conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Cidades

Site da AMM contabiliza mais de 260 mil acessos no primeiro trimestre

Publicado


O site da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM é uma das principais fontes de informações de conteúdos sobre as prefeituras e registra crescente número de acessos. Em março, a página teve 92.795 visitas, contabilizando uma média diária de 2.993. No primeiro trimestre os acessos somam 265.145, sendo 88.191 em fevereiro e 84.159 em janeiro. O levantamento é realizado mensalmente para avaliar a repercussão do conteúdo junto aos usuários. A página virtual é disponibilizada em variadas plataformas, inclusive, smartphones e tablets.

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, disse que embora tenham surgido novas mídias digitais, a ferramenta eletrônica continua como o principal canal de veiculação institucional da Associação. “Valorizamos muito a divulgação que é feita por meio do site, que é imprescindível para informar sobre os nossos serviços, ações, fortalecer a nossa identidade como instituição  e estabelecer contatos com os gestores municipais e sociedade em geral”, frisou.

Por meio da página, a AMM  amplia a divulgação de ações, dispõe de espaço para banners, vídeos, redes sociais, calendário de eventos, cursos, galeria de imagens, links para os sites das prefeituras, notícias institucionais e dos municípios, Jornal Oficial dos Municípios, entre outras informações. O site, que pode ser acessado pelo endereço www.amm.org.br,  foi desenvolvido pela MPX Brasil, por meio de parceria com a Associação.

O Ceo da empresa MPX Brasil, Marcos Paulo de Oliveira Silva, disse que o resultado alcançado pelo site é fruto do trabalho conjunto e principalmente do comportamento profissional e eficaz da assessoria de comunicação da AMM, complementando com todos os trabalhos que a instituição vem desenvolvendo nos últimos anos. “Isso atraiu o público para obter mais informações sobre a instituição e, consequentemente, o resultado é esse, de muita visibilidade, de muita credibilidade, porque esses números fazem com que a entidade como um todo tenha o nível de credibilidade elevado. Por isso que os números vêm aumentando cada vez mais e nós, da MPX, desenvolvemos essa ferramenta que possa comportar qualquer número de acessos”, observou.

Considerando a importância da ferramenta, até o final do primeiro semestre a AMM fará o lançamento do novo layout, mais moderno, dinâmico, funcional e responsivo. O objetivo é assegurar aos usuários maior praticidade, facilitar os acessos, viabilizar respostas  objetivas, entre outras funcionalidades.

Fonte: AMM

Comentários Facebook

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Cidades

Mato Grosso tem a 4ª gasolina mais barata do país

Publicado

Mato Grosso tem o 4° preço mais barato do litro da gasolina no país, com R$ 6,99. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta terça-feira, 21.

O estado ficou em 16° lugar no ranking comparativo de maiores valores registrados do preço do combustível.

O valor em Mato Grosso está abaixo do preço médio do litro da gasolina no país, que ficou em R$ 7,232 na última semana. Os dados são referentes aos dias 12 a 18 de junho.

O preço médio mais alto foi verificado na Bahia (R$ 8,037). O maior valor cobrado foi encontrado foi no Rio de Janeiro (R$ 8,990). Já o menor foi registrado em um posto de São Paulo (R$ 6,170).

Em Mato Grosso, o preço mínimo registrado foi R$ 6,30 o litro. Como foi feita entre os dias 12 e 18 de junho, a pesquisa da ANP ainda não reflete totalmente o último reajuste anunciado pela Petrobras nas suas refinarias.

G1/MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana