conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Política MT

Reunião entre ouvidora e Politec resulta em melhoria no atendimento na Assembleia

Publicado

Foto: HELDER FARIA / ALMT

Há pouco menos de um mês ocupando o cargo de ouvidora-geral da Assembleia Legislativa, a servidora Uecileny Fernandes, a Leninha, começa a mostrar os primeiros avanços para o setor. Recentemente, ela vem se reunindo com as diretorias dos órgãos que prestam serviços ao Espaço Cidadania, com o propósito de ampliar o serviço prestado pelo Poder Legislativo, e consequentemente, ouvir sugestões e buscar alternativas para melhorar o desenvolvimento das ações junto a população em geral.

Essas metas fazem parte da estratégia de trabalho da ouvidora, que foca esforços para a melhoria da produtividade e da qualidade do setor. "Estamos buscando este objetivo, focando na maior satisfação interna e externa, pois as duas vias ganham que sustentam a relção de confiabilidade que a Ouvidoria-Geral passa" justifica ela.

Na reunião desta quinta-feira (08), Leninha recebeu a visita da Diretoria da Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec), para compilar as reivindicações com o objetivo de melhorar o acesso da população, entre a principal, a aquisição do kit de biometria, o órgão que atua no Espaço Cidadania da ALMT com a emissão de documentos de registro geral (RG) – e segunda-via do mesmo.

“Nossa meta é estreitar os trabalhos entre a Assembleia eos órgãos que prestam serviços aqui dentro, como a Politec, Defensoria Pública e Procon. Estou me inteirando da demanda  da Ouvidoria-Geral com dedicação exclusiva, para melhor atender ao cidadão que nos procura”, revelou ela.

Durante o encontro desta quinta-feira, a diretoria da Politec solicitou a implantação do kit biometria no setor para facilitar e agilizar seus serviços.

“Conversamos sobre o atendimento da Politec na Casa e, aproveitamos o momento para pedir a aquisição do kit biométrico. Com isso, vamos proporcionar a modernização desse serviço”, disse o diretor -geral da Politec, Reginaldo Rossi do Carmo. Atualmente somente dois locais estão atendendo sem o kit biométrico, e um deles é a Assembleia Legislativa.

“Saímos muito satisfeitos da reunião, porque definimos nosso planejamento estratégico para tornar nosso ambiente melhor e poder levar esta melhoria à população, que é pra quem entregamos nosso produto. O serviço do kit biométrico precisa ser implantado na Casa, mas para isso necessitamos de investimento para estes equipamentos”, afirmou Rossi.

Na avaliação de Leninha, este é o pontapé para ações futuras, melhorando os serviços e o trato com a cidadania.

“O kit de biometria é um antigo anseio da Politec. É óbvio que esse avanço vai atingir todo, pois traz celeridade e eficiência em relação da capitação das relações”, apontou ela.

Além da ouvidora da Assembleia e do diretor-geral da Politec, também estiveram presentes na reunião, Ailton Machado (diretor de Identificação, Luis Carlos Shibassaki de Figueiredo (diretor Metropolitano de Criminalística), Alessandra Cuertas (diretora-geral adjunta) e Ana Eliza Seba (ouvidora-geral da Politec). O Espaço Cidadania esteve representado pela gerente Rosinéia Mônaco de Jesus.

Comentários Facebook

Política

Para quem ignora vacina, Governador avisa. “Uma hora pode dar m…”

Publicado

O governador Mauro Mendes (União Brasil) criticou parte da população que não completou o esquema vacinal contra a Covid-19. Para ele, a insistência negacionista pode “dar merda” para as pessoas, levando-as à internação e até mesmo à morte.

Segundo levantamento feito pela Secretária de Estado de Saúde e divulgado na terça-feira (28), dos 101 pacientes que estão internados pela Covid-19, em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de Mato Grosso, 91% não completaram o esquema de vacinação.

“Essas pessoas fizeram a opção de correr risco. Se você corre o risco, uma hora dá merda. E deu merda para essas pessoas, e pode dar a todas aquelas que continuarem insistindo nessa bobagem de não querer tomar vacina”, disse o governador à imprensa.

CÍNTIA BORGES E VITÓRIA GOMES
Mídia News

Continue lendo

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana