conecte-se conosco


Mato Grosso

Sema apreende 256 quilos pescado ilegal em linha de ônibus

Publicado

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) apreendeu cerca de 256 quilos de pescado ilegal, já que Mato Grosso está em período de piracema, em um ônibus que seguia de Barão de Melgaço para a capital, Cuiabá. Durante a apreensão realizada na última sexta-feira (23), os fiscais também encontraram 25 quilos de carne de jacaré, animal tem a caça proibida. De acordo com o coordenador de Fiscalização de Fauna (CFF), Julio Reiners, uma pessoa foi conduzida para a Delegacia Especializada de Meio Ambiente (DEMA).

Os peixes, inteiros e em filé, estavam escondidos em malas de roupas e sacos de lixo sem acondicionamento adequado para conservação da carne, tornando-a imprópria para o consumo humano.  Diante disso, o pescado foi doado para alimentação dos animais carniceiros que estão sob a guarda da Sema no Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMPA), em Várzea Grande.

PIRACEMA

Iniciada em 1º de outubro em Mato Grosso, a Piracema é período em que os peixes estão em processo de reprodução. A pesca nesse período é crime e acarreta em prisão e multa que varia de R$ 1 mil a R$ 100 mil com acréscimo de R$ 20 reais por quilo de peixe encontrado. As permissões de declaração de estoque se encerrou no dia 3 de outubro.

A pesca amadora e o pesque e solte também estão proibidas neste período.

Leia mais:  Chuva volumosa poderá chegar à região no próximo final de semana

Na piracema só é permitida a pesca de subsistência, que é praticada por comunidades ribeirinhas que depende do peixe para sua alimentação. A cota diária por pescador (subsistência) será de 3 kg ou um exemplar de qualquer peso, respeitando os tamanhos mínimos estabelecidos pela legislação para cada espécie. Porém os ribeirinhos devem consumir os peixes imediatamente e não podem transportar ou comercializar o pescado.

Nos rios de divisa com outros estados, que são federais, a Piracema começa em novembro e termina em fevereiro. Nesses rios é permitido a pesca no mês de outubro, mas não pode realizar o transporte nem a comercialização deste pescado dentro de Mato Grosso.

A Sema-MT atende a população para dúvidas e denúncias pela ouvidoria 0800-65-3838, pelo site do órgão ou pelo aplicativo MT Cidadão.

Comentários Facebook
publicidade

Jurídico

Acusado de matar Mariana vai a júri popular em Tangará da Serra

Publicado

A Justiça determinou a realização de júri popular para julgar, Bruno Santos Souza, 23 anos, acusado de ser o mandante do homicídio de Mariana Dutra Teixeira, 21 anos, encontrada morta em uma região de mata no Bairro Jardim Acapulco em 21 de novembro do ano passado.

Consta no processo pedido de condenação do réu pelo crime de homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, corrupção de menor, consistente na promessa de pagar R$5 mil e drogas ao adolescente “V.L”, para matar a vítima e pelo modo cruel em que operaram o crime, em decorrência dos golpes de faca desferidos contra Mariana, além da ocultação de cadáver.

A sessão do júri ainda não foi determinada pelo Tribunal de Justiça, por caber recurso da defesa, porém foi negado o pedido de habeas corpus a favor do réu, o privando da liberdade enquanto aguarda o julgamento. Quanto aos jurados (Conselho de Sentença) a vara criminal possui uma lista de pessoas da sociedade civil, que serão escolhidos em sorteio prévio e decidirão pela culpa ou inocência do réu. Em caso de condenação, cabe ao juiz estipular o tempo e as condições da pena.

A sentença de pronúncia que encaminhou o caso a júri popular foi definida nesta semana. O menor envolvido no crime, responde por ato infracional e continua apreendido em uma unidade de acolhimento.

 

Leia mais:  Chuva volumosa poderá chegar à região no próximo final de semana

O caso

De acordo com as investigações, no dia 5 de novembro de 2018, o menor teria matado Mariana, a golpes de faca, ele ainda revelou que a vítima, implorou para não ser morta, mas, cumpriu o crime a mando de Bruno, por vingança. O corpo de Mariana, foi encontrado 17 dias depois do desaparecimento, em uma região de mata, no bairro Jardim Acapulco.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Clima

Separe o cobertor, frente fria avança e derruba as temperaturas em Tangará da Serra

Publicado

Uma frente fria avança sobre o Centro-Oeste e nuvens carregadas se espalham pelo estado. Os meteorologistas alertam para fortes pancadas de chuva e rajadas de vento.

No sábado (25) os termômetros devem marcar mínima de 12ºC em Tangará da Serra.

A entrada da massa de ar polar continental vinda da Argentina para o Brasil, derruba as temperaturas em parte de Mato Grosso. Em Tangará da Serra, região sudoeste do estado, os termômetros vão baixar e nesta sexta-feira (24) durante o dia, o sol aparece entre muitas nuvens e intercala, com períodos de céu nublado, a mínima prevista é de 14ºC e máxima de 24ºC.

Deslocamento do ar frio de origem polar sobre o BR entre 21 e 26 de maio.

No sábado (25), sol com algumas nuvens e não chove, no entanto, pode ser o dia mais frio do ano com mínima de 12ºC, e máxima de 28ºC. Já no domingo (26), a temperatura volta a subir e os termômetros marcam entre 18ºC e 34ºC.

Fonte:Clima Tempo

Na próxima semana, a chuva diminui e o sol deve predominar sobre todas as áreas de Mato Grosso.

Comentários Facebook
Leia mais:  Mato Grosso presidirá Câmara de Meio Ambiente da Amazônia Legal
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana