conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Política MT

Programa Palavra Literária conta a história de Santiago Santos

Publicado


Foto: DIVULGAÇÃO / ASSESSORIA

Escritor, tradutor e jornalista, Santiago Santos é o entrevistado do quarto episódio da segunda temporada do programa “Palavra Literária”, que vai ao ar neste sábado (9), na TV Assembleia (canais 30.1 e 30.2), às 12h30 e às 18h30. 

Natural de Blumenau (SC), Santiago mora em Cuiabá desde criança e a cidade é tema de algumas de suas publicações, como o livro “Água Não Tem Galho”, lançado em 2020, em que escreve em conjunto com mais quatro escritores. “A ideia era desenhar um retrato da Cuiabá contemporânea. O livro começa com os personagens crianças e vai até a velhice”, conta.

Uma referência à capital mato-grossense também é feita no livro “Baguncinha”, que será lançado em breve e reúne 40 dos cerca de 450 contos publicados em seu site, www.flashfiction.com.br, onde publica drops literários desde 2013. O título faz alusão à “bagunça” gerada pela reunião de histórias de diferentes gêneros e também a um lanche tradicional de Cuiabá, que leva o mesmo nome.

Para Santiago, o “Palavra Literária” tem feito um importante trabalho de catalogação e apreciação das autoras e autores de Mato Grosso. “Nós temos alguns gigantes adormecidos aqui na terra, conhecidos por poucos, lidos por poucos, e muita gente nova propondo projetos bacanas com pouca visibilidade. Nada mais significativo do que uma emissora pública direcionar os holofotes para este nosso recanto literário. Escrever é sempre uma atividade solitária, ler é uma atividade solitária, e qualquer meio de conectar leitores e livros que não estão sendo propagandeados aos quatro cantos ou adaptados para Netflix é não só louvável, mas fundamental para mitigar um pouco o bombardeamento midiático e abrir os olhos para o que é feito na miúda pelos nossos vizinhos. Ainda mais quando a divulgação é feita com essa baita qualidade do Palavra Literária”, disse o escritor.

Seu primeiro livro, “Na Eternidade Sempre é Domingo”, foi lançado em 2016 e teve como inspiração a viagem que fez em 2014 para Bolívia e Peru. A obra é uma “aventura pé na estrada mitológica”, como o próprio autor classifica, e conta a história de uma mochileira escritora que sai de Cuiabá para ir até Machu Picchu, no Peru, e, antes de ir para essa viagem, recebe a visita de um espírito do início da civilização Inca, encarregado de contar para ela histórias esquecidas ou apagadas do seu povo. 

Publicado em 2018, o livro “Algazarra” é a primeira coletânea dos minicontos do site Flash Fiction. Além dos livros, Santiago também publicou ficção em diversas antologias, blogs, jornais e revistas, com destaque para a antologia “Fractais Tropicais: O Melhor da Ficção Científica Brasileira”, de 2018.

Apaixonado pela literatura desde a infância, Santiago Santos diz que tudo pode servir de inspiração para uma história, seja de forma consciente ou inconsciente. E para quem busca seguir a carreira de escritor, ele orienta: “Procure sua tribo. O que você gosta de escrever? Quem está fazendo isso no Brasil? Tente se aproximar dessas pessoas”. 

As reprises do programa “Palavra Literária” são transmitidas aos domingos (11h30 / 21h), terças (12h30 / 22h) e sextas-feiras (12h30 / 22h).

Fonte: ALMT

Comentários Facebook

Política

Para quem ignora vacina, Governador avisa. “Uma hora pode dar m…”

Publicado

O governador Mauro Mendes (União Brasil) criticou parte da população que não completou o esquema vacinal contra a Covid-19. Para ele, a insistência negacionista pode “dar merda” para as pessoas, levando-as à internação e até mesmo à morte.

Segundo levantamento feito pela Secretária de Estado de Saúde e divulgado na terça-feira (28), dos 101 pacientes que estão internados pela Covid-19, em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de Mato Grosso, 91% não completaram o esquema de vacinação.

“Essas pessoas fizeram a opção de correr risco. Se você corre o risco, uma hora dá merda. E deu merda para essas pessoas, e pode dar a todas aquelas que continuarem insistindo nessa bobagem de não querer tomar vacina”, disse o governador à imprensa.

CÍNTIA BORGES E VITÓRIA GOMES
Mídia News

Continue lendo

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana