conecte-se conosco


Saúde

Secretaria Estadual de Saúde confirma 7 casos de coronavírus em MT; Tangará soma 23 casos suspeitos

Publicado

A Secretaria de Saúde Estadual (SES) confirmou, nesta terça-feira (24), sete casos de coronavírus em Mato Grosso.

Cinco deles são na Capital,  um é em Várzea Grande, e um outro, em Nova Monte Verde. Em Tangará da Serra, a prefeitura divulgou um novo boletim epidemiológico. No município um novo caso suspeito entrou em investigação, somando, 24 casos notificados, 23 considerados suspeitos e um paciente foi descartado. Não há nenhum infecção por COVID-19 na cidade.

O governador Mauro Mendes, pediu cautela aos gestores municipais quanto às medidas restritivas de prevenção ao coronavírus, para que a população não tenha mais prejuízos do que os já previstos com a pandemia.

“Estamos muito responsáveis, porque se a gente errar a dose do remédio, a gente mata o paciente. As medidas para combater o coronavírus têm que ser corretas, sérias, rápidas, mas não podem criar um caos econômico no estado de Mato Grosso, e no Brasil. Vamos continuar nessa linha, estou confiante que vamos vencer esta batalha e esse momento difícil com a ajuda de todos, empresários, trabalhadores e os Poderes. É o momento de nos unirmos”, afirma Mendes,

O Estado já decretou situação de emergência por 90 dias, diante da confirmação de casos em Mato Grosso, confira o decreto clicando aqui. O Governo restringiu também  a operação de diversas atividades comerciais, e proibiu aglomerações, saiba mais clicando aqui.

Comentários Facebook

Cidades

Cuiabá estuda isolar infectados em hotéis fechados; toque de recolher pode ser por bairros

Publicado

Para combater o avanço do novo coronavírus, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), está avaliando isolar e tratar pessoas de baixa renda infectadas pela doença nos hotéis da capital. Na cidade, são 14 unidades fechadas em decorrência da crise econômica da pandemia.

O intuito é impedir a proliferação da doença em famílias com quatro e cinco membros que vivem em residências com cômodos pequenos. Também está sendo analisado o toque de recolher durante o período da noite sendo por regiões, bairros ou a cidade inteira.

“Os cidadãos cuiabanos que moram com quatro ou cinco membros, em casas com dois comôdos, baseado em orientação técnica poderão ficar isolado nos hotéis mas ainda é necessários as orientações certas”, disse nesta segunda-feira em entrevista a TV Centro América (Rede Globo).

Diante das projeções que apontam o pico da curva de contaminação pelo coronavírus Covid-19 entre 10 de abril e 10 de maio, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), prorrogou o decreto de isolamento em vigor desde o dia 23 de março. Pela regra atual, as medidas acabariam no domingo (5), no entanto o prazo do novo decreto não foi informado.

O isolamento social é medida que se impõe por diminuir o transito de pessoas infectadas e, consequentemente, reduzir os riscos de multiplicação dessa contaminação. Ele adia a chegada do pico de casos, o que dá mais tempo para que novas ações sejam feitas para minimizar os impactos, como investimento em estrutura para receber pacientes e contenção de danos à economia.

O decreto municipal estabelece que comércios fiquem fechados, eventos estão proibidos, velórios limitados a 10 pessoas por vez, entre outros itens que vetam aglomeração de pessoas. Apenas estabelecimentos considerados essenciais estão autorizados a atenderem a população, como mercados e farmácias, mesmo assim cumprindo medidas severas de higiene. “Não se deve flexibilizar nada quando se está em jogo a saúde e a vida da população. Nada é mais importante do que a vida. É uma necessidade ter essa boa relação da prefeitura com o Governo do Estado, já tivemos uma reuniãoo com o Mauro Mendes, mas as equipes técnicas estão conversando e em contato, não poderia ser diferente, então eles devem embasar nossas decisões. Essa orientação técnica ja existe e está caminhando muito bem”, pontuou.

Emanuel Pinheiro também informou que as medidas sobre o pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) devem ser publicadas nos próximos dias. “No momento, a população pode continuar pagando mantendo a rotina normal e isso que mantém a prefeitura em combate ao corona vírus, pois as limpezas não podem parar, assim como os serviços essenciais”, disse.

Fonte:FolhaMax

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Coronavírus: Tangará receberá R$ 294 mil mensais para manutenção de leitos do hospital municipal

Publicado

O Hospital Municipal é o equipamento público escolhido para a criação de 49 leitos. O complexo será adaptado para receber pacientes infectados pela Covid-19 em Tangará da Serra. Outros 13 leitos para UTI, devem ser habilitados na unidade.

A informação, foi anunciada pelo prefeito Fábio Martins Junqueira (MDB), durante transmissão numa rede social na noite desta segunda-feira (6). Segundo, Junqueira,  serão repassados mensalmente pelo Governo Federal, o montante de R$ 294 mil para o enfrentamento do coronavírus.

“Celebramos o convênio com o Governo Federal, para habilitar 49 leitos para casos de coronavírus, passaremos a receber recursos que nos ajudarão a manter esse hospital que vai ser voltado exclusivamente para atendimento ao coronavírus. Receberemos R$249 mil por mês”.

O recurso direcionado ao custeio de leitos do Hospital Municipal, deve ser repassado ao município nos próximos dias.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana