conecte-se conosco


Educação

Unemat Campus Tangará da Serra abre inscrições para 128 auxílios entre moradia e alimentação

Publicado

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) lançou o edital que oferta Auxílios Moradia e Auxílios Alimentação aos alunos de baixa renda. As inscrições iniciam amanhã, quarta-feira (21) e encerram no dia 3 de setembro. O benefício é de R$ 280 para Auxílio Moradia e R$ 200 para Auxílio Alimentação. Ao todo serão ofertados 952 auxílios com vigência de três meses, sendo 476 Auxílios Alimentação e 476 Auxílios Moradia.

O edital pode ser acessado clicando aqui.

No primeiro edital deste ano, foram oferecidos 770 auxílios, elevando o número total de auxílios de 970 em 2018 para 1.172 em 2019, um aumento de 772 auxílios. “Os auxílios são distribuídos proporcionalmente ao número de alunos matriculados nos cursos dos câmpus, com a finalidade de contribuir para a permanência dos estudantes na graduação”, disse a pró-reitora de Assuntos Estudantis, Antônia Alves Pereira.

A novidade este ano é que as Modalidades Diferenciadas também participarão. “Neste edital, estamos contemplando os cursos de Modalidades Diferenciadas, atendendo a uma solicitação dos estudantes”, explica a pró-reitora. O auxílio é exclusivo para os alunos com comprovada vulnerabilidade socioeconômica dos cursos de graduação presenciais da Instituição, nos câmpus e núcleos pedagógicos que acompanham o calendário acadêmico oficial.

Os candidatos podem concorre aos dois auxílios, desde que não possuam qualquer outra modalidade de bolsa ou estágio remunerado oferecido pela Unemat ou agências externas de fomento.  Os alunos que já possuam alguma bolsa poderão concorrer a apenas uma modalidade, Moradia ou Alimentação. Entre as exigências para concorrer aos auxílios estão não ter concluído outro curso de graduação, possuir renda per capita familiar mensal de até um salário mínimo e meio e não possuir vínculo empregatício.

O Câmpus de Tangará da Serra, oferece 128 auxílios.

Para o Auxílio Moradia ainda é exigido não residir em moradia estudantil, comprovar despesas com moradia na cidade onde estuda e ser de família residente ou domiciliada em município diferente do câmpus onde está matriculado, ou ainda residir em área rural, podendo ser no mesmo município, desde que não haja acesso por transporte coletivo.

As inscrições devem ser feitas de amanhã (21) até o dia 3 de setembro, com o preenchimento do Formulário Socioeconômico no site da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae), que pode ser acessado clicando aqui.

Os candidatos passarão por três etapas de seleção: o preenchimento do formulário socioeconômico, análise de documentação comprobatória e entrevista. A banca de seleção será composta por três avaliadores, sendo um do segmento discente.

O resultado final será divulgado no dia 25 de setembro. A listagem será publicada de acordo com as vagas oferecidas para cada câmpus, ordenados em sequência decrescente de pontuação. Os alunos que obtiverem resultado ‘Aprovado’ serão convocados. Os que obtiverem resultado ‘Classificado’ comporão o cadastro de reserva em cada câmpus. Serão desclassificados os candidatos que não atendam às exigências do Edital.

Todos os editais, anexos e resultados referente ao processo de seleção podem ser acessados clicando aqui.

Câmpus de Tangará da Serra     128 auxílios (64 de cada)

Núcleo de Água Boa                      6 auxílios (3 de cada)

Núcleo de Aripuanã                       6 auxílios (3 de cada)

Núcleo de Campos de Júlio        4 auxílios (2 de cada)

Núcleo de Comodoro                   2 auxílios (1 de cada)

Núcleo de Cuiabá                           4 auxílios (2 de cada)

Núcleo de Itiquira                           4 auxílios (2 de cada)

Núcleo de Lucas do Rio Verde   4 auxílios (2 de cada)

Núcleo de Marcelândia                4 auxílios (2 de cada)

Núcleo de Rondonópolis             12 auxílios (6 de cada)

Núcleo de Vila Rica                         8 auxílios (4 de cada)


Fonte: UNEMAT

Comentários Facebook

Educação

Prefeitura adia início das aulas após nova definição de processo seletivo para Educação em Tangará da Serra

Publicado

As aulas nas escolas públicas e creches de Tangará da Serra tiveram o início adiado para o dia 26 de fevereiro. A medida foi necessária, segundo a Educação do município, devido ao processo seletivo para profissionais da área.

A Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) de Tangará da Serra informa que as aulas da rede Municipal de Ensino iniciam no dia 26 de fevereiro.

O ano letivo estava previsto para iniciar na segunda-feira (17). Porém, a Secretaria de Educação abriu um novo processo seletivo e precisa treinar os profissionais para inseri-los nas salas de aula, destaca o secretário Gilmar Utzig. “Foram uma série de motivos para definirmos o adiamento das aulas, mas, sobretudo, o que pesou para determinamos a nova data,  foi a suspensão do processo seletivo, exigido pela Justiça, para apresentarmos um prazo maior de inscrições, tivemos de alterar o calendário de volta as aulas”, esclarece.


Ao todo, 781 pessoas se inscreveram no seletivo da educação que será aplicado neste domingo (16). A Rede Municipal de Ensino de Tangará da Serra oferece cerca de 12,5 mil vagas, e possui ainda, um total de 1.200 profissionais atuando na Secretaria Municipal de Educação, em 41 unidades; sendo 26 Centros Municipais de Ensino (CME) somente na zona urbana do município.

Comentários Facebook
Continue lendo

Educação

Desafio da rasteira preocupa pais e acende alerta nas escolas em MT

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) tomou medidas imediatas e preventivas quando às brincadeiras que proliferam na internet – conhecidas como “desafio da rasteira” ou “quebra-crânio” – entre alunos das escolas públicas e particulares.

Nesta quarta-feira (12), a Secretária Adjunta de Gestão Educacional, Rosa Maria Luzardo, enviou um orientativo às escolas da rede estadual de ensino, extensivo aos profissionais da educação e comunidade escolar, prevenindo sobre o perigo dessa nova brincadeira.

“A Seduc faz um alerta para sensibilizar os gestores, professores e pais quanto à gravidade dessa brincadeira que inclusive já levou uma pessoa a óbito”, destaca.


Conforme o orientativo, a Seduc “recomenda que todas as unidades escolares e Assessorias Pedagógicas intensifiquem campanhas de informação e conscientização dos alunos e familiares sobre o risco em que podem se colocar ao praticarem esse tipo de conduta, para que presenvem a integridade física própria e dos demais colegas”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana