conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Mato Grosso

Sesp orienta sobre providências em casos de estupro ou assédio

Publicado

De janeiro a julho de 2018 foram registrados três casos de estupro e um de assédio sexual praticados por condutores de moto-táxi e de carros pertencentes aos serviços de aplicativo em Mato Grosso. Este último está envolvido em três casos: dois estupros e um assédio sexual, enquanto o serviço de moto-táxi foi apontado pela vítima como o autor de um estupro. Os dados são da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEAC) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

No ano passado, entre janeiro e dezembro, também houve um registro de estupro envolvendo motorista de táxi, além de dois casos envolvendo moto-taxistas (um estupro e um assédio sexual), e dois casos de estupros envolvendo motorista de aplicativo. Em 2016, no mesmo período, foram dois casos de estupro: um envolvendo taxista e o outro, condutor de moto-táxi.

Frente aos registros gerais de estupro em todo o estado (entre janeiro e setembro de 2018 foram 178 casos envolvendo vítimas femininas de 18 a 59 anos), estes números não são alarmantes. Mas alguns relatos de mulheres que utilizam serviços de transporte particulares têm circulado nas redes sociais e gerado preocupação entre as usuárias dos serviços.

De acordo com o delegado-adjunto da Delegacia de Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande, Cláudio Álvares Santana, é muito importante que as vítimas registrem os casos. “O trabalho investigativo vai partir deste relato, e é fundamental ter a consciência de que o ato de encostar na vítima, qualquer parte do corpo, principalmente as regiões íntimas, configura estupro”.

Ele ressalta algumas orientações que precisam ser seguidas na hora de optar pelo transporte particular, especialmente nos casos de aplicativos que fornecem informações a respeito do motorista. “É preciso checar o modelo do carro, placa, o nome do condutor e a foto. Se um desses dados estiver em desacordo com o mostrado pelo aplicativo, a recomendação é não entrar no veículo e comunicar o fato à empresa”, acrescenta.

Como em qualquer outra situação de perigo e emergência, a vítima também pode acionar os órgãos de segurança pelo 190 (Polícia Militar) ou pelo 180 (Defesa da Mulher). Também é possível fazer o pré-registro de Boletim de Ocorrência (BO) pela Delegacia Virtual, lembrando que nos casos de estupro e outras ocorrências que requerem laudos periciais é preciso ir até a delegacia concluir o atendimento.

Dicas de segurança

Alguns cuidados também podem evitar novos casos: Compartilhar a localização em tempo real com alguém da família ou amigos ao ingressar em transporte alternativo; sentar no banco de trás (no caso de carros); avisar às pessoas caso note algo suspeito; prestar atenção à rota seguida pelo motorista e intervir quando necessário; optar por rotas mais movimentadas; e em horários noturnos ou de madrugada procurar compartilhar a viagem com alguém.

Assim como nas demais situações cotidianas, é importante prestar atenções a detalhes relacionados ao condutor, como cor da roupa, cabelo, cor dos olhos, características pessoais, como tatuagem ou mancha de pele, entre outros que possam auxiliar na identificação e busca, caso haja alguma ocorrência.

Comentários Facebook

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Cidades

Mato Grosso tem a 4ª gasolina mais barata do país

Publicado

Mato Grosso tem o 4° preço mais barato do litro da gasolina no país, com R$ 6,99. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta terça-feira, 21.

O estado ficou em 16° lugar no ranking comparativo de maiores valores registrados do preço do combustível.

O valor em Mato Grosso está abaixo do preço médio do litro da gasolina no país, que ficou em R$ 7,232 na última semana. Os dados são referentes aos dias 12 a 18 de junho.

O preço médio mais alto foi verificado na Bahia (R$ 8,037). O maior valor cobrado foi encontrado foi no Rio de Janeiro (R$ 8,990). Já o menor foi registrado em um posto de São Paulo (R$ 6,170).

Em Mato Grosso, o preço mínimo registrado foi R$ 6,30 o litro. Como foi feita entre os dias 12 e 18 de junho, a pesquisa da ANP ainda não reflete totalmente o último reajuste anunciado pela Petrobras nas suas refinarias.

G1/MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana