conecte-se conosco


Carros e Motos

Recordista de recalls no Brasil é carro de R$ 1,2 milhão

Publicado


source
Mercedes
Divulgação

Mercedes-Benz Classe G 63 AMG é o jipe mais bruto e potente da sua categoria. Mas anda com alguns problemas

Um levantamento realizado pelo aplicativo Papa Recalls com base em dados do 1º semestre deste ano aponta que o utilitário Mercedes-AMG G 63, que é avaliado em R$ 1,2 milhão na tabela Fipe, foi o modelo com maior número de recalls no mercado brasileiro.

De acordo com o aplicativo, que alerta o motorista se o automóvel cadastrado tem algum chamado para recalls , os proprietários do 4×4 de luxo foram convocados para correção de defeitos nas portas dianteiras, turbocompressor, módulo de travamento diferencial traseiro e trava de segurança infantil traseira.

Os três primeiros lugares entre as marcas que mais realizaram campanhas para a substituição de peças defeituosas foram ocupados por Mercedes Benz (seis), BMW (quatro), Porsche (quatro) e Fiat (três). Juntas, responderam por metade de todos os chamados.

No caso da BMW e Fiat, um dos chamados de cada montadora foram direcionados para a troca de airbags defeituosos em seus recalls . “No primeiro semestre de 2020, esse dispositivo de segurança esteve presente em 8 convocações diante de um total 34 ações de recall, envolvendo 7 montadoras”, destacou Vinícius Melo, CEO do Papa Recall .

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros e Motos

Ferrari 488 GTE também ganha kit da linha Lego Technic

Publicado

por


source
Ferrari 488 GTE vira kit da linha Lego Technic
Divulgação

Ferrari 488 GTE vira kit da linha Lego Technic com 1.677 peças e com pequeno motor elétrico que o faz se mover


Depois de anunciar o lançamento de um kit do McLaren Senna GTR , a Lego apresentou outra novidade ligada ao mundo automotivo para a sua linha Technic, que reúne os “brinquedos” mais complexos e com componentes funcionais produzidos pela fabricante. Trata-se de de um reprodução da Ferrari 488 GTE com o tema do carro 51 da equipe italiana AF Corse. O produto chega em janeiro ao mercado.


A Ferrari 488 de Lego reproduz o carro real nos mínimos detalhes, incluindo os adesivos com as marcas dos patrocinadores. Composto por 1.677 peças, o kit tem 48 cm de comprimento e é voltado para entusiastas maiores de 18 anos. De acordo com a Lego, este é o primeiro produto da linha Technic a levar o logo da tradicional marca italiana.

A 488 GTE Evo é uma das versões de competição do modelo 488 de rua, trazendo além de um kit aerodinâmico exclusivo a suspensão com componentes exclusivos, novos sistemas eletrônicos e o motor V8 biturbo retrabalhado com novos pistões, turbos e outros componentes de competição para desenvolver por volta de 600 cv de potência.


O carro 51 da AF Corse foi o vencedor na categoria LMGTE Pro das 24 Horas de Le Mans do ano passado, quando foi guiado pelo italiano Alessandro Pier Guidi, pelo britânico James Calado e pelo brasileiro Daniel Serra. Na edição deste ano da tradicional prova automobilística francesa, o mesmo trio da 488 número 51 ficou com a segunda colocação em sua categoria.

Ferrari 488 GT Modificata

Ferrari 488 GT Modificata
Divulgação

Ferrari 488 GT Modificata tem itens exclusivos e motor capaz de render 700 cavalos de potência


A Ferrari apresentou recentemente a 488 GT Modificata, que estreia trazendo elementos mecânicos (como freio e suspensão) desenvolvidos originalmente para a 488 GTE e também para a 488 GT3, mas sem as amarras criadas pelo regulamento das provas de Endurance.

De acordo com a marca, o motor V8 biturbo ganhou novos componentes e uma programação eletrônica exclusiva para desenvolver 700 cv. Outros destaques da 488 GT Modificata são o V-Box combinado a um sistema de telemetria desenvolvido pela Bosch e a possibilidade de personalizar o interior e o exterior do modelo.

Criada apenas para uso em autódromos, a Ferrari 488 GT Modificata terá produção limitadíssima e só poderá ser adquirida por pilotos que participaram de eventos do Competizioni GT e do Club Competizioni GT.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Projeto de lei quer isentar carro importado de imposto

Publicado

por


source
BMW M8 Gran Coupé Competition
Divulgação

BMW M8 Gran Coupé Competition é um dos modelos importados que tem preço nas alturas por causa de impostos e da alta cotação de dólar


O Projeto de Lei nº 5.221/2020, que tramita atualmente na Câmara dos Deputados, promete mexer com o preço dos carros de passeio importados vendidos no Brasil. A proposta, de autoria do deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) prevê que esses veículos fiquem isentos da cobrança do imposto de importação até 31 de dezembro de 2022.


Na justificativa do projeto, o parlamentar destaca que o objetivo da medida seria auxiliar o reaquecimento do segmento de venda de carros importados , que segundo Miranda “que tem sofrido não só com o encolhimento da economia, mas também com a alta do dólar”

Atualmente, apenas modelos produzidos nos países do Mercosul e no México se beneficiam da isenção da alíquota de importação, por conta de acordos comerciais que também permitem a exportação de automóveis feitos no Brasil sem a taxação. Para os carros produzidos em outras nações, a aliquota é de até 35%.

Em abril, com importadores impactados pela pandemia, a Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores), chegou a protocolar junto ao governo federal um pacote de propostas que pedia a redução do imposto de importação para 20%. De lá para cá, o segmento acompanhou a retomada do restante do mercado. Mas de acordo com a entidade, que reúne os importadores de veículos, a instabilidade cambial ainda é um fator dificulta trazer produtos importados em volumes maiores.

Números do mercado

importados
Divulgação

importados estão com queda de 21% nas vendas em 2020 em relação ao ano passado, segundo a Abeifa


No acumulado do ano de janeiro a outubro, as 15 marcas de automóveis filiadas à Abeifa registraram o licenciamento de 22.472 automóveis importados no País.

Queda de 21% em relação aos 28.451 veículos  importados registrados no mesmo período de 2019. Resultados negativos, mas ainda melhores que os do segmento automotivo como um todo. Segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), até outubro o mercado de automóveis registrava 1.243.411 emplacamentos. Queda de 32,78% na comparação com o período entre janeiro e outubro do ano passado.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana