conecte-se conosco


Tecnologia

Sem intrusos! WhatsApp deve ganhar autenticação digital e facial neste ano

Publicado


Para evitar que outras pessoas leiam conversas particulares, WhatsApp deve lançar novas ferramentas de proteção em 2019
Pixabay
Para evitar que outras pessoas leiam conversas particulares, WhatsApp deve lançar novas ferramentas de proteção em 2019

O WhatsApp está estudando novas ferramentas para melhorar a segurança e privacidade das conversas particulares de seus usuários. De acordo com o site WABeataInfo
, o aplicativo de mensagens deve liberar, ainda neste ano, a autenticação digital e facial.

Leia também: WhatsApp deixa de funcionar em alguns aparelhos em 2019; confira

Assim como acontece em aplicativos de instituições financeiras, em que o usuário é levado a confirmar que realmente é ele quem está usando a plataforma, o WhatsApp
deve disponibilizar o mesmo tipo de recurso de proteção ainda em 2019. Dessa forma, há mais garantia de que apenas o dono do aparelho lerá as mensagens.

Para os usuários do sistema IOS
, dos aparelhos telefônicos da Apple, tanto o Face ID ( reconhecimento facial
) quanto o Touch ID ( reconhecimento digital
) devem ser opções. Dessa forma, ao clicar no aplicativo de mensagens, ele só será aberto depois que identificar a digital ou rosto cadastrado.

Já para os donos de smartphones com sistema operacional Android
, apenas a autenticação digital
estará disponível. Para fazê-la funcionar, o usuário vai poder escolher cadastrar uma nova digital ou utilizar as já cadastradas no celular.

Leia também: Banco do Brasil inova e passa a permitir saques pelo WhatsApp; veja como fazer

O objetivo é que mesmo que alguém encontre um aparelho desbloqueado, não consiga acessar o WhatsApp. Atualmente, o aplicativo conta com a função de proteção por meio de senha, quando um código PIN é solicitado para liberar o acesso à plataforma.

Leia mais:  Google Maps vai começar a informar se ônibus e trens estão cheios

Na segunda-feira (9), WhatsApp lançou nova atualização para imagens


Figurinhas do WhatsApp agora podem ser inseridas às fotos
Reprodução
Figurinhas do WhatsApp agora podem ser inseridas às fotos

Apesar de as atualizações de proteção ainda não terem data para serem lançadas, o aplicativo já liberou novidades neste ano. Na moda das figurinhas, a nova atualização, número 2.19.10, permite que os usuários adicionem as famosas figurinhas às suas fotos. 


Antes da atualização, os internautas já conseguiam colocar emojis nas suas imagens, além de informações como horário e localização.  Agora, como diz a informação do aplicativo de mensagens, também é possível, “ao editar uma foto ou vídeo, tocar no ícone de emoji para adicionar figurinhas. Aprenda a inserir figurinhas nas fotos do WhatsApp
aqui

.


Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

WhatsApp: aprenda a usar negrito, itálico, rasurado e mudar a fonte

Publicado

por

source

Olhar Digital

smartphone com whatsapp arrow-options
shutterstock
WhatsApp permite enviar textos com itálico, negrito, rasurado e até trocar a fonte; aprenda

Muitos usuários não sabem, mas o  WhatsApp disponibiliza alguns truques que podem deixar a troca de mensagens mais interessante, como a opção de colocar o texto em negrito , itálico , com efeito rasurado  e até mesmo com outra fonte .

Proteja-se: golpe rouba conta WhatsApp e já afetou 8,5 milhões de brasileiros

Veja aqui como usar cada um dos recursos:

Alterar a fonte

O app permite que o usuário altere a fonte tradicional para uma monoespaçada, ou seja, que as letras ocupam o mesmo espaço. 

Para utilizar esse recurso é necessário localizar o ícone de acento grave, e colocar três antes e depois da mensagem. Exemplo: “`insira seu texto aqui“`.

Negrito

O texto em negrito é muito utilizado para enfatizar uma palavra ou frase.

Tudo o que o usuário deve fazer é colocar um asterisco em cada extremo da palavra ou frase de destaque. Exemplo: *insira seu texto aqui*.

Whatsapp vai banir usuários que não tenham idade mínima permitida para usá-lo

Itálico

Ele funciona da mesma forma que o truque do negrito, mas utiliza símbolos diferentes. Para essa função é usado o underscore (mais conhecido como underline ). Exemplo:  _insira seu texto aqui_.


Texto riscado

Para criar um texto com efeito riscado , o usuário deve inserir o símbolo do til no começo e final do texto. Exemplo: ~insira seu texto aqui~.

Leia mais:  Os perigos do Wi-Fi aberto: saiba como navegar de maneira segura

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Proteja-se: golpe rouba conta WhatsApp e já afetou 8,5 milhões de brasileiros

Publicado

por

source

Olhar Digital

telefone celular arrow-options
shutterstock
Cibercriminosos conseguem roubar conta de WhatsApp e se passar por usuário

A clonagem de WhatsApp é um golpe que pode trazer transtornos graves à vítima, permitindo que ela seja imitada por alguém com más intenções, facilitando, por exemplo, a extorsão de amigos e familiares.

Para piorar, essa modalidade de ataque tem se tornado mais comum: segundo levantamento da empresa de segurança PSafe, cerca de 8,5 milhões de brasileiros já foram atingidos por um golpe do tipo.

WhatsApp fica instável na noite desta segunda-feira

Ainda segundo a empresa, o Dfndr Lab, divisão especializada em segurança digital ligada ao aplicativo de antivírus Dfndr, detectou apenas neste ano mais de 134 mil tentativas de roubo de contas de WhatsApp.

O método de ataque mais comum, segundo Emilio Simoni, diretor do laboratório, envolve enganar a vítima a fornecer o código de autenticação. O cibercriminoso cadastra o número em um aparelho, mas o código é enviado por SMS para o celular da vítima , ao qual o golpista normalmente não tem acesso direto.

Hackers conseguem alterar mensagens no WhatsApp, diz empresa de segurança

Por isso, ele tenta entrar em contato com a vítima para fazer com que ela diga o código alegando algum motivo falso, normalmente ligado a segurança. Ao fornecer esse dado, o WhatsApp é bloqueado no celular da vítima e o cibercriminoso passa a ter controle da conta.

Leia mais:  Duas, três ou quatro? Quantas câmeras de celular são realmente necessárias?

Esse não é o único método, no entanto. Uma técnica famosa é o “SIM Swap”, no qual o golpista obtém um chip de celular com o número da vítima, o que pode ser feito enganando um atendente da operadora ou simplesmente o subornando. A partir daí, ele pode usar o WhatsApp de outra pessoa livremente no seu smartphone.

De acordo com o estudo da PSafe, o principal prejuízo destes ataques foram o vazamento de conversas privadas , reportado por 26,7% dos entrevistados. Bem perto, na segunda colocação, está o envio de links com golpes para contatos, com 26,6% das respostas.

Outros relatos envolvem solicitações de dinheiro aos amigos (18,2%), perda da conta do WhatsApp (18,0%); e chantagem (10,5%).

Como evitar

A forma mais fácil de evitar esse tipo de ataque é jamais informar para ninguém o número de autenticação que chega por SMS.

É preciso ativar a verificação em duas etapas para manter meu login seguro?


Outra opção, consideravelmente mais segura, é cadastrar a autenticação em duas etapas , o que garante que, mesmo que alguém tenha o código de verificação do WhatsApp em mãos ele ainda precisará de uma senha previamente cadastrada, o que é mais difícil de ser obtido.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana