conecte-se conosco


Mato Grosso

Sema realiza workshop sobre produtos perigosos

Publicado

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente abriu vagas para o 1º Workshop em Gestão de Risco com produtos Químicos no Estado de Mato Grosso. O evento será realizado no dia 22 de maio e serão ofertadas inicialmente 100 vagas. As inscrições são gratuitas e o prazo vai até sexta-feira (17.05).

O evento é voltado para técnicos, empresas que trabalham com resíduos perigosos, empresas de transporte, laboratórios e estudantes universitários. Entre os temas discutidos estão os riscos inerentes aos produtos perigosos, atendimento às emergências ambientais com produtos químicos e os papéis das instituições envolvidas e sua forma de atuação.

O Workshop, organizado pela Comissão Estadual de Prevenção Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Perigosos do Estado de Mato Grosso (CEP2R2) marca o lançamento da XV Semana do Meio Ambiente Estadual – Meio Ambiente Gestão Compartilhada, que será realizado na primeira semana do mês de junho. 

A realização do evento será por meio de parcerias e cooperação do poder público com o setor privado, organizações não governamentais, universidades e comunidade que trará uma reflexão sobre as questões socioambientais que envolvem resíduos sólidos, problema causados por esses resíduos na saúde, no meio ambiente e na sociedade.

Durante os debates também serão propostas intervenções para minimizar os impactos causados por essas atividades rumo ao desenvolvimento sustentável para estimular práticas no desencadeamento de ações na Gestão de Riscos com Produtos Químicos no Estado de Mato Grosso.

Leia mais:  Justiça acata pedido do MPMT e proíbe posto de combustível a realizar eventos temporários

O evento será realizado no Salão Siriema, no Hotel Fazenda MT, a partir das 8 horas. As palestras seguirão no período vespertino e a participação dará direito a um certificado.

Para se inscrever acesse o FORMULÁRIO AQUI.

Parceiros

O evento é uma parceria do P2R2 com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, por meio da Educação Ambiental; Polícia Rodoviária Federal; Ibama; Defesa Civil do Estado; Corpo de Bombeiros do Estado; Secretaria de Saúde Estadual; Rota do Oeste; Limppar Gerenciamento e Consultoria Ambiental; Associação Mato-Grossense de Engenharia de Segurança do Trabalho (Amaest); Centroeste Resíduos; Sinalizar MT; 3 Irmãos Eventos e Treinamento; Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb); Fiagril; Grupo Ambipar; Grupo Canaa Norte Resíduos; Sindicato das Empresas de Transporte e Carga no estado de Mato Grosso (Sindmat); Sanorte Saneamento Ambiental; Futuro Seguradora; Bravo Serviços Logístico; Sest Senat; Prefeitura Municipal de Cuiabá e Prefeitura Municipal de Várzea Grande

Palestras

Entre as palestras oferecidas estão: Plano Nacional de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos (CNP2R2); Ferramentas de Gestão em Emergências Químicas; ações desenvolvidas pela CEP2R2; comunicação em situações de crise e emergências; atuação da defesa civil estadual em desastres com Produtos Perigosos no estado de Mato Grosso; Atendimento em Emergências com Produtos Perigosos no estado de Mato Grosso feita pelo corpo de bombeiros; licenciamento ambiental com produtos perigosos no estado de Mato Grosso; monitoramento ambiental pós acidente com produtos perigosos; Pericia Ambiental em local de Acidente com Produto Perigosos; Atuação da Concessionária Frente ao Atendimento Produtos Perigosos na BR – 163.

Leia mais:  Médico do Mato Grosso Saúde orienta sobre cuidados com a visão

Serviços

Data: 22/05/2019

Local: Hotel Fazenda Mato Grosso

Curso: Workshop em Gestão de Risco com produtos Químicos no Estado de Mato Grosso

Público alvo: Analistas de meio ambiente e responsáveis técnicos.

Vagas Iniciais: 100

Inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd0vGNSVIPZLJGRVkMZvaLsksUXeO48cv9Pzo7X1VDxuVkVhg/viewform

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Idoso é preso por invadir casa e assediar mulher e filha no Bairro Dona Julia

Publicado

Um idoso de 70 anos, foi preso na tarde desta quarta-feira (22), depois invadir uma casa e assediar mãe e filha, no Bairro Dona Julia em Tangará da Serra.

Isaias Fernandes da Silva, possui mandado de prisão em aberto por homicídio.

Segundo a vítima, ela a filha e mais duas pessoas estavam sentadas na área de casa quando o suspeito invadiu o local. Intransigente, começou a provocar supondo que a mulher amamentasse o filho “dando o peito” a ele. Além das insinuações cometidas, ele aborreceu a menina, tocando nela e impedindo a criança de sair da rede.

A vítima conseguiu expulsar o idoso do local e acionou a Polícia Militar, que realizou buscas pela região e encontrou Isaias Fernandes da Silva, próximo à casa. Preso em flagrante foi encaminhado à Delegacia Judiciária Civil. Em checagem aos registros, constataram haver mandado de prisão em aberto contra o suspeito, expedido em 2014, pela Comarca de Cuiabá, por homicídio. Diante da nova acusação, o idoso poderá ser indiciado por atentado violento ao pudor e ameaça.

Comentários Facebook
Leia mais:  Sete pessoas são presas por tráfico e uso ilícito de drogas
Continue lendo

Governo

Cerca de 18 mil pessoas de Mato Grosso podem perder benefícios do governo federal

Publicado

Cerca de 18 mil mato-grossenses inseridos no Benefício de Prestação Continuada (BPC) ainda não fizeram a inscrição no Cadastro Único (CAD Único). O número consta no levantamento do Governo Federal divulgado pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT).

Foto:Setas-MT

Os beneficiários devem ficar atentos para a data limite para cadastramento, conforme Portaria n° 631. de 09 de abril de 2019. O registro é obrigatório, por isso a falta dele pode causar a suspensão do benefício.O novo cronograma divide os beneficiários não cadastrados por mês de aniversário, estabelecendo os períodos para envio de notificações e repercussões sobre os benefícios. (Confira no final do texto o novo cronograma).

A inserção no cadastro é fundamental para manutenção do BPC e identificará a realidade socioeconômica dos beneficiários. Com isso, será possível apontar as demandas desse público, para a inclusão nos serviços socioassistenciais e em outras políticas públicas.A coordenadora de Gestão de Benefícios Socioassistencias, Luciene Alves Côrrea, explica que em Mato Grosso a suspensão do benefício das pessoas que ainda precisam ser incluídas no CadÚnico gera um impacto não só para os beneficiários, mas para a economia local.

“A Superintendência de Benefícios, Programas e Projetos Socioassistencias, tem se empenhado a ofertar apoio técnico com orientações para que todos os municípios sejam incluídos no programa e não tenham seus benefícios suspensos”, ressaltou.

Leia mais:  Mato Grosso disponibiliza 971 vagas de emprego

Para se inscrever basta procurar o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) mais próximo de sua residência. Todos os municípios de Mato Grosso possuem o centro. Confira o relatório completo.

 

 

Fonte:Setasc-MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana