conecte-se conosco


Cidade

Prefeitura vai investir na implantação de superpostes nas margens da BR-070

Publicado

Depois de investir na melhoria do sistema de iluminação pública das principais avenidas de Campo Verde, a Administração Municipal vai investir na instalação de superpostes nas margens BR-070, na saída para a serra de São Vicente.

A ordem para a execução da obra foi dada pelo prefeito em exercício Milton Garbugio na manhã desta segunda-feira (22), que, acompanhado pelos secretários Fabiano Teruel (Obras e Viação) e Altair Donizete Restani (Desenvolvimento Econômico) esteve visitando o local onde será feita a melhoria.

Conforme explicou o prefeito em exercício, serão instalados 97 supertpostes em um trecho de aproximadamente 3 quilômetros da margem direita da rodovia, a partir do trevo com a MT-344 até o final do Distrito Industrial II.

Na margem esquerda serão implantados 29 postes, desde o trevo com a MT-344 até o final do Residencial Cuiabá. “Vamos investir ao todo cerca de R$ 540 mil de recursos próprios nessas melhorias que vão beneficiar, além dos moradores do Residencial Cuiabá, as empresas instaladas no Distrito Industrial e também os trabalhadores e todos que utilizam a rodovia”, disse o prefeito em exercício Milton Garbugio.

Conforme informou o secretário municipal de Obras e Viação Fabiano Teruel, as obras devem ser iniciadas entre 15 e 30 dias. “A partir de agora vamos providenciar a compra do material”, disse ele.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico Altair Donizete Restani, os recursos que serão aplicados na implantação dos superpostes podem resultar também em atração de investimentos. “Com melhor infraestrutura, o Distrito Industrial vai se tornar mais atrativo e novas empresas poderão querer se instalar em nossa cidade”, disse ele.

Leia mais:  Governo transfere mais de R$ 1 milhão aos Hospitais Filantrópicos

Pavimentação –No início desse ano o prefeito Fábio Schroeter entregou ao deputado federal Nelson Barbudo o projeto para a realização de obras de drenagem e pavimentação nas ruas do Distrito Industrial II.

A expectativa é que o parlamentar mato-grossense busque junto ao Governo Federal, os recursos necessários ou pelo menos parte dele. De acordo com o projeto, serão necessários cerca de R$ 15 milhões para que as obras possam ser executadas.


Fonte: AMM

Comentários Facebook
publicidade

Cidade

Tangará Shopping: Perícia poderá levar de uma semana a 30 dias

Publicado

Avaliação preliminar realizada pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (POLITEC) no local do desabamento ocorrido do Tangará Shopping, na tarde de ontem, confirma que houve colapso na estrutura física da cobertura do principal centro comercial de Tangará da Serra.

Segundo admitiu a direção do shopping, o motivo do sinistro foi a sobrecarga causada por acúmulo de material para substituição de telhas que, além do telhado, trouxe abaixo uma parede que sustentava a estrutura.

Motivo do sinistro foi a sobrecarga causada por acúmulo de material para substituição de telhas.

Já está em andamento um trabalho mais minucioso da perícia, que segundo a POLITEC poderá levar pelo menos sete dias. A redação, porém, apurou junto a uma fonte especializada que a perícia poderá demandar 30 dias ou mais, caso haja necessidade de exame de engenharia legal, o que exigiria profissionais de fora de Tangará da Serra, possivelmente da capital do estado.

Desabamento

O desabamento da cobertura ocorreu ontem, por volta das 16h30, na área onde está instalada a Lojas Americanas. No momento do acidente, vários clientes e funcionários estavam no local.

Duas pessoas ficaram feridas, sendo uma delas com fratura na clavícula e perda de dentes, além de escoriações. Outra vítima sofreu ferimentos leves.


Segundo informações da direção do Tangará Shopping, uma equipe que trabalhava na restauração do telhado empilhou cerca de 20 a 30 telhas a cada três metros em um único lado da cobertura, o que sobrecarregou um jogo de tesouras da estrutura, causando uma reação em cadeia nas demais sustentações e, assim, o desabamento.

Leia mais:  Professora de Contabilidade Pública da UnB estreia #ContabilizandoParcerias

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidade

SHOPPING: Troca de telhas teria provocado desabamento

Publicado

Uma troca de telhas teria sido a causa do desabamento do telhado da Lojas Americanas ocorrido na tarde desta terça-feira (30) no Tangará Shopping, em Tangará da Serra.

 

Segundo uma fonte da administração do centro de compras, o telhado cedeu em razão de uma sobrecarga. Uma equipe que trabalhava na restauração do telhado empilhou cerca de 20 a 30 telhas a cada três metros em um único lado da cobertura, o que sobrecarregou um jogo de tesouras da estrutura, causando uma reação em cadeia nas demais sustentações e, assim, o desabamento.

Telhado veio abaixo, causando ferimentos em duas pessoas e grande susto em clientes e funcionários.

Duas pessoas ficaram feridas, sendo uma delas com fratura na clavícula e perda de dentes, além de escoriações. Outra vítima sofreu ferimentos leves.


Ainda não há informações precisas sobre as investigações do grave acidente. Segundo apurou o Bem Notícias, autoridades deverão se pronunciar sobre o ocorrido a partir desta quarta-feira.

Comentários Facebook
Leia mais:  CFM regulamenta telemedicina no país; atendimento deverá ser gravado
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana