conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Tangará da Serra

Tangará: PJC apreende acusados de desferir 74 golpes de faca em menor de idade

Publicado

Crédito da foto: Plantão TGA

A Polícia Judiciária Civil (PJC), através da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), após intensa investigação, apreendeu nesta terça-feira, 05, dois menores suspeitos de uma tentativa de homicídio registrada em 21 de março no Jardim Presidente, em Tangará da Serra.

Na ocasião, uma jovem de 16 anos foi violentamente atacada em sua casa, sendo atingida por 74 facadas. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada para a UPA. Apesar da gravidade do ataque, a jovem sobreviveu.

A apreensão dos menores foi em cumprimento aos mandados de prisão estabelecidos pela Justiça contra eles.

De acordo com o investigador Jobrail, da PJC, os dois menores apreendidos nesta manhã atacaram a vítima durante a madrugada do dia 21 com o objetivo de vingança. “A intenção deles era matar a vítima, mas apesar da gravidade dos ferimentos ela sobreviveu. O motivo seria uma vingança, já que a vítima é suspeita de participação em um homicídio registrado em 2021”, contou o investigador.

Os dois menores apreendidos nesta manhã possuem várias passagens pela polícia por atos inflacionais. Eles ficarão à disposição da Justiça.

Com Plantão TGA

Comentários Facebook

Tangará da Serra

Lei de Eduardo Sanches põe fim a criação de ‘datas comemorativas’ sem relevância

Publicado

Os moradores de Tangará da Serra criticaram a aprovação pela Câmara Municipal de um projeto de lei de autoria do Vereador Sebastian Ramos que criou no calendário de eventos do Município o Dia do Borracheiro.

A crítica da população não foi contra a profissão de borracheiro, mas sim, à irrelevância do tema, considerando as necessidades mais contundentes existentes na cidade.

Para evitar que esse tipo de ‘data especial’ considerada desnecessária pela sociedade em geral seja objeto de aprovação no parlamento, o Vereador Eduardo Sanches criou outro projeto de lei, dessa vez, fixando critérios para a instituição de datas comemorativas em Tangará.

“Nos últimos tempos, tem-se verificado uma gama de projetos de leis aprovados que instituem datas comemorativas, incluindo dias e semanas no Calendário Oficial de Eventos do Município de Tangará da Serra, sem que haja norma que regule a matéria ao nível municipal, tendo em vista existir Lei Federal e Lei Estadual que disciplinam o tema”, salientou Eduardo Sanches.

O parlamentar enfatiza que a norma federal estabelece como critério para a criação de datas comemorativas a alta significação para os diferentes segmentos sociais, profissionais, políticos, religiosos e culturais da sociedade.

Por conta disso, a proposta do vereador defende que sejam realizadas consultas e audiências públicas, devidamente documentadas, com organizações e associações legalmente reconhecidas e vinculadas aos segmentos interessados. “Acredito que dessa forma, a inclusão de tais datas em calendário passará a ser feita com base na relevância apontada pela própria sociedade”, concluiu Sanches.

Continue lendo

Tangará da Serra

Tangará: Suspeito de pertencer a ‘facção’ usava documento falso e tentou atirar em policiais

Publicado

Três suspeitos envolvidos com uma facção foram presos em flagrante pela Polícia Civil, na noite desta segunda-feira (04.07), em Tangará da Serra, por porte de arma de fogo de uso restrito, uso de documento falso e associação criminosa.

Durante uma investigação, a equipe da 1ª Delegacia de Tangará da Serra tomou conhecimento de que integrantes de uma facção criminosa, em vingança a um homicídio ocorrido no domingo, teriam jurado de morte integrantes de um grupo rival.

Os policiais passaram a acompanhar uma mulher que faria a entrega de armas de fogo que seriam utilizadas na execução de rivais. Os investigadores flagraram o momento em que a suspeita se encontrou com um criminoso no bairro Morada do Sol e deixou com ele uma arma de fogo.

Ela estava em uma camioneta S10 quando foi abordada pela equipe policial, na Avenida Ismael do Nascimento, e apreendidos dois revólveres de calibres 38 e 44. O motorista do veículo apresentou uma carteira de habilitação falsa e também foi preso.

A equipe da 1ª Delegacia permaneceu acompanhando o suspeito que teria recebido a terceira arma, e quando ele se preparava para deixar sua residência foi surpreendido pelos policiais civis.

Ele tem diversos registros criminais, resistiu à prisão e tentou disparar contra os policiais, que necessitaram agir em legítima defesa. O suspeito foi socorrido pelo Samu e levado ao hospital municipal. Nenhum dos policiais ficou ferido durante a ação.

Foram apreendidas três armas de fogo e 37 munições em poder dos criminosos. Todos foram autuados em flagrante na 1ª Delegacia e depois conduzidos para unidades do Sistema Penitenciário.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana