conecte-se conosco


Tangará da Serra

Sicredi oferece ‘Soluções Financeiras’ a empresários durante Feira da Indústria

Publicado

A Cooperativa Sicredi de Tangará da Serra está presente na Feira da Indústria que acontece no Lions Clube, com o principal objetivo de levar conhecimento e apresentar soluções financeiras a classe empresarial desse segmento.

E pensando nisso é que uma palestra foi ministrada pelo gerente da agência Tangará Centro, Luiz Fontana, na tarde desta quinta-feira, 31. De acordo com ele, o  intuito foi promover um ‘bate papo’ com os empresários, voltado ao tema ‘Soluções Financeiras’. “Entender o momento que a empresa passa hoje e oferecer as soluções corretas para que ela se desenvolva (…) o que é muito importante para fomentar o negócio do nosso associado, do nosso município”, acrescenta.

O gerente ressaltou na oportunidade, que muitas vezes o empreendedor tem em mente o que precisa fazer para alavancar seu negócio e a empresa necessita somente daquele ‘empurrãozinho’, que é o financeiro. “E nós, Sicredi, estaremos aqui para trazer essas soluções financeiras para que ela de aquele ‘pulo’”, afirma Luiz completando que a solução financeira é tanto em capital de giro, quanto na reposição do estoque, tendo em vista que o final de ano está se aproximando e precisam melhorar essa parte também.

A agência Sicredi é uma das grandes colaboradoras dos empresários de Tangará da Serra. E hoje, conforme o gerente ela está apta para atender a todos os segmentos. “Nós temos duas agências e vamos abrir mais uma. O foco é atender cada vez mais e melhor nossos associados e as empresas do município”, afirmou.

Comentários Facebook

Educação

Detentos reformam escola estadual no Distrito de Progresso

Publicado

Vinte recuperandos do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Tangará da Serra promoveram a reforma de cinco salas de aula e do corredor da Escola Estadual Patriarca da Independência, no distrito de Progresso.

A reforma contemplou a instalação elétrica, avarias no telhado, forro e no piso. Foram pouco mais de 60 dias de trabalho diário para que a obra fosse concluída antes do início das aulas, no dia 10 de fevereiro.

O assessor pedagógico da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), Saulo Scariot, destacou que além de promover a remição de pena (um dia a menos a cada três dias trabalhados), o serviço dos recuperandos também trouxe economia aos cofres públicos e agilidade. A Seduc forneceu o material e a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) a mão de obra dos recuperandos. A ideia desta parceria partiu dos servidores e da diretora da escola, Silvana Verciano.

“A escola recebeu pouco mais de R$ 30 mil para materiais de construção. Se fosse licitar, a obra não ficaria menos de R$ 180 mil e levaria meses para contratação e a execução. Com pouco dinheiro, fizemos muito e queremos expandir a parceria para mais escolas e isso partiu de uma boa ideia de nossos servidores”, disse Scariot.

A juíza corregedora da Comarca de Tangará da Serra, Edna Coutinho, parabenizou os reeducandos e agradeceu a direção do Centro de Detenção por contribuírem com a obra. “Queremos expandir esta iniciativa para outras escolas do município, entidades, pois além de remir a pena, a sociedade é beneficiada”.

A Escola Estadual Patriarca da Independência tem 400 alunos dos Ensinos Fundamental e Médio e possui 12 salas de aula, cinco delas recém-reformadas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Dois menores são apreendidos e um maior é preso por suspeita de receptação no Jardim Alto Alegre

Publicado

Dois menores foram apreendidos e um maior foi preso na noite desta sexta-feira (21) por volta das 19h00 por suspeita de receptação no Bairro Jardim Alto Alegre em Tangará da Serra.

Segundo a Polícia Militar, foi recebida denúncia de que em uma casa abandonada havia três indivíduos em atitude suspeita. Durante buscas, a equipe avistou na rua o trio que confessou estar ocupando o imóvel. Em vistoria à residência foram encontrados celulares, equipamentos eletrônicos, perfume, um filtro de água e R$20 em dinheiro. Os indícios apontam que o material apreendido tenha sido furtado de uma casa no dia 15 de fevereiro, no Bairro Vila Portuguesa. A Polícia Civil irá apurar a procedência dos objetos recuperados.

Ao serem questionados sobre a origem dos produtos se negaram a falar, e diante da suspeita de receptação acabaram conduzidos à delegacia. Os menores, um deles de apenas 13 anos, deverão responder a procedimento por ato infracional análogo ao crime de receptação. O maior de 24 anos pode ser autuado por receptação e também, corrupção de menor.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana