conecte-se conosco


Água

Racionamento: 30 pessoas já foram multadas e outras 100 notificadas por desperdício de água em Tangará da Serra

Publicado

Três anos após a crise hídrica que deixou o município à beira de um colapso, a situação continua preocupante e o racionamento de água é mantido em Tangará da Serra.

A estiagem de 120 dias, secou o Rio Queima-Pé, de onde o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAMAE) faz a captação para o sistema que abastece uma população de 103,7 mil habitantes (IBGE). Para conter o desperdício de água, 30 pessoas já foram multadas e outras 109 notificadas no município. Conforme o diretor do Samae, os fiscais atuam primeiro notificando e a multa só é aplicada em caso de reincidência. “Temos mantido a fiscalização. Sempre que recebemos uma denúncia mandamos uma equipe para fazer vistoria no local. Quando há provas em vídeos e fotos fazemos a notificação por escrito para o morador. Após o decreto de racionamento, a pessoa que é flagrada desperdiçando água pode ser multada”, disse Wesley Lopes Torres.

Desperdício de água gera multa em Tangará da Serra.

 

As chuvas dos últimos dias até ajudaram a amenizar a preocupação, mas o quadro ainda é considerado crítico, e não é possível prever, quando a distribuição será normalizada. Com o Rio Queima-Pé seco, a concessionária está captando água de reservatórios emergenciais abertos no mês passado, e consequentemente, o abastecimento segue comprometido.


Até que o reservatório não atinja o nível aceitável para abastecimento integral, o Plano Estratégico Racional de Distribuição de Água Tratada, com alternância de fornecimento nas regiões abastecidas pela Estação de Tratamento (ETA) , permanece como estratégia para amenizar o impacto, e evitar o risco de um novo desabastecimento de água, a exemplo da crise hídrica enfrentada em 2016.

Leia mais:  Outubro fecha com 5.249 reclamações junto ao Procon-MT; energia elétrica representa 39%

 

Comentários Facebook

Água

Com retorno das chuvas, SAMAE confirma fim do racionamento

Publicado

Após cerca de 70 dias de racionamento e o fim da estiagem severa que assolou a região, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE) confirmou na manhã desta quinta-feira (21) a volta da normalidade no abastecimento em Tangará da Serra.

Foto: Sérgio Roberto

Por outro lado, Wesley Lopes Torres destacou que a crise no abastecimento foi amenizado pelo sistema de reservação da Estação de Captação, Tratamento e Distribuição de Água, que além das lagoas na área da ETA Queima Pé, incluem duas represas à montante, em propriedades particulares, porém com operacionalização do SAMAE.

Ainda segundo o diretor da autarquia, o município licitará ainda este ano as obras de captação e adução de água do rio Sepotuba, com investimento inicial viabilizado com recursos próprios já no início de 2020.


 

 

 

 

Fonte:EnfoqueBusiness

Comentários Facebook
Leia mais:  Bolsonaro defende mudança na lei do teto dos gastos, afirma porta-voz
Continue lendo

Água

Nível do Rio Queima-Pé sobe um metro e meio após chuvas em Tangará da Serra

Publicado

As chuvas dos últimos dias contribuíram para o aumento do volume do Rio Queima-Pé na região de Tangará da Serra.

Iniciado em 16 de setembro, o racionamento adotado pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAMAE), completou dois meses no sábado (16.11). No fim de semana, o Samae avaliou o nível do reservatório e os técnicos constataram que a água subiu cerca de 1,5 metro. Ainda não foi decretado o fim do Plano Estratégico Racional de Distribuição de Água Tratada no Período de Seca, até que haja uma análise concreta, a alternância de fornecimento nas regiões abastecidas pela ETA Queima-Pé, permanecem com o sistema de racionamento para ponderar o consumo. Os bairros abastecidos por poços artesianos não estão submetidos ao escalonamento.


Com a determinação de racionamento, 27 usuários foram multados por desperdício e outros 109 receberam notificação. Conforme a autarquia a medida foi necessária para sensibilizar a população sobre o uso racional de água na cidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Bolsonaro defende mudança na lei do teto dos gastos, afirma porta-voz
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana