conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Polícia

Traficante que escondia drogas em quadro de bicicleta é preso na Rodoviária

Publicado

A Polícia Civil de Tangará da Serra em continuidade ao trabalho de repressão ao tráfico de drogas no Centro da cidade, especificamente nas imediações da Rodoviária local, conseguiu efetuar a prisão de mais um traficante.

Segundo o Delegado Adil Pinheiro, com base em um levantamento nos registros de ocorrências, do início de dezembro até a madrugada desta sexta-feira, 20, a PJC já efetuou 12 prisões de pessoas vendendo drogas nas imediações da Rodoviária ou no próprio terminal.

A grande maioria dessas prisões foram convertidas em prisões preventivas, ou seja, os traficantes ficam temporariamente presos aguardando julgamento, porém a procura dos usuários de drogas, segundo o Delegado, é muito grande naquela região.

“Mesmo com esse alto número de prisões, outros traficantes assumem as funções de venda de drogas”, salientou Adil Pinheiro.

Rodoviária de Tangará da Serra

Traficante preso escondia drogas no quadro de uma bicicleta

O traficante preso nesta madrugada utilizava-se de uma bicicleta que foi apreendida. Ele escondia a droga dentro do quadro da bicicleta, pequenas porções. “Ele voltava na casa dele, pegava algumas porções, retornava à Rodoviária e fazia a venda com a bicicleta. Pegava mais porções e retornava na Rodoviária e assim ele percorria a madrugada inteira”, disse o Delegado.

Tráfico “formiguinha”

Conforme o Delegado, a forma de agir dos traficantes que atuam na Rodoviária, é o chamado ‘tráfico formiguinha’, onde eles andam sempre com pouca quantidade de drogas, pequenas porções, justamente para evitar que sejam presos com quantidades maiores, o que acaba dificultando a investigação e a condenação desses indivíduos.

“No entanto, a Polícia Civil utiliza de outros meios de prova, principalmente a vigilância. Os nossos investigadores fazem vigilância, filmam esses traficantes que em sua maioria, ao serem presos, já estão filmados vendendo drogas e isso tem resultado em suas condenações”, revelou o Delegado.

“É o que chamamos de ‘traficante formiguinha’ que faz um tráfico de pequenas quantidades localizadas, mas somadas a toda a droga que ele vendeu praticamente a semana inteira é uma quantidade considerável”, completou.

“Moradores e comerciantes sofrem com o vandalismo na Rodoviária”, frisa Delegado

“A gente percebe que a população de bem que precisa utilizar o serviços e os comerciantes daquele entorno, tem sofrido com esse fluxo na Rodoviária e com a venda de drogas naquela região, pois isso ocasiona vandalismo na região central da cidade. Estamos combatendo junto com a Polícia Civil e Polícia Militar esse tráfico na região do Parque do Bosque e na região da Rodoviária”, concluiu Adil Pinheiro.

Comentários Facebook

Cidades

Quatro morrem carbonizados e um fica ferido em acidente na BR-364

Publicado

Quatro pessoas morreram carbonizadas nesta segunda-feira, 04, após uma grave colisão entre uma Toyota Hilux e uma carreta, na BR-364, entre Comodoro e Campos de Júlio (389 e 313 km de Tangará da Serra, respectivamente). Além dos mortos, uma pessoa ficou gravemente ferida.

Veja abaixo o vídeo do acidente

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os dois veículos bateram de frente. O trecho na região está interditado para o atendimento da ocorrência.

Vídeo do local do acidente mostra o estrago. A caminhonete partiu ao meio com a batida. A carroceria ficou “para trás” e a cabine foi arrastada alguns metros. Veja vídeo no fim da matéria.

Nas imagens é possível ver bastante fumaça no local e alguns focos de incêndio às margens da pista.

O vídeo também mostra o corpo de um homem carbonizado no meio da pista e outros dois dentro da Hilux. “Gente queimando vivo aqui, gente, que acidente horrível. Você está doido”, narra.

O homem que gravou as imagens ainda conta que o motorista da carreta estava vivo dentro do veículo.

ATENÇÃO: IMAGENS SÃO FORTES

Com Repórter MT

Continue lendo

Barra do Bugres

Pai e filhos são presos na Barra por matar homem com tiro e golpes de facão em Alagoas

Publicado

O Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Tangará da Serra, coordenado pelo Delegado Adil Pinheiro de Paula, com apoio da Delegacia de Barra do Bugres e atendendo a uma solicitação do Núcleo de Inteligência da SSP de Alagoas, cumpriu nesta manhã de quinta-feira, 30, três mandados de prisão pelo crime de homícidio.

Os três indivíduos presos são pai e filhos. O crime aconteceu no Assentamento São Luiz, Povoado de Ouricuri, zona rural da cidade de Atalaia no Estado de Alagoas.

Segundo o Delegado Adil Pinheiro, os suspeitos em dezembro de 2012 assassinaram a vítima Jakson Batista da Silva com disparo de arma de fogo e golpes de facão. Os criminosos estavam escondidos em Barra do Bugres.

De acordo com a PJC, os presos passaram por exame de corpo delito e foram encaminhados para a Cadeia Pública de Barra do Bugres, onde ficam a disposição da justiça.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana