conecte-se conosco


Tangará da Serra

Rapaz morre após bater motocicleta em porteira no Distrito de São Jorge

Publicado

Um rapaz de 21 anos, morreu na noite desta terça-feira (11), depois de bater a moto que pilotava contra uma porteira, no Distrito de São Jorge, em Tangará da Serra.

Maycon Douglas Gonçalves Mendes, pilotava a motocicleta, quando perdeu o controle da direção e bateu contra uma porteira. Com o  impacto o jovem sofreu um afundamento de crânio, vindo a óbito no local. A batida foi tão forte que parte da porteira também danificou. A moto do rapaz ficou parcialmente destruída.


Como não há testemunhas do acidente, os peritos criminais foram até o local para investigar o que teria feito o rapaz perder o controle da moto. O laudo deve ficar pronto em 30 dias e será incluído no inquérito policial.

 

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Homem é preso por desacato, após ser flagrado urinando no bairro Monte Líbano

Saúde

Auditoria em contrato da saúde de Tangará resulta em restituição ao erário e multas

Publicado

Restituição de R$ 11.857,50 aos cofres públicos municipais, aplicação de multas que totalizam 52 UPFs, além de diversas determinações e recomendações à atual gestão. Esse foi o resultado do julgamento, nesta semana, pelo Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso, da Auditoria de Conformidade (Processo nº 139580/2016) realizada pela Secex de Saúde e Meio Ambiente na Prefeitura de Tangará da Serra.

A auditoria teve por finalidade analisar os atos de gestão da Prefeitura de Tangará da Serra, sob a gestão de Fábio Martins Junqueira, no que diz respeito aos serviços médicos oferecidos à sociedade local. O objeto do trabalho foi a execução financeira do contrato nº 147/ADM/2014 e os pagamentos realizados a médicos plantonistas do Hospital Municipal de Tangará e SAMU, no período de janeiro a junho de 2016. O contrato foi celebrado entre o Município de Tangará e a empresa Sociedade Médica Vida & Saúde com a finalidade de oferecer prestação de serviços médicos hospitalares.

Pelo pagamento de remuneração acima do teto constitucional aos médicos intervencionistas/plantonistas, foi determinada restituição ao erário de R$ 11.857,50, em valores atualizados, pela então chefe do Departamento Pessoal da Prefeitura, Miriam de Oliveira. A data do fato gerador foi estabelecida em 30/6/2016.

Acompanhando o relator do processo, conselheiro interino João Batista Camargo, o Tribunal Pleno decidiu excluir a responsabilidade imputada à Sociedade Médica Vida & Saúde, em razão da reparação do dano por ela realizada. A auditoria apontou superfaturamento nos procedimentos, com prejuízos ao município avaliados em R$ 19.034,04. No entanto, em 19/01/2017, a empresa se antecipou ao julgamento da auditoria e ressarciu os cofres públicos.


 

Leia mais:  Prefeitura promove vistoria em calçadas e aplica multas por irregularidades

 

Fonte:Tribunal de Contas MT

Comentários Facebook
Continue lendo

BemRural

Tangará da Serra ocupa a 7º posição em ranking de municípios com maior PIB de MT

Publicado

Um levantamento divulgado nesta sexta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que 41,13% de toda a economia mato-grossense em 2017, foi gerada por Cuiabá, Rondonópolis, Várzea Grande, Sorriso e Sinop.

O PIB de Mato Grosso chegou a R$ 126,8 bilhões, o que corresponde a uma alta de 2,42% na comparação com 2016, que foi de R$ 123,83 bilhões. Segundo o portal Enfoque Business em Tangará da Serra, o PIB apurado foi de R$ 3.014.931.040, representando um crescimento de apenas 1,5% em relação ao PIB do ano anterior, que foi de R$ 2,969 bilhões.

Foto:RS Imagens

O PIB de 2017 de Tangará da Serra está setorizado no Comércio e Serviços (R$ 1,364 bi, sendo este o principal setor da economia local, com 45% de participação), Administração e Setor Público (R$ 558,9 milhões), Indústria (R$ 423,4 mi), Agropecuária (R$ 298,7 mi) e Impostos e Subsídios (R$ 369,3 mi). Abaixo, tabela e gráfico elaborado pelo Enfoque Business desta divisão por setor.

Pela ordem, os 10 municípios com maiores PIBs em 2017 foram:

  • Cuiabá: R$ 23,3 bilhões
  • Rondonópolis: R$ 9,5 bilhões
  • Várzea Grande: R$ 7,8 bilhões
  • Sorriso: R$ 5,7 bilhões
  • Sinop: R$ 5,6 bilhões
  • Lucas do Rio Verde: R$ 3,7 bilhões
  • Primavera do Leste: R$ 3,4 bilhões
  • Tangará da Serra: R$ 3 bilhões
  • Campo Novo do Parecis: R$ 2,9 bilhões
  • Nova Mutum: R$ 2,7 bilhões
Leia mais:  Vítimas de acidente na BR-364, eram colegas de trabalho e moravam em Tangará da Serra

 

 

 

***Com informações G1/EnfoqueBusiness

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana