conecte-se conosco


Mato Grosso

Sema realiza workshop sobre produtos perigosos

Publicado

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente abriu vagas para o 1º Workshop em Gestão de Risco com produtos Químicos no Estado de Mato Grosso. O evento será realizado no dia 22 de maio e serão ofertadas inicialmente 100 vagas. As inscrições são gratuitas e o prazo vai até sexta-feira (17.05).

O evento é voltado para técnicos, empresas que trabalham com resíduos perigosos, empresas de transporte, laboratórios e estudantes universitários. Entre os temas discutidos estão os riscos inerentes aos produtos perigosos, atendimento às emergências ambientais com produtos químicos e os papéis das instituições envolvidas e sua forma de atuação.

O Workshop, organizado pela Comissão Estadual de Prevenção Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Perigosos do Estado de Mato Grosso (CEP2R2) marca o lançamento da XV Semana do Meio Ambiente Estadual – Meio Ambiente Gestão Compartilhada, que será realizado na primeira semana do mês de junho. 

A realização do evento será por meio de parcerias e cooperação do poder público com o setor privado, organizações não governamentais, universidades e comunidade que trará uma reflexão sobre as questões socioambientais que envolvem resíduos sólidos, problema causados por esses resíduos na saúde, no meio ambiente e na sociedade.

Durante os debates também serão propostas intervenções para minimizar os impactos causados por essas atividades rumo ao desenvolvimento sustentável para estimular práticas no desencadeamento de ações na Gestão de Riscos com Produtos Químicos no Estado de Mato Grosso.

Leia mais:  Politec recebe equipamentos para desbloqueio e extração de dados de celulares

O evento será realizado no Salão Siriema, no Hotel Fazenda MT, a partir das 8 horas. As palestras seguirão no período vespertino e a participação dará direito a um certificado.

Para se inscrever acesse o FORMULÁRIO AQUI.

Parceiros

O evento é uma parceria do P2R2 com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, por meio da Educação Ambiental; Polícia Rodoviária Federal; Ibama; Defesa Civil do Estado; Corpo de Bombeiros do Estado; Secretaria de Saúde Estadual; Rota do Oeste; Limppar Gerenciamento e Consultoria Ambiental; Associação Mato-Grossense de Engenharia de Segurança do Trabalho (Amaest); Centroeste Resíduos; Sinalizar MT; 3 Irmãos Eventos e Treinamento; Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb); Fiagril; Grupo Ambipar; Grupo Canaa Norte Resíduos; Sindicato das Empresas de Transporte e Carga no estado de Mato Grosso (Sindmat); Sanorte Saneamento Ambiental; Futuro Seguradora; Bravo Serviços Logístico; Sest Senat; Prefeitura Municipal de Cuiabá e Prefeitura Municipal de Várzea Grande

Palestras

Entre as palestras oferecidas estão: Plano Nacional de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos (CNP2R2); Ferramentas de Gestão em Emergências Químicas; ações desenvolvidas pela CEP2R2; comunicação em situações de crise e emergências; atuação da defesa civil estadual em desastres com Produtos Perigosos no estado de Mato Grosso; Atendimento em Emergências com Produtos Perigosos no estado de Mato Grosso feita pelo corpo de bombeiros; licenciamento ambiental com produtos perigosos no estado de Mato Grosso; monitoramento ambiental pós acidente com produtos perigosos; Pericia Ambiental em local de Acidente com Produto Perigosos; Atuação da Concessionária Frente ao Atendimento Produtos Perigosos na BR – 163.

Leia mais:  Fator humano é o que mais contribui para os acidentes de trânsito, alerta Politec

Serviços

Data: 22/05/2019

Local: Hotel Fazenda Mato Grosso

Curso: Workshop em Gestão de Risco com produtos Químicos no Estado de Mato Grosso

Público alvo: Analistas de meio ambiente e responsáveis técnicos.

Vagas Iniciais: 100


Inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd0vGNSVIPZLJGRVkMZvaLsksUXeO48cv9Pzo7X1VDxuVkVhg/viewform

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Educação

Unemat Campus Tangará da Serra abre inscrições para 128 auxílios entre moradia e alimentação

Publicado

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) lançou o edital que oferta Auxílios Moradia e Auxílios Alimentação aos alunos de baixa renda. As inscrições iniciam amanhã, quarta-feira (21) e encerram no dia 3 de setembro. O benefício é de R$ 280 para Auxílio Moradia e R$ 200 para Auxílio Alimentação. Ao todo serão ofertados 952 auxílios com vigência de três meses, sendo 476 Auxílios Alimentação e 476 Auxílios Moradia.

O edital pode ser acessado clicando aqui.

No primeiro edital deste ano, foram oferecidos 770 auxílios, elevando o número total de auxílios de 970 em 2018 para 1.172 em 2019, um aumento de 772 auxílios. “Os auxílios são distribuídos proporcionalmente ao número de alunos matriculados nos cursos dos câmpus, com a finalidade de contribuir para a permanência dos estudantes na graduação”, disse a pró-reitora de Assuntos Estudantis, Antônia Alves Pereira.

A novidade este ano é que as Modalidades Diferenciadas também participarão. “Neste edital, estamos contemplando os cursos de Modalidades Diferenciadas, atendendo a uma solicitação dos estudantes”, explica a pró-reitora. O auxílio é exclusivo para os alunos com comprovada vulnerabilidade socioeconômica dos cursos de graduação presenciais da Instituição, nos câmpus e núcleos pedagógicos que acompanham o calendário acadêmico oficial.

Os candidatos podem concorre aos dois auxílios, desde que não possuam qualquer outra modalidade de bolsa ou estágio remunerado oferecido pela Unemat ou agências externas de fomento.  Os alunos que já possuam alguma bolsa poderão concorrer a apenas uma modalidade, Moradia ou Alimentação. Entre as exigências para concorrer aos auxílios estão não ter concluído outro curso de graduação, possuir renda per capita familiar mensal de até um salário mínimo e meio e não possuir vínculo empregatício.

O Câmpus de Tangará da Serra, oferece 128 auxílios.

Para o Auxílio Moradia ainda é exigido não residir em moradia estudantil, comprovar despesas com moradia na cidade onde estuda e ser de família residente ou domiciliada em município diferente do câmpus onde está matriculado, ou ainda residir em área rural, podendo ser no mesmo município, desde que não haja acesso por transporte coletivo.

Leia mais:  Governo lança programa para aumentar arrecadação sem elevar impostos

As inscrições devem ser feitas de amanhã (21) até o dia 3 de setembro, com o preenchimento do Formulário Socioeconômico no site da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae), que pode ser acessado clicando aqui.

Os candidatos passarão por três etapas de seleção: o preenchimento do formulário socioeconômico, análise de documentação comprobatória e entrevista. A banca de seleção será composta por três avaliadores, sendo um do segmento discente.

O resultado final será divulgado no dia 25 de setembro. A listagem será publicada de acordo com as vagas oferecidas para cada câmpus, ordenados em sequência decrescente de pontuação. Os alunos que obtiverem resultado ‘Aprovado’ serão convocados. Os que obtiverem resultado ‘Classificado’ comporão o cadastro de reserva em cada câmpus. Serão desclassificados os candidatos que não atendam às exigências do Edital.

Todos os editais, anexos e resultados referente ao processo de seleção podem ser acessados clicando aqui.

 

 

Câmpus de Tangará da Serra     128 auxílios (64 de cada)

Núcleo de Água Boa                      6 auxílios (3 de cada)

Núcleo de Aripuanã                       6 auxílios (3 de cada)

Núcleo de Campos de Júlio        4 auxílios (2 de cada)

Núcleo de Comodoro                   2 auxílios (1 de cada)

Núcleo de Cuiabá                           4 auxílios (2 de cada)

Núcleo de Itiquira                           4 auxílios (2 de cada)

Núcleo de Lucas do Rio Verde   4 auxílios (2 de cada)

Leia mais:  Politec recebe equipamentos para desbloqueio e extração de dados de celulares

Núcleo de Marcelândia                4 auxílios (2 de cada)

Núcleo de Rondonópolis             12 auxílios (6 de cada)

Núcleo de Vila Rica                         8 auxílios (4 de cada)


 

 

 

Fonte: UNEMAT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Comunidade indígena da Aldeia Kururuzinho comemora entrega de escola nova

Publicado

por

Cerca de 160 alunos da Escola Estadual Indígena Itaawy’ak, localizada na Aldeia Kururuzinho, que fica entre os municípios de Apiacás (a 1.010 quilômetros de Cuiabá) e Jacareacanga (PA), foram beneficiados com uma escola nova. A entrega da obra foi realizada neste domingo (18.08) em uma cerimônia que reuniu toda a comunidade, profissionais da educação e autoridades políticas da região.

O superintendente de Obras da Seduc, Milton Mendonça Jaqueira, explicou que a execução do novo prédio foi realizada pela empresa São Manoel Energia, por meio de acordo de cooperação técnica e em atendimento ao Programa de Fortalecimento das Organizações Indígenas do Plano Básico Ambiental Indígena (PBAI).

“Que essa escola seja o alicerce para um futuro digno para todo o povo dessa terra. Espero que daqui saiam grandes profissionais e grandes líderes para cuidar e defender as comunidades indígenas do nosso país”, disse.

O novo prédio é composto por seis salas de aula, laboratório de informática, refeitório, quadra poliesportiva, alojamento para os professores e dependência administrativa. O atendimento será para alunos do ensino fundamental e médio.

A escola estadual Itaawy’Ak foi umas das primeiras unidades criadas em Mato Grosso para atender alunos indígenas. A aldeia Kururuzinho, da etnia Kayabi, fica localizada às margens do Rio Teles Pires.

Conforme destacou a assessora pedagógica de Apiacás, Érica Mota, o atendimento à essa escola requer dos profissionais da educação muita logística, pois estão, em sua maioria, margeando o Rio Teles Pires, acesso esse que exige horas de viagem por estrada não pavimentada e tantas outras por via fluvial.

Leia mais:  CGE usa 800 denúncias para planejar ações de auditoria e controle

“Fico encantada ao encontrar nessas aldeias crianças e jovens que mesmo na diversidade estão sendo ensinadas a ler e escrever sem perder sua cultura, pois a língua materna, práticas culturais e sustentabilidade, práticas agroecológicas e tecnologias indígenas são disciplinas obrigatórias nessas escolas”, observou a assessora.

“Hoje é um dia muito especial para nosso povo, pois receber uma escola com toda essa estrutura era um sonho que está sendo realizado. Aqui serão formados nossos alunos e garantir um futuro melhor para todos”, disse o cacique Elenildo Kayabi.


Segundo o diretor da escola, Elimar Akay, a escola atende alunos da região dos municípios de Apiacás, Alta Floresta e também de Jacareacanga (PA). “O saber e o conhecer é o caminho para um futuro melhor de qualquer comunidade e essa escola vai facilitar a execução do nosso trabalho”.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana