conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Mato Grosso

Técnicos do Indea participam de curso em Educação Sanitária

Publicado

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) capacitou 46 servidores, entre engenheiros agrônomos e médicos veterinários, em Educação Sanitária e Comunicação em Saúde, realizado em Juscimeira (a 160km de Cuiabá), entre os dias 05 a 14 de novembro. 

Três médicos veterinários do Servicio Nacional de Sanidad Agropecuaria e Inocuidad Alimentaria (Senasag), o serviço oficial de defesa agropecuária da Bolívia, também participaram do curso, e ainda receberam um exemplar do livro de “Registro da Comunicação de Suspeita de Doença SVO I”, como modelo para aplicarem na Bolívia.

Para a presidente do Indea, Daniella Bueno, as capacitações têm sido uma importante ferramenta para a preparação dos servidores na atuação no campo. “A constante qualificação dos nossos servidores é prioridade. Desde 2015, temos realizado diversos treinamentos voltados para todas as frentes de atuação do órgão. Para termos um serviço de defesa agropecuária de qualidade é fundamental que os servidores estejam preparados e atualizados, para terem segurança e efetividade nas ações”.

O curso de Educação Sanitária e Comunicação em Saúde teve objetivo de preparar os servidores para elaboração e execução de projetos voltados para a educação sanitária, junto aos produtores rurais e a comunidade como um todo. Entre os temas abordados estão Apresentação de Projetos Educativos voltados para Saúde Agropecuária, Correlações entre Epidemiologia e Educação Sanitária, Elaboração de meios educativos: visuais, audiovisuais e impressos, Práticas com o uso de meios de comunicação: TV e Rádio, Técnicas de Dinâmicas de Grupo envolvendo relações interpessoais, e outros.

Para o servidor da ULE de Juscimeira, Adson Fernando Tosta Sandim, a presença do Indea no município é muito importante para os produtores conhecerem a atuação do órgão. “A utilização do município como instrumento de trabalho no curso é importante porque obtemos dados para trabalharmos posteriormente no nosso município. Permite que tenhamos um diagnóstico da realidade no município para aplicarmos as ferramentas de maneira efetiva nos pontos que estão em deficiência ou até mesmo os pontos que os produtores querem que o Indea aborde”.

A servidora da ULE de Alto Garças, Viviane Marce Lourenço de Siqueira Pires, destaca que o curso é importante para preparar o servidor na atuação junto aos produtores. “Somos preparados e recebemos orientações para levarmos conteúdo de forma acessível a todos os produtores, de acordo com a necessidade de cada um. São técnicas que aprendemos e que nos ajudam a nesse trabalho junto aos produtores, levando informação e conhecimento”.

De acordo com a responsável pelo programa de Educação Sanitária e Cadastramento do Indea, Ana Beatriz de Castilho, o curso traz um outro olhar para essa relação entre o serviço de defesa agropecuária e o produtor. “São apresentados técnicas pedagógicas que preparam o técnico para um novo modelo de relação interpessoal, uma consciência de que precisa orientar o produtor e que também pode aprender com o produtor que é o nosso público-alvo.  Então temos mudança de comportamento e faz com que o produtor não se sinta apenas um usuário do sistema, mas sim, inserido na cadeia produtiva, e teremos então uma defesa sanitária mais robusta, com mais qualidade, uma defesa sanitária com inteligência, em parceria com o produtor”.

O curso foi realizado por meio de recurso via convênio com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Comentários Facebook

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Cidades

Mato Grosso tem a 4ª gasolina mais barata do país

Publicado

Mato Grosso tem o 4° preço mais barato do litro da gasolina no país, com R$ 6,99. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta terça-feira, 21.

O estado ficou em 16° lugar no ranking comparativo de maiores valores registrados do preço do combustível.

O valor em Mato Grosso está abaixo do preço médio do litro da gasolina no país, que ficou em R$ 7,232 na última semana. Os dados são referentes aos dias 12 a 18 de junho.

O preço médio mais alto foi verificado na Bahia (R$ 8,037). O maior valor cobrado foi encontrado foi no Rio de Janeiro (R$ 8,990). Já o menor foi registrado em um posto de São Paulo (R$ 6,170).

Em Mato Grosso, o preço mínimo registrado foi R$ 6,30 o litro. Como foi feita entre os dias 12 e 18 de junho, a pesquisa da ANP ainda não reflete totalmente o último reajuste anunciado pela Petrobras nas suas refinarias.

G1/MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana