conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Mato Grosso

Programa Recytec fará descarte adequado de lixo eletrônico dos órgãos públicos estaduais

Publicado


O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), vai instalar o Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC). O espaço vai ser implantado na Escola Técnica de Cuiabá, com o objetivo de fazer a reciclagem e o descarte ambientalmente adequado de equipamentos eletrônicos inservíveis para os órgãos e entidades do poder público.

O decreto nº 1.336 que institui o Programa de Recondicionamento de Equipamentos Eletrônicos (Recytec) foi publicado no Diário Oficial nesta quarta-feira (30.03). Após limpeza, manutenção e substituição de peças e componentes, os equipamentos serão destinados para o atendimento de projetos de inclusão digital em escolas públicas, bibliotecas, e outras iniciativas de acesso à informação.

Conforme o secretário de Estado da Seciteci, Nilton Borgato, a secretaria é a responsável pela gestão do programa, que será desenvolvido em parceria com a ONG Programando o Futuro, que possui expertise no recondicionamento de equipamentos e na prática de políticas de logística reversa.

Já foram garantidos pela ONG cerca de R$ 2 milhões em recursos, junto ao Ministério das Comunicações, para a implantação do espaço. As atividades serão supervisionadas pelas Superintendências de Projetos e Captação de Recursos, e de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação da Seciteci.

Além de garantir o acesso da população à tecnologia e equipamentos de informática recondicionados, o Recytec também tem o compromisso de assegurar a oferta de cursos de qualificação profissional nas áreas de Tecnologia da Informação (TI), além de fomentar a pesquisa, inovação e desenvolvimento de soluções nas áreas de ciência e tecnologia.

O descarte ambientalmente correto do lixo eletrônico, também conhecido como logística reversa de eletrônicos, será outro dos principais objetivos do Recytec, evitando o descarte incorreto no meio ambiente. A proposta é ampliar o alcance do CRC, envolvendo a participação dos municípios e o engajamento da sociedade. Uma das ideias é promover a realização de campanhas de conscientização ambiental, em paralelo às ações da Seciteci no interior do Estado.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Cidades

Mato Grosso tem a 4ª gasolina mais barata do país

Publicado

Mato Grosso tem o 4° preço mais barato do litro da gasolina no país, com R$ 6,99. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta terça-feira, 21.

O estado ficou em 16° lugar no ranking comparativo de maiores valores registrados do preço do combustível.

O valor em Mato Grosso está abaixo do preço médio do litro da gasolina no país, que ficou em R$ 7,232 na última semana. Os dados são referentes aos dias 12 a 18 de junho.

O preço médio mais alto foi verificado na Bahia (R$ 8,037). O maior valor cobrado foi encontrado foi no Rio de Janeiro (R$ 8,990). Já o menor foi registrado em um posto de São Paulo (R$ 6,170).

Em Mato Grosso, o preço mínimo registrado foi R$ 6,30 o litro. Como foi feita entre os dias 12 e 18 de junho, a pesquisa da ANP ainda não reflete totalmente o último reajuste anunciado pela Petrobras nas suas refinarias.

G1/MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana