conecte-se conosco


Esportes

Seleção olímpica é convocada para competição e desfalca times no Brasileiro

Publicado


André Jardine de pé
CBF/Divulgação
André Jardine é o técnico da seleção olímpica

O técnico André Jardine
convocou nesta quarta-feira a seleção olímpica que disputará o Torneio Maurice Rivello, na França, mais conhecido como Torneio de Toulon
. O comandante listou 22 jogadores para disputa da competição, que será realizada entre os dias 1º e 15 de junho.

Leia também: TV Globo “dá o troco” no Palmeiras e coloca jogos da Copa do Brasil no PPV

Esta será a primeira etapa de preparação da seleção olímpica
que, em janeiro do próximo ano, irá em busca de uma vaga nos Jogos de Tóquio 2020. O Pré-Olímpico será disputado na Colômbia e classificará duas seleções para as Olimpíadas no Japão.

Alguns nomes que atuam no futebol brasileiro foram chamados: Antony (São Paulo), Rodrygo (Santos), Pedro (Fluminense), Mateus Vital e Pedrinho (Corinthians), Lucão (Vasco), Ivan (Ponte Preta), Murilo (Cruzeiro), Guga (Atlético-MG), Iago Borduchi (Internacional), Renan Lodi (Athletico-PR) e Matheus Henrique (Grêmio).

Todos esses atletas serão desfalques de seus times no Brasileirão e perderão as 7ª, 8ª e 9ª rodadas. Além, também, de eventuais compromissos na Copa do Brasil e Copa Sul-Americana.

Leia também: Clubes poderão usar estádios da Copa América até a 8ª rodada do Brasileirão

Nesta edição do Torneio de Toulon, a seleção brasileira
está no Grupo B, juntamente com Catar, Guatemala e os anfitriões franceses. Também estão na disputa da competição Japão, Chile, Inglaterra, Portugal, China, Bharein, Irlanda e México. Os primeiros colocados de cada chave, além do melhor segundo lugar se classificam para a semifinal.

Leia mais:  Árbitro de Brasil x Argentina quebra silêncio e fala sobre lances polêmicos

“Entendemos a importância de estarmos iniciando este trabalho rumo aos Jogos Olímpicos
, o que também é a busca pela manutenção da nossa medalha de ouro. Estamos indo com uma equipe forte, acreditamos bastante no potencial e experiência desses jogadores para atingirmos um bom nível de atuações rapidamente”, comentou André Jardine.

Octacampeão do Torneio de Toulon, o Brasil já teve diversos craques desfilando o seu talento na competição. Nomes como Cafu, Kaká, Leonardo e Márcio Santos (na edição de 1990), Taffarel e Mazinho (1987) e Jorginho já levantaram este troféu. Careca, Mozer, Adriano, César Sampaio e Juninho Pernambucano são mais alguns brasileiros que também se destacaram em outras edições do torneio.

“É uma satisfação participar de um torneio tão tradicional e levando uma Seleção com muitos bons nomes. Sabemos da história que o Brasil tem nesta competição e a gente acredita estar indo com um grupo à altura”, analisou Jardine.

Leia também: São Paulo ou Flamengo? Justiça exige que CBF decida destino da Taça das Bolinhas

A delegação brasileira se apresenta no dia 27 de maio no Brasil e embarca diretamente para Marselha, na França. A estreia da seleção olímpica
está marcada para o dia 2 de junho contra a Guatemala. Três dias depois, o Brasil pega a França, em 5 de junho. O encerramento da primeira fase será no dia 8, contra o Catar.

Confira a lista de convocados:

Leia mais:  Caxias campeão gaúcho 2000: zebra inesquecível e primeiro grande título de Tite


Goleiros

Lucão – Vasco da Gama
Lucas Perri – Crystal Palace (Inglaterra)
Ivan – Ponte Preta


Defensores

Gabriel – Lille (França)
Murilo Paim – Cruzeiro
Luiz Felipe – Lazio (Itália)
Lyanco – Bologna (Itália)
Emerson – Real Betis (Espanha)
Guga – Atlético-MG
Iago Borduchi – Internacional
Renan Lodi – Athletico-PR


Meio-campistas

Douglas Luiz – Girona (Espanha)
Thiago Maia – Lille (França)
Tabata – Portimonense (Portugal)
Wendel – Sporting (Portugal)
Mateus Vital – Corinthians
Matheus Henrique – Grêmio



Atacantes

Pedrinho – Corinthians
Matheus Cunha – RB Leipzig (Alemanha)
Rodrygo – Santos
Antony – São Paulo
Pedro – Fluminense​

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Salah reprova uso do VAR: “Gosto do futebol com os erros dos árbitros”

Publicado

por

Mohamed Salah arrow-options
Reprodução/ Twitter
Mohamed Salah criticou o uso do VAR

A Premier League implementou o árbitro de vídeo pela primera vez na história na temporada que acaba de começar. Muitos torcedores e jogadores aprovaram a mudança, com algumas exceções, como o egípcio Mohamed Salah, do Liverpool.

Leia também: Boliviano diz ser criador do VAR e pode melar uso do sistema no Brasil

Em entrevista para a CNN, Salah foi questionado sobre o que pensa sobre o VAR , e deixou bem claro que é contra a implementação do sistema no futebol: “Não gosto. É a minha resposta sempre”.

“Gosto do futebol da maneira como ele é, com os erros dos árbitros, os erros dos jogadores. É assim que o futebol é mais entusiasmante e que apaixona as pessoas. O VAR é muito justo”, lamentou o egípcio do Liverpool .

Leia também: CBF comunica que espectador vai ter acesso à mesma imagem do VAR


“No ano passado tive um pênalti na final da Liga dos Campeões que me ajudou muito, mas é demasiado justo. Gostamos com os erros”, concluiu Salah .


Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Leia mais:  Caxias campeão gaúcho 2000: zebra inesquecível e primeiro grande título de Tite
Continue lendo

Esportes

Árbitro que apitou o 7×1 no Mineirão na Copa de 2014 vira técnico

Publicado

por

Lance

Ex-árbitro mexicano Marco Rodríguez%2C que apitou Brasil 1 x 7 Alemanha%2C vira técnico arrow-options
FIFA/ Divulgação
Ex-árbitro mexicano Marco Rodríguez, que apitou Brasil 1 x 7 Alemanha, vira técnico

Acostumado a aplicar a regra e conter os ânimos das diferentes partes dentro de uma partida de futebol, o ex-árbitro mexicano Marco Rodríguez viverá o esporte de outro ângulo: agora como técnico de futebol.

Leia também: Áudio vaza ao vivo e mostra narrador Nivaldo Prieto irritado: “Quebro sua cara”

O próprio Marco confirmou em sua rede social (com direito até mesmo a mudança do nome no perfil para “O Árbitro Treinador”) que está a caminho do Salamanca, da Espanha, para ser o novo treinador da equipe que joga a terceira divisão nacional, chamada de Segunda Divisão B.

Curiosamente, a chegada do ex-árbitro vem para repor a saída de outro latino, o também mexicano José Luis Trejo.

Isso porque, contratado também para assumir a equipe espanhola, Trejo não teve sua chegada autorizada pela RFEF (Real Federação Espanhola de Futebol) mesmo tendo a licença da UEFA para trabalhar em clubes profissionais da Europa. O julgamento da entidade nacional é de que, para trabalhar na terceira divisão, seria necessário outro conjunto de documentos pelo fato da instância não ser considerada como parte integrantes do futebol profissional.

Leia também: Homem se passa por irmão de tenista famosa e aplica golpe de US$ 42 mil

Aos 45 anos, além de reconhecidamente um dos árbitros mais importantes no futebol mexicano, o profissional apelidado de “Chiquidracula” em função de seu penteado semelhante ao personagem vampiresco da famosa história Conde Drácula além dos dentes grandes, apitou durante 17 anos tendo como eventos mais destacados as participações em Mundial de Clubes e também nas Copas do Mundo de 2006, 2010 e 2014 tendo se aposentado após o Mundial do Brasil.


Para o público brasileiro, o nome de Marco Rodríguez pode não trazer lembranças muito agradáveis. Isso porque era ele árbitro no fatídico jogo onde a seleção brasileira foi goleada por 7 a 1 diante da Alemanha no estádio do Mineirão, em 8 de julho de 2014, pela semifinal da Copa do Mundo.

Leia mais:  Brasil busca o 2º lugar no Pan 2019 para igualar marca de 1963; veja números

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana