conecte-se conosco


Mato Grosso

Quarta-feira (12): Mato Grosso registra 69.085 casos e 2.264 óbitos por Covid-19

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (12.08), 69.085 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 2.264 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. 

Foram registradas 1.941 novas confirmações de coronavírus no Estado. Dos 69.085 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 20.466 estão em monitoramento e 46.355 estão recuperados. 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 307 internações em UTIs públicas e 279 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 79,42% para UTIs adulto e em 31,56% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (14.470), Várzea Grande (5.523), Rondonópolis (4.276), Lucas do Rio Verde (3.490), Sorriso (3.276), Tangará da Serra (3.037), Sinop (2.517), Primavera do Leste (2.174), Nova Mutum (1.649) e Campo Novo do Parecis (1.339). 

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria. Para acessar o Painel Interativo da Covid-19 em Mato Grosso, clique aqui.

O documento ainda aponta que um total de 62.964 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 2.869 amostras em análise laboratorial. 

Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Na última terça-feira (11), o Governo Federal confirmou 3.164.785 casos da Covid-19 no Brasil e 104.201 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 103.026 óbitos e 3.109.630 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. 

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou a atualização desta quarta-feira (12).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Deputados aprovam mudança nas regras de aposentadoria dos servidores públicos

Publicado

por


.

Parlamentares aprovaram na tarde desta quarta-feira (12.08) a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 06/2020, que prevê mudanças nas regras das aposentadorias dos servidores públicos estaduais. Por 16 votos a 8 votos, o novo texto passará a valer após a promulgação.

Após seis meses de análise pela Casa de Leis, a proposta foi aprovada com oito emendas de autoria das lideranças partidárias.

Para o deputado Faissal Calil, a proposta foi amplamente discutida. “A reforma deve ser para todos. Acho que é um remédio amargo, mas cada um tem que se doar um pouco nesse momento, sabemos que as contas não batem e trabalhamos de forma árdua junto com o governo”, afirma, sobre o diálogo para a formulação das emendas.

Emendas

Os servidores da Polícia Civil, agentes socioeducativos e penitenciários passam a se aposentar com o total da última remuneração, e com a idade mínima de 50 anos, para ambos os sexos. Conforme a emenda nº 36, para a aposentadoria, essas categorias deverão ter 30 anos de carreira, sendo 20 em atividade de segurança para os homens, e 25 anos de trabalho, sendo 15 na segurança, se for mulher.

Já a emenda nº 103, prevê que os ocupantes dos cargos das carreiras da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec-MT) que tenham ingressado na respectiva carreira até a data da entrada em vigor da reforma, poderão se aposentar como profissionais da segurança, com direito a integralidade (aposentar com o valor do último salário), e a paridade (que significa receber os reajustes salariais equivalentes aos dos servidores ativos).

O servidor público estadual com deficiência que tenha ingressado no serviço público em cargo efetivo até 31 de dezembro de 2003, terá o valor da sua aposentadoria integral, com base na última remuneração, e também receberá o reajuste anual, o que torna o benefício paritário. A regra foi inserida pela emenda nº 16.

Qualquer servidor público que eventualmente trocar de cargo público, por aprovação em novo concurso, não terá quebra de vínculo com o serviço, desde que o prazo entre a exoneração do cargo anterior e a posse no novo cargo não exceda 30 dias.

Os membros do Poder Judiciário e do Ministério Público, que ingressaram na respectiva carreira até 16 de dezembro de 1998, poderão se aposentar aos 53 anos, com 35 anos de trabalho se homem, e 48 anos, com 30 de trabalho se for mulher.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Série semanal de lives traz reflexões para o Dia Internacional da Juventude

Publicado

por


.

Celebrado anualmente em 12 de agosto, o Dia Internacional da Juventude é a inspiração para o tema da programação online do Museu de Arte Sacra de Mato Grosso (MASMT). Na série de lives semanais, o equipamento cultural da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) convida representantes e pesquisadores sociais para refletir sobre os jovens e seu papel diante da pandemia, patrimônio, democracia e direitos. 

As transmissões ocorrem às 19h, nas redes sociais do Museu de Arte Sacra. O quadro Você Sabia? e Contos da Minha Cidade complementam a programação.

Quinta-feira (13.08): Juventude e pandemia

O estudante universitário e conselheiro estadual de educação, Daniel Vitor Pereira, vai falar sobre a situação atual da juventude mato-grossense em meio à pandemia, e dos reflexos nas áreas  de educação, cultura e espaços de vivências. 

Sexta-feira (14.08): Juventude e patrimônio cultural – uma discussão a partir do grafismo urbano

Durante a live, a doutora em sociologia, Joyce Louback, vai discutir  como os jovens assumem o protagonismo na discussão sobre o direito à cidade, a partir da prática do grafismo urbano e de noções de patrimônio cultural. Professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Joyce conversará também sobre como o Estado dialoga com a escrita urbana, que ora é considerada legítima, ora clandestina.

Sábado (15.08): Juventude e democracia

Pedro Henrique Ferreira Marques, advogado, professor e presidente da Comissão da Jovem Advocacia da OAB/MT, trata da necessidade de defesa da Constituição e da Democracia pela juventude. Para o convidado, ma sociedade engajada na luta pela democracia avança no sentido oposto ao totalitarismo e à desigualdade social.

Curso de Extensão

Embora com atendimento suspenso ao público, o Museu de Arte Sacra tem utilizado várias ferramentas para levar à população a importância da preservação da sua memória e bens culturais. Sua mais recente ação é a oferta do curso de extensão de Educação Patrimonial e Novas Tecnologias, na modalidade Ensino à Distância (EAD).   

O curso visa promover a capacitação de agentes para a identificação, preservação e divulgação do patrimônio cultural de Mato Grosso com o desenvolvimento de projetos em um ambiente mediado pelas tecnologias de informação e comunicação (TIC). 

Com carga horária de 60 horas e certificação emitida pela Universidade Federal de Mato Grosso, a capacitação já está com inscrições encerradas devido ao preenchimento das 100 vagas disponíveis.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana