conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Mato Grosso

Pró-Família é destaque em Encontro Nacional

Publicado

Nesta quinta-feira (08.11), o Programa Pró-Família foi apresentando pela secretária de Trabalho e Assistência Social de Mato Grosso, Monica Camolezi, durante o Encontro Nacional Intersetorial de Coordenadores do Programa Bolsa Família (PBF) e Cadastro Único. Participaram do encontro representantes dos Ministérios do Desenvolvimento Social, Educação e Saúde, e de 26 estados e do Distrito Federal.

A secretária abordou a estratégia utilizada para acolher no Programa famílias em situação de vulnerabilidade extrema. Para essa seleção, foram utilizados dados do Cadastro Único, Bolsa Família e a parceria do Programa Família Paranaense.

Lançado em 2017, o Pró-Família já atende 19.691 famílias, 3.077 profissionais que formam a rede que envolve agentes comunitários de saúde, assistentes sociais e psicólogos. O Programa transfere mensalmente R$ 2.323.800,00. Esse recurso chega às famílias para compra de alimentos e movimenta a economia local.

“O programa disciplina todas as estratégias de intersetoralidade e envolve efetivamente a saúde e outras áreas, não apenas a educação, além das instituições do terceiro setor. Desta forma, conseguimos acessar as famílias que estavam em situação de extrema pobreza”, explicou Monica Camolezi.

Como resultado, houve uma redução de 1,3% no índice de pobreza extrema em Mato Grosso. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2017. A metodologia aplicada foi elogiada e solicitada pelos demais estados.

A secretária informou que em breve será lançado um sistema que possibilitará a vigilância e o monitoramento das famílias que irão gerar dados estatísticos em tempo real de todos os municípios, realizando o georeferenciamento das famílias no estado.

No Encontro foi realizado o painel intersetorial que apresentou os impactos dos 15 anos do Programa Bolsa Família na erradicação da pobreza e do Cadastro Único como ferramentas de políticas sociais e a contribuição das Redes do Sistema Único de Saúde (SUS), do Sistema Único de Assistência Socia (Suas) e da Educação.

O Encontro Nacional e Intersetorial termina nesta sexta-feira (09), às 18h, no auditório do Mato Grosso Palace Hotel, na Rua Joaquim Murtinho, 170, no centro de Cuiabá. O evento é organizado pela equipe da Superintendência de Inclusão Social da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social de Mato Grosso (Setas-MT).

Comentários Facebook

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Cidades

Mato Grosso tem a 4ª gasolina mais barata do país

Publicado

Mato Grosso tem o 4° preço mais barato do litro da gasolina no país, com R$ 6,99. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta terça-feira, 21.

O estado ficou em 16° lugar no ranking comparativo de maiores valores registrados do preço do combustível.

O valor em Mato Grosso está abaixo do preço médio do litro da gasolina no país, que ficou em R$ 7,232 na última semana. Os dados são referentes aos dias 12 a 18 de junho.

O preço médio mais alto foi verificado na Bahia (R$ 8,037). O maior valor cobrado foi encontrado foi no Rio de Janeiro (R$ 8,990). Já o menor foi registrado em um posto de São Paulo (R$ 6,170).

Em Mato Grosso, o preço mínimo registrado foi R$ 6,30 o litro. Como foi feita entre os dias 12 e 18 de junho, a pesquisa da ANP ainda não reflete totalmente o último reajuste anunciado pela Petrobras nas suas refinarias.

G1/MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana