • Bloco Nordeste: espanhola Aena Desarollo arrematou os terminais de Recife (PE); Maceió (AL); João Pessoa (PB); Aracaju (SE); Juazeiro do Norte (CE) e Campina Grande (PB) por R$ 1,91 bilhão .
  • Bloco Sudeste: a suíça Zurich Airport Latin America ficou com os terminais de Vitória (ES) e Macaé (RJ) por R$ 441 milhões .
  • Bloco Centro-Oeste: o consórcio brasileiros Aeroeste terá a concessão dos terminais de Cuiabá (MT); Sinop (MT); Rondonópolis (MT) e Alta Floresta (MT) por R$ 40,4 milhões.

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as empresas terão o compromisso de fazer investimentos para a ampliação e manutenção dos 12 aeroportos concedidos. O Ministério da Infraestrutura estima que, nos cinco primeiros anos da concessão, os terminais receberão investimento de R$ 1,47 bilhão.

  • R$ 788 milhões no bloco Nordeste
  • R$ 302 milhões no bloco Sudeste
  • R$ 386,7 milhões no bloco Centro-Oeste
Leia mais:  Abertas inscrições para curso gratuito de operador de computador

Segundo o ministério, os concessionários terão de investir na ampliação e manutenção dos 12 aeroportos. Nos primeiros seis meses dos contratos, estão previstas melhorias em fraldários e banheiros e na sinalização de informações, na oferta de wi-fi gratuito, além da revisão de sistemas de climatização, escadas e esteiras rolantes, elevadores e esteiras para bagagens.

Por G1

Comentários Facebook

Cidades

Casa de pais de deputado estadual é assaltada e sobrinha pula janela para pedir socorro

Publicado

 

Foto: AL/MT

A família do deputado estadual Faissal Calil (PV) foi feita refém após três homens armados invadirem a casa dos pais dele, de 71 e 78 anos, no Bairro Shangri-la, em Cuiabá, na madrugada dessa terça-feira, 12. Além do casal de idosos, a sobrinha de Faissal, de 22 anos, estava na casa.

A jovem disse à polícia que a família acordou de madrugada após ouvir um barulho na casa. Segundo a polícia, os suspeitos renderam a família e a trancou dentro de um quarto. A ação durou cerca de 30 minutos até os suspeitos fugirem levando duas televisões, notebook, celulares, roupas, joias, dinheiro e um carro.

A assessoria de Faissal informou que o carro foi recuperado no mesmo dia do assalto e que a família do deputado passa bem. A família contou à polícia que um dos suspeitos ficou fora da casa de vigia enquanto os outros dois roubavam objetos da residência.

De acordo com a polícia, os criminosos deixaram as vítimas trancadas e fugiram. A sobrinha de Faissal conseguiu pular uma janela da casa e pedir socorro para uma tia dela que mora na região.

Faissal também mora próximo a casa dos pais, entretanto, ele não estava em casa no momento do assalto, segundo a assessoria.


O caso foi registrado na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos que investiga a ocorrência. (Fonte: G1/MT)

Leia mais:  Jogos Escolares prosseguem pelo estado com início da fase na região Oeste

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidades

Enormes buracos se formam em ruas e deixam bairros quase intransitáveis

Publicado

Foto: reprodução Facebook

Mal começou o período de chuvas e alguns bairros de Tangará da Serra já revivem o problema da situação precária das ruas. Os locais com pavimentação são tomados por enormes buracos na via e o asfalto está se deteriorando. Já nos bairros sem pavimentação um lamaçal rouba a cena tornando as ruas praticamente intransitáveis. No Jardim Aeroporto, a situação é complicada: as galerias feitas estão sendo entupidas por terra, cascalho e lixo.  As ruas estão em estado de abandono, e é difícil saber o que é asfalto e o que terra.

“Munícipes sem poder entrar em suas casas, por crateras abertas nas ruas. Investidores sem poder concluir seus projetos”, relatou em sua página, o vereador Vagner Constantino se referindo ao bairro Jardim Aeroporto.  Ele destacou ainda que no dia 12 de julho de 2019, a Câmara Municipal aprovou a abertura de crédito no valor de R$ 6 milhões destinados à aquisição de combustível e pavimentação asfáltica para obras nos bairros Alto da Boa Vista, Jardim Aeroporto, Jardim São José, paralelas da Avenida Lions Internacional e distrito de Progresso e ainda a continuidade de tapa buracos nos demais bairros da cidade. “Cadê o cumprimento da Legislação autorizada pela Câmara para esta finalidade?”, questionou o vereador aproveitando para pedir aos moradores que ajudem os vereadores nessas cobranças.


“Eu acho falta de respeito com os moradores desses bairros, pois fazem só no último tempo de mandato para receber no próximo, os votos do povo (…)”, disparou um morador. Outro cobrou atenção para o Distrito de Progresso que segundo ele, está esquecido. Inúmeras reclamações são feitas por moradores de outros bairros, que querem que uma solução seja tomada.

Comentários Facebook
Leia mais:  Jogos Escolares prosseguem pelo estado com início da fase na região Oeste
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana