conecte-se conosco


Cidades

Sicredi está entre as 150 Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil

Publicado

Pelo nono ano consecutivo, o Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 4 milhões de associados pelo país, foi classificado no ranking das “150 Melhores Empresas para Trabalhar” no Brasil. A lista, divulgada na terça-feira, 19 de novembro, é resultado da pesquisa realizada pela revista Você S/A, da Editora Abril, em parceria com a Fundação Instituto Administração (FIA), com mais de 250 mil trabalhadores de cerca de 500 empresas e instituições, incluindo o Sicredi, nas cinco regiões do país.

As notas são utilizadas pelos organizadores do ranking para calcular dois indicadores: o Índice de Qualidade no Ambiente de Trabalho (IQAT), que é baseado na visão dos colaboradores, no qual o Sicredi atingiu 92,3, e o Índice de Qualidade na Gestão de Pessoas (IQGP), que é a avaliação feita pela publicação, em que a instituição financeira figura com 62,7. Os dois indicadores formam o Índice de Felicidade no Trabalho (IFT), onde o Sicredi atingiu a marca de 81,9.

Equipe MT/PA – Tangará da Serra

Na classificação setorial de Serviços Financeiros, o Sicredi foi destaque, ocupando o 2º lugar e tendo como pontos positivos enfatizados a criação de um grupo de diversidade, a adoção de um assistente virtual, chamado Hugo, para interpretação de libras, além de aulas da linguagem para os funcionários.

Entre os indicadores usados para compor os índices, destacarem-se no IQAT “Employer Branding”, com nota 98,0; “Sustentabilidade e Diversidade”, (97,3); “Estratégia e Objetivos” (95,4); “Processos e Organização”, (94,8); “Comunicação Interna” (94,6) e “Participação e Autonomia” (92,9). Já nos índices relativos ao IQGP, os destaques foram “Processos e Organização”, que recebeu nota 92,3; “Estratégia e Objetivos”, (84,8); “Participação e Autonomia”, (76,5); “Relações Interpessoais”, (74,5); “Comunicação Interna”, (70,1); além de “Employer Branding”, que atingiu o índice 66,2.

Segundo Rodrigo Wegener, superintendente da área de Gestão de Pessoas do Sicredi, o bom desempenho no ranking deste ano e de anos anteriores reflete a essência da instituição. “As pessoas são o centro da nossa atuação e com os nossos colaboradores, que também são associados, não poderia ser diferente. Por isso, buscamos atrair pessoas que se identifiquem com a causa do cooperativismo e nos preocupamos em oferecer as melhores condições para que elas exerçam suas atividades”, afirma.

Atualmente o Sicredi tem com mais de 28 mil colaboradores, que atuam em 112 cooperativas espalhadas por 22 estados e no Distrito Federal. Em 2017, a instituição deu início a um processo de transformação no seu modelo de organização interna, adotando metodologias ágeis e proporcionando ainda mais autonomia aos colaboradores.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).

 

 

 

Fonte:Assessoria de Imprensa

Comentários Facebook

Cidades

Assistência Social de Colíder suspende atividades do Cras após servidor ser contaminado com covid-19

Publicado

por


.

Após um servidor ser testado positivo para covid-19, a Secretaria Municipal de Assistência Social de Colíder suspendeu temporariamente as atividades do Centro de Referência em Assistência Social (Cras). A decisão foi tomada na tarde desta quarta-feira (01.07), seguindo o protocolo da Secretaria Municipal de Saúde e do Ministério da Saúde.

A secretária adjunta de Assistência Social, Ângela Tramarin, diz que a equipe que atua na unidade cumprirá isolamento domiciliar. “Precisamos reforçar as medidas de segurança e de proteção a esses servidores. Estão em isolamento por um período de 14 dias, garantindo, também, a proteção dos usuários que frequentam o Cras”, avisa.

INFORMAÇÕES

Ângela Tramarin informa que na sede do Cras estão disponíveis número de telefone e endereço de e-mail para que os usuários possam continuar buscando os serviços da unidade. “Nós temos equipes no Creas trabalhando e na Secretaria de Assistência Social para atender a população do Cras neste momento em que a unidade se encontra fechada”, relata.

Em caso de urgência ou emergência, os interessados devem ligar para o número de celular (66) 9.9900-9612 ou buscar informações através do e-mail [email protected]íder.mt.gov.br. 

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO

Ângela Tramarin informa ainda que os servidores do Cras estavam realizando os atendimentos sem os equipamentos de proteção individual (EPIs) necessários devido à demora nos trâmites necessários na Câmara Municipal para a aprovação da lei que autoriza o crédito especial para a compra desses materiais.

“Esta demora fez com que nós tivéssemos que utilizar nesse período recursos próprios para atender os nossos servidores do ponto de vista da aquisição de EPIs, de instrumentos de proteção. Não pudemos desencadear o processo licitatório. Os recursos financeiros estavam nas contas, mas nós não podíamos utilizá-los até que o legislativo aprovasse”, justifica.

Segundo Tramarin, apesar da falta de EPIs, não havia como deixar de atender a população que necessita dos serviços da Secretaria de Assistência Social. “A situação não deixa de acontecer. Os usuários estão na porta da Assistência diuturnamente. Então, nós tínhamos que continuar atendendo e fazendo o enfrentamento à pandemia usando os recursos próprios”, acrescenta.

PREVENÇÃO

A secretária adjunta recomenda à população que permaneça se protegendo contra a covid-19. “Continuem evitando aglomeração, segundo as recomendações que o prefeito e o secretário de Saúde têm feito cotidianamente. Usem máscara e evitem a circulação na cidade neste momento onde há muitos casos de contaminação”, orienta Ângela Tramarin.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidades

COVID: morre vice-presidente da igreja Assembleia de Deus e o pai dele segue internado na UTI em Cuiabá

Publicado

Morreu no fim da manhã desta sexta-feira (03) o vice-presidente da Assembleia de Deus em Mato Grosso, o pastor Rubens Siro de Souza, 68 anos, no  Hospital e Maternidade Femina, em Cuiabá.

Respirando por aparelhos há uma semana, ele teve paralisia renal após ser diagnosticado com a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O pai, o pastor presidente das Assembleias de Deus no Estado, Sebastião Rodrigues de Souza, de 89 anos, está internado no mesmo hospital, entubado na mesma UTI. A esposa de Sebastião, Nilda de Paula, 85 anos, está se recuperando bem em um quarto do hospital. A família toda foi diagnosticada com a covid-19.

De acordo com informações do pastor Leovaldo Salles, não haverá velório, seguindo os protocolos da Organização Mundial de Saúde (OMS). Rubens Siro liderava a Igreja Evangélica Assembleia de Deus Sub-Sede Várzea Grande, era casado com Taís Toledo e pai de três filhos e avô. Primeiro vice-presidente da Comademat (Convenção de Ministros das Assembleia de Deus no Estado do Mato Grosso), era o sucessor direto do pastor Sebastião.

A Assembleia de Deus em Mato Grosso possui o maior templo da denominação do mundo, o Grande Templo, localizado na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (do CPA). O local tem capacidade para receber mais de 23 mil pessoas.

 

 

 

Fonte:PBOnLine

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana