conecte-se conosco

  • powered by Advanced iFrame free. Get the Pro version on CodeCanyon.


Saúde

Prevenção e Detecção: exames de colo do útero e próstata serão entregues nesta terça e quarta

Publicado

Os exames preventivos e de diagnóstico precoce de câncer do colo de útero e próstata realizados no dia 05 de junho, a partir de uma parceria entre o Hospital do Câncer de Barretos e  Lions Clube, ficaram prontos e serão entregues nesta terça e quarta-feira (21), na sede do Clube, em Tangará da Serra.

Os exames devem ser retirados na sede do clube, localizado na Rua 22, nº486, Bairro Jardim Tangará II.

Para os exames de próstata, a triagem observou a faixa etária entre homens de 50 a 69 anos. Já os exames de colo de útero (papanicolau) foram destinados exclusivamente para mulheres com vida sexual ativa. O clube de serviços, mantém um convênio com o Hospital do Amor há cinco anos e em 2019 a meta é atender cerca de 600 pessoas com exames preventivos.


A triagem possibilitou a 50 mulheres e 40 homens os exames no ambulatório montado na carreta do Hospital do Amor, que esteve no município. De posse dos resultados, os pacientes que necessitarem de tratamento serão encaminhados. Mais informações, pelo Fone: (65)9. 9903-8910.

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeito recebe alta após cirurgia na coluna
publicidade

Saúde

Projeto em tramitação na ALMT quer proibir a utilização e comercialização de slime

Publicado

Foto: Sesc Garanhuns/Divulgação

 

Um projeto que tramita na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) quer proibir a comercialização de ‘slimes’ produzidos com bórax. O elemento químico é um dos ingredientes usados e, segundo o autor da proposta, o ácido bórico pode causar inchaço, vermelhidão e queimaduras no contato com a pele.

A utilização do produto químico bórax na confecção do slime pode comprometer a saúde das crianças. O slime é a massa colorida, de aspecto gosmento, que pode ser comprada em lojas ou produzida em casa.


O princípio ativo é uma concentração de 3% do ácido bórico e o produto antisséptico tem a venda proibida em alguns países, por conta de suas características tóxicas.

O projeto de lei, apresentado nesta semana pelo deputado Max Russi (PSB), visa proibir a utilização e comercialização desse tipo de brinquedo por conter essa substância, nociva à saúde das crianças.

O parlamentar alerta que os slimes são atualmente comercializados sem qualquer restrição, mesmo contendo componentes na fabricação como borato de sódio ou bórax.

Segundo ele, essa substância pode ser encontrada em produtos de limpeza domésticos e em âmbito industrial.

A água boricada, que pode ser usada no lugar do bórax para dar consistência gelatinosa à massa, também contém ácido bórico, mas em concentração mais baixa e considerada opção mais segura por pediatras.

A toxicidade do bórax no slime pode aumentar se o produto for combinado com outras substâncias químicas, como as presentes em corantes, amaciantes e cremes de barbear – ingredientes que também são usados em algumas receitas de slime. (Fonte: G1/MT)

Leia mais:  Com R$ 3 milhões a receber só na Saúde, município não esconde apreensão com crise no governo

Comentários Facebook
Continue lendo

Brasil

Unimed é reconhecida pelo 18º ano consecutivo como a mais lembrada no prêmio ‘Marcas de Confiança’

Publicado

Pela 18ª vez consecutiva,  os leitores da revista Seleções,  quando questionados sobre qual a marca de confiança em planos de saúde, apontaram a Unimed, como  favorita. O resultado é parte do Prêmio Marcas de Confiança e reconhece o desempenho do maior sistema cooperativo de saúde do mundo na categoria Assistência Médica. Os vencedores foram divulgados na última semana pelo veículo de imprensa. Desde que a pesquisa foi lançada, em 2002, a Unimed é a única ganhadora em seu segmento, com ampla margem para as demais concorrentes.

Foto: Joceval Boldrini Santos

Desenvolvido em parceria com o Instituto Datafolha, o prêmio coleta a opinião dos assinantes da revista Seleções e reconhece marcas, instituições, profissões, ONGs e personalidades que se destacam como as preferidas dos leitores do veículo. A Unimed obteve a preferência de 43% dos respondentes em sua categoria, acima da concorrente A (15%), concorrente B (6%) e concorrente C (5%).

O Sistema Unimed é composto por 344 cooperativas e detém 37% do mercado de saúde suplementar nacional, com 18 milhões de beneficiários e 115 mil médicos cooperados. Em Tangará da Serra, a Unimed Vale do Sepotuba, é composta por 148 médicos cooperados e atende 65 mil clientes diretos e indiretos, pela rede de cooperados e rede credenciada de prestadores.

“Há vários anos a Unimed tem focado em oferecer o melhor atendimento, além de resolver  e minimizar as dificuldades de nossos clientes, para isso, possibilitamos capacitações e treinamentos constantes, à nossa equipe. O reflexo deste empenho é que a Unimed Vale do Sepotuba, foi a primeira do estado a ter o selo ouro da ANS, ofertado a pouquíssimas operadoras do Brasil, que possuem mapeamento e aprimoramento constante de seus processos, visando o melhor atendimento sempre”, destaca o presidente da Unimed Vale do Sepotuba Dr. Ricardo Gonsales.

Leia mais:  Cinco são presos em casa usada para o tráfico de drogas

 

 

 

 

Sobre a Unimed


A Unimed, maior sistema cooperativo de saúde do mundo, possui 52 anos de atuação no mercado de saúde suplementar. A marca nasceu com a fundação da Unimed Santos (SP), em 1967, e hoje é composta por 344 cooperativas médicas, com assistência para cerca de 18 milhões de beneficiários em todo País. Entusiasta do movimento SomosCoop, da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), a Unimed conta com mais de 115 mil médicos, 120 hospitais próprios e 2.506 hospitais credenciados, além de pronto-atendimentos, laboratórios e ambulâncias para garantir a qualidade da assistência médica, hospitalar e de diagnóstico complementar prestada aos beneficiários das cooperativas. Sua marca é ratificada pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) como de alto renome por seu grande nível de conhecimento pelo público, autoridade incontestável e fama que ultrapassa os limites do segmento de saúde.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana