conecte-se conosco


Nacional

Traficantes prometem matar quem filmou líder do tráfico com fuzis em baile funk

Publicado


source
bravo
Disque Denúncia / Divulgação

Cartaz de recompensa do líder do tráfico de drogas na Rocinha Johny Bravo


Quem gravou os cria no baile , assinou contrato com a morte bglh (bagulho) não vai ficar assim, e será proibido gravar nos baile da rocinha , ASS: EQUIPE BRAVO”, diz o comunicado dos traficantes da Rocinha reproduzido no Twitter e em outras redes sociais.


A ameaça pública de morte foi feita após a repercurssão de um vídeo nas redes sociais em que o líder do tráfico de drogas da favela da Rocinha, John Wallace da Silva Viana, o Johny Bravo, de 32 anos, aparece cercado por 22 traficantes formetemente armados com fuzis, metralhadoras e pistolas.

“Quem gravou a equipe do Bravo na Rocinha vai morrer pprt (papo reto), quem tava no lado de quem tava gravando vai ser caçado pra falar como a pessoa era tendeu. Ass: Diretoria”, reitera a ameaça.

O vídeo foi grava no último final de semana em um baile funk da comunidade. O chefe do tráfico aparece sem camisa cercado pelos traficantes, enquanto frequentadores do baile observam o desfile armado.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro afirma manter investigações constantes e monitaramentos das ações do tráfico nas favelas. O Disque Denúncia oferece uma recompensa de R$ 1 mil para quem fornecer informações que colaborem com a prisão de Johny Bravo. Os interessados podem fazer a denúncia de forma anônima pelos canais:

. WhatsApp ou Telegram do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099
. Disque Denúncia: (21) 2253-1177
. Facebook/(inbox): www.facebook.com/procurados.org
. Aplicativo “Disque Denúncia RJ”

Comentários Facebook

Nacional

PF investiga fraudes em contratos para combate à Covid-19 em PE

Publicado

por


source
Prefeitura
Portal de Prefeitura

Prefeitura do Recife

21 mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária são cumpridos nesta quarta-feira (16) nas secretarias de Saúde de Recife e Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco. Os mandados seguem a operação chamada de Desumano, feita em conjunto com a CGU, Ministério Público Federal e Ministério Público de Pernambuco.

A suspeita é de fraudes em contratos de serviços no combate à Covid-19. Os contratos somam R$ 57.768.962,9 e as irregularidades investigadas podem significar desvio de recursos na execução de contratos com a Organização Social de Saúde para o gerenciamento de serviços pelas prefeituras.

Caso condenados, os envolvidos podem responder pelos crimes de peculato, organização criminosa, falsidade ideológica e dispensa indevida de licitações, cujas penas podem representar mais de 20 anos de reclusão.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Ao lado do filho, homem é vítima de racismo em SP; veja vídeo

Publicado

por


source
mulher
Twitter/Reprodução

Boletim de ocorrência foi registrado em delegacia de São Paulo

Imagens registradas por um auxiliar de serviços gerais no bairro da Jabaquara, Zona Sul de São Paulo , no último sábado (12) mostram o momento no qual ele sofre ofensas racistas de uma mulher ainda não identificada.

Leandro Antônio Xavier, que tinha ido buscar o filho na casa da ex-esposa, contou que atravessava a rua quando começou a ser vítima das ofensas. Ele começou a gravar e, mesmo assim, não constrangeu a agressora.

No vídeo, além de chamar homem de “macaco” e de “chimpanzé”, a mulher diz que tem “carta branca” e vai xingar “o quanto quiser”. “Vou te processar e pegar dinheiro”, fala. Em entrevista ao jornal Bom Dia São Paulo, Leandro contou que o episódio afetou até mesmo o sono dele. “Eu não dormi de sábado para domingo, do domingo para segunda (…) O que mais me dói é que meu filho estava comigo”, desabafou.

Um Boletim de Ocorrência de injúria racial foi registrado e o caso é investigado pela Polícia Civil de São Paulo. Veja, abaixo, vídeo da agressora:


Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana