conecte-se conosco


Tangará da Serra

“Rio Queima Pé está semelhante ao ano da crise hídrica em 2016”, afirma Samae

Publicado

Ausência de chuva, altas temperaturas e problemas no abastecimento tem levantado questionamentos da população ao Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), se Tangará da Serra poderá viver novamente uma crise hídrica como ocorreu no ano de 2016.

Questionado pelo Bem Notícias, o diretor do Samae Wesley Lopes Torres, afirmou que reviver uma crise hídrica depende muito do período chuvoso, considerando segundo ele, que todas as previsões não têm sido concretizadas. “(…) tivemos aí uma previsão de chuva, a tal da chuva do caju  para agosto que não concretizou (…) na semana da Pátria que sempre chove esse não ano não choveu e não há previsões de chuvas”, disse.

Uma situação preocupante relatada pelo diretor em relação ao abastecimento, é que hoje o Rio Queima Pé está semelhante ao ano de 2016 que ocorreu a crise hídrica, ou seja a vazão dele está baixíssima. “Inclusive desde o dia 29, 30 de julho nós já começamos a captar praticamente toda demanda dele para o abastecimento da cidade e essa vazão foi reduzindo (…) e hoje está sendo usado aquilo que a gente chama de reserva de segurança hídrica para complemento do abastecimento”, afirma Torres, explicando ainda que as lagoas que estavam sendo construídas na crise hídrica em 2016, estão hoje sendo utilizadas para o abastecimento de Tangará da Serra.

 “A diferença da relação com 2016, é que hoje nós estamos no dia 10 de setembro [11] e no ano de 2016, nós não tínhamos esses lagos, mas um pequeno lago na ETA que não comporta o abastecimento por mais de cinco dias”, fala o chefe da autarquia complementando que no final de julho, início de agosto já estava sendo usada as represas antigas que estão localizadas em propriedades particulares. “(…) estava usando desde o final de julho para abastecer o ano de 2016. Agora em 2019 já se passaram mais de 40 dias desse período lá atrás e temos ainda mais 20 dias que as represas construídas pelo Samae suportam o abastecimento com essas ações, investimentos feitos em reservação de água bruta”, frisou.

Leia mais:  Por ignorar legislação, populares seguem com descarte irregular de lixo

Torres pontuou ainda que “ o que nos deixa mais tranquilos é que as represas que sustentaram o município em 2016 entre final de julho até meados de outubro ainda estão cheias (…) estão reservadas para o momento que a gente precisar. A gente tem aí uma capacidade de reservação bem grande até aguardar o início do período chuvoso”.


Mas apesar disso, ele reforça que a população não pode contar com a sorte, ou simplesmente com previsões de chuva. “Precisamos economizar nesse momento”, pediu.

Comentários Facebook
publicidade

Tangará da Serra

Desenvolve MT promove capacitação em Tangará

Publicado

Foto: assessoria

A Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso (Desenvolve MT) promove em Tangará da Serra, em parceria com a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Serviços (SICS) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), uma capacitação voltada para os Agentes Municipais de Fomento.

A capacitação inicia nesta terça-feira, 15 e segue até a próxima sexta-feira, 18, tendo como tema – Microcrédito produtivo orientado, Acesso ao sistema de cadastro e documentação com apresentação de proposta de crédito.

De acordo com o Secretário Municipal de Indústria e Comércio, Wellington Bezerra, ao todo 30 agentes municipais de fomento da região serão capacitados. “Tangará da Serra sediará essa capacitação por ser a cidade polo da nossa região”, destacou.


A Desenvolve MT tem por objetivo social contribuir para a aceleração do desenvolvimento sustentável do Estado, estimulando a realização de investimentos, a criação de empregos e renda, a modernização das estruturas produtivas, o aumento da competitividade estadual e a redução das desigualdades sociais e regionais. (Fonte: Assessoria)

Comentários Facebook
Leia mais:  ADOÇAR A VIDA: Escola Ramon Sanches faz campanha para arrecadar leite condensado que será doado ao Hospital do Câncer de MT
Continue lendo

Mato Grosso

Bombeiros encontram corpo de jovem desaparecido em cachoeira

Publicado

O corpo de Jefferson Freitas, de 25 anos, foi encontrado na manhã desta segunda-feira (14) por volta das 10h30, na cachoeira Cascata dos Namorados, em Vila Bela da Santíssima Trindade.

Vítima estava desaparecida e era procurada pelos bombeiros.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros buscas eram realizadas no local desde domingo (13), quando o jovem desapareceu. Testemunhas disseram que a vítima tomava banho na lagoa na companhia de amigos, quando resolveu ir até a cabeceira da cachoeira para tirar fotos, enquanto nadava foi sugado por um redemoinho. Um dos amigos,  tentou resgatar Jefferson, mas ele afundou e não foi mais visto.


A vítima nadava na Cascata dos Namorados, quando desapareceu.

A perícia compareceu ao local e constatou a morte por afogamento. O corpo foi encaminhado para a Perícia Oficial e Identificação Técnica (POLITEC) de Pontes e Lacerda. Jefferson Freitas, deverá ser velado em enterrado em Tangará da Serra.

 

Comentários Facebook
Leia mais:  ADOÇAR A VIDA: Escola Ramon Sanches faz campanha para arrecadar leite condensado que será doado ao Hospital do Câncer de MT
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana