conecte-se conosco


Saúde

Um em cada três testes RT-PCR feitos em SP dá positivo para Covid-19

Publicado


source

Agência Brasil

teste Covid-19
Reprodução

Governo atualiza dados sobre a testagem para Covid-19

De cada três pacientes que realizam exame de RT-PCR no estado de São Paulo, um tem resultado positivo para o novo coronavírus, cerca de 33%. A informação foi dada hoje (30) por Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, em coletiva à imprensa no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a epidemia está sob controle quando uma região que realiza um alto número de testes consegue alcançar uma taxa de positividade de cerca de 5%, mantendo-a por, ao menos, duas semanas.

Desde março, início da pandemia, até o dia 27 de julho, as redes pública e privada do estado fizeram 1.778.225 testes de diagnóstico para o novo coronavírus, sendo que 60% deles eram do tipo RT-PCR, que identifica as pessoas que estão com o vírus ativo. O estado soma 529.006 infectados pelo vírus e 22.710 mortes desde o início da pandemia.

O restante dos exames foi feito ou por meio de testes sorológicos (27% do total), os chamados testes rápidos, que identificam as pessoas que já tiveram contato com o vírus e desenvolveram anticorpos; ou por meio de outros métodos (13%), como os de sangue venoso. No caso dos testes rápidos, um em cada quatro pacientes que fizeram esse exame tiveram diagnóstico positivo, informou Paulo Menezes.

No início da pandemia, em março, o estado só testava as pessoas que estavam internadas e por meio de RT-PCR. Naquele mês o estado fez 26,7 mil testes, uma média de 900 testes diagnósticos por dia. Com o tempo, o estado começou também a realizar os exames rápidos e atualmente, o estado realiza, em média, 21,3 mil exames por dia. Até o dia 27 de julho o estado contabilizou 576,3 mil testes para o novo coronavírus.

“Essa média diária de 23 mil testes equivale a cerca de 52 testes a cada 100 mil habitantes por dia, patamar que a Alemanha testava em junho”, disse Patricia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico, na coletiva à imprensa. “Nas últimas semanas estamos conseguindo chegar entre 28 mil e 30 mil testes por dia, o que equivale entre 60 e 65 testes a cada 100 mil habitantes. A meta é chegar, em agosto, ao patamar de 72 testes a cada 100 mil habitantes”, acrescentou ela.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Servidores municipais de Tangará, com auxílio-doença bloqueados recebem nesta quinta (30) os pagamentos

Publicado

Uma informação divulgada pela prefeitura de Tangará da Serra, recuperou a esperança e amenizou o sofrimento dos servidores municipais que estavam com os pagamentos de auxílio-doença bloqueados.

Em nota,  divulgada na rede social do prefeito Fábio Martins Junqueira (MDB), foi informado que o Decreto n.º 327, havia sido editado para regulamentar o pagamento dos servidores afastamentos por incapacidade temporária para o trabalho (auxílio doença).

De acordo com o prefeito, o impasse ocorreu devido a migração do pagamento de auxílio doença , que antes (a partir do 16º dia de afastamento), era realizado pelo SERRAPREV (Regime Próprio de Previdência Social) e agora, será custeado pelo município, a partir de diretrizes criadas no âmbito Federal. 

Com a regulamentação, o pagamento retroativo referente ao mês de junho, foram incluídos na folha de pagamento de julho, que será pago nesta quinta-feira (30). Os os servidores temporários ou puramente comissionados, resguardados pelo auxílio doença, continuarão recebendo por meio do INSS a partir do 16º dia de atestado. Cerca de 70 servidores afastados de suas funções por motivo de doença, aguardavam há dois meses, os pagamentos do auxílio-doença.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

UE alerta sobre falta de seringas em caso de vacinação em massa contra Covid-19

Publicado

por


source
UE alerta sobre possível falta de seringas em caso de vacinação em massa contra Covid-19
Reprodução

UE alerta sobre possível falta de seringas em caso de vacinação em massa contra Covid-19

Os países-membros da União Europeia receberam um alerta do bloco sobre o risco de faltarem equipamentos em caso de vacinação em massa contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2). A preocupação é que seringas, lenços e EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) não sejam suficientes para imunização da população.

Para evitar um surto simultâneo ao da Covid-19 , a UE pediu também aos governos que cogitem aquisições conjuntas de vacinas contra a gripe. A medida pretende aumentar o número de pessoas vacinadas durante o outono local.

A cura para o novo coronavíru s está sendo desenvolvida em vários lugares pelo mundo e os países estudam formas de garantir suprimentos de imunização para quando as vacinas forem viáveis. O que aponta a Comissão Europeia é que, quando esse momento chegar, a fabricação e distribuição desses insumos podem se tornar obstáculos para um rápido início das campanhas de vacinação .

De acordo com um sumário publicado no site da Comissão, o que foi afirmado a especialistas de saúde de nações europeias em uma reunião na semana passada é que as doses da vacina para Covid-19 podem chegar sem seringas, lenços, álcool e EPIs. “Pode haver escassez”, alertou a entidade.

Itália e Holanda foram dois dos países membros que expressaram interesse nas ações conjuntas, consideradas úteis para aquisição de material com preços melhores e evitar uma competição entre as nações da UE. Os demais governos do bloco tem até 24 de julho para comunicar sua adesão.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana