conecte-se conosco


Mulher

Porta transparente, pia pequena e mais: 8 banheiros que deram totalmente errado

Publicado

Fazer reforma em casa requer planejamento para que todos os espaços possam ser construídos corretamente. No entanto, às vezes, alguns erros podem acontecer e os projetos não saem do jeito que deveriam.

Leia também: De trono a guitarra: 6 vezes que a decoração do banheiro passou dos limites


banheiros que deram errado
Divulgação

Nem sempre o planejamento dá certo – e esses banheiros são a prova de que é preciso ter cuidado ao reformar o cômodo

Se você já passou por isso, tenha calma. Você não é o único que descobriu, do pior jeito, que não é sempre que a ideia inicial fica como o esperado. A prova disso? O Daily Mail
fez uma lista com alguns banheiros
que deram totalmente errado para mostrar que é preciso pensar em todos os detalhes com cautela e planejamento. 

Confira algumas imagens e saiba o que você não deve fazer ao reformar o cômodo – a não ser que você não se importe de usar o vaso sanitário com outra pessoa olhando.

1. Usar o vaso com… todo mundo olhando?


privada em um sala aberta
Divulgação

Eita! O vaso sanitário não está bem localizado

Esse é o primeiro caso de uma reforma que não deu certo. Pelo que podemos perceber, o vaso sanitário foi construído em um local aberto, sem nenhuma privacidade. Já imaginou usar esse “banheiro” com um monte de gente vendo? Surreal!

2. Pia do tamanho da mão


pia muito pequena
Divulgação

E essa pia do tamanho de uma mão? Estranha, né?

Lavar as mãos é essencial após usar o banheiro – mas, às vezes, essa tarefa pode ser um pouco difícil, principalmente quando a torneira é do tamanho de uma mão e não possui espaço suficiente para higienizá-la. 

3. Cuidado com a escova de dente!


pia junto com a privada
Divulgação

Uma rampa foi construída neste projeto

Nesse projeto, a pia foi construída com uma rampa diretamente para a privada. É preciso ter cuidado para não deixar os itens pessoais – como a escova e a pasta de dente – caírem dentro do vaso sanitário. A pessoa da foto, infelizmente, não teve muita sorte.

Leia também: 4 erros na decoração de casa que você comete sem perceber e como evitá-los

4. Como é que é?


vaso no meio de um refeitório
Divulgação

Já imaginou usar o vaso enquanto outras pessoas comem neste refeitório?

Já neste caso, por sua vez, o banheiro foi elaborado no meio do que parece ser um refeitório de uma escola infantil. A gente só espera que ninguém use o vaso enquanto outras crianças estiverem fazendo suas refeições.

5. Mais uma vez, nada de privacidade


porta de banheiro
Divulgação

Esse design não foi bem pensado

Aqui, a ideia de criar um design diferenciado na porta
não caiu nada bem. Isso porque a pessoa que está usando o local fica totalmente à mostra – e sem privacidade.

6. Caminhada até o papel higiênico


vaso longe do papel higiênico
Divulgação

Levantar para pegar o papel higiênico não é legal

Neste caso, o rolo de papel higiênico está muito longe da privada, o que faz a pessoa ter que levantar para pegá-lo, sendo totalmente inviável.

7. Impossível de usar


banheiro para cadeirante sem rampa
Divulgação

Esse banheiro ficou inacessível para cadeirantes

Este banheiro, projetado para cadeirantes, possui um muro na frente da porta, o que os impedem de usar o cômodo. Nesse projeto, faltou pensar na mobilidade e construir algo plano ou que tivesse, pelo menos, uma rampa.

Leia também: Banheiro sem graça? Confira 4 formas de redecorar o cômodo

8. Privacidade? Que nada!


banheiro com portas transparentes
Divulgação

No último da lista de banheiros, quem usar esse local não terá nem um pouco de privacidade

Para finalizar a lista de banheiros
mal estruturados, esse cômodo foi feito com uma porta um tanto quanto transparente. Em mais um caso, é possível ver do lado de fora a pessoa que está usando o vaso sanitário. Péssimo!

Comentários Facebook

Mulher

Após medida protetiva contra ex, Glamour Garcia é acusada de agressão por ele

Publicado

por


source

No começo do ano, Glamour Garcia entrou na Justiça conta o ex-namorado, o produtor de eventos Gustavo Dagnese . Ela o acusou de tê-la agredido em um restaurante no Rio de Janeiro e conseguiu uma medida protetiva contra ele. Agora, o produtor alega ter sido agredido pela atriz no mesmo dia em que teria agido com violência contra ela. 

Glamour Garcia
Reprodução/Instagram

Glamour Garcia é acusada de agressão pelo ex, contra quem tem uma medida protetiva

Glamour confirmou ao iG que precisou prestar depoimento na última segunda-feira (3), em uma delegacia em Marília, sua cidade natal no interior de São Paulo. A atriz disse que foi intimada a ir ao local e acreditava que teria alguma atualização do processo que move contra Dagnese, mas descobriu que está sendo acusada de agressão e injúria religiosa, por supostamente tê-lo arranhado e arrancado uma guia religiosa do pescoço do ex. 

“A intimação veio de uma acusação que ele fez em abril, de um episódio que aconteceu em janeiro, quatro meses depois. Um episódio que não confere com a realidade, é calunioso inclusive”, Glamour declarou. 

A atriz disse que prestou depoimento e negou as acusações do produtor de eventos. Na visão dela, essa foi uma atitude que Dagnese tomou para tentar intimidá-la. “É um ciclo vicioso de um relacionamento abusivo que ele tenta permanecer alimentando, mesmo depois de tanto tempo. É uma medida que ele tomou em um passado próximo para tentar me assustar e para fazer com que eu retirasse não só as queixas, mas também a medida protetiva que eu tenho contra ele em território nacional”, ela comenta. 

Glamour conseguiu na Justiça uma medida protetiva para e ela e sua família contra Dagnese, mas ele ainda não foi notificado e isso gera apreensão na artista. “Eu me sinto bastante preocupada, sinto que ele é um foragido, fico muito chateada de ele ainda não ter sido notificado. Espero que consigam autuá-lo e que a Justiça seja feita em relação à minha situação de vítima em misoginia, machismo, agressão domiciliar e tentativa de feminicídio”, a atriz conclui.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

18 mitos e verdades que você precisa saber sobre a amamentação

Publicado

por


source

Desde 1992, todo 1° de agosto é comemorado o Dia Mundial da Amamentação. A data é uma iniciativa da Aliança Mundial para as Ações de Aleitamento Materno, que busca promover a cultura dessa atitude de forma natural e desmistificar seus benefícios para a mãe e o bebê recém-nascido.

amamentação
Alto Astral

Confira mitos sobre a amamentação

Indispensáveis para o bom funcionamento do organismo da criança, que ainda está se adaptando aos meios externos, o leite materno é ideal para garantir o bem-estar dos pequenos. Além do valor sentimental do gesto, é a melhor opção nutricional, garantindo todas as vitaminas e sais minerais que o ajudaram a se desenvolver.

Portanto, o esclarecimento de dúvidas e, principalmente de mitos, são necessários tanto para o fim do preconceito quanto para mostrar às mães, pais e toda a família a importância desta ação para a vida do bebê.

Saiba mais sobre a amamentação, um gesto de amor

Conversamos com a especialista e enfermeira em maternidade da Medela, Priscila Preissler, e a neonatologista Clery Gallacci, para entender melhor sobre esse processo e suas consequências.

1. Quando a mãe retorna ao trabalho, é impossível continuar oferecendo leite materno ao bebê?

MITO! Após a licença maternidade, se for o desejo da mãe continuar amamentando, é possível manter a produção de leite. Atualmente, extrair a bebida é uma prática acessível que possibilita que a mulher retome suas atividades sem deixar de oferecer os benefícios do aleitamento. Uma dica é usar as bombas para extração. Elas podem ser utilizadas em qualquer lugar, pois são práticas, portáteis e imitam o padrão de sucção do bebê. O leite pode ser armazenado no refrigerador por 12 horas ou no congelador por até 15 dias.

2. Amamentar necessita de paciência?

VERDADE! Apesar de ser um ato natural, amamentar é uma ação que deve ser aprendida. Durante o processo, surgem vários questionamentos. São muitos os obstáculos que a mãe pode enfrentar durante a jornada, e é necessário paciência e força de vontade para vencê-los.

3. O bebê deve mamar a cada 3 horas?

MITO! Muitos profissionais ainda orientam que se ofereça o seio ao bebê a cada 3 horas, o que na prática gera dúvida. E se o(a) filho(a) chorar uma hora depois da mamada, a mãe deve ou não oferecer o seio novamente? Hoje, trabalha-se com o conceito de livre demanda para amamentação da criança, sem horários pré-estabelecidos, atendendo as necessidades calóricas e emocionais da criança, quando ele quiser, pelo tempo que ele quiser.


4. É normal o bebê ficar com fome muitas vezes por dia?

VERDADE! “Nos primeiros dias, o bebê deve mamar todas as vezes que chorar. Com o tempo, ele mesmo acertará os horários das mamadas. Provavelmente, ele vai querer mamar de oito a doze vezes em 24 horas, mas é normal. O leite materno é de fácil digestão e a criança pode ter fome após uma hora ou uma hora e meia da última mamada”, explica Clery.

5. As mães devem evitar a cafeína e cortar a bebida alcoólica?

VERDADE! Muitas substâncias e alimentos podem alterar a composição do leite. Deve-se evitar doses excessivas de cafeína, pois a substância pode deixar o bebê irritado e sem sono, e também de álcool, pois ele destrói as células nervosas, fazendo a criança ficar sem fome, levando ao baixo ganho de peso. Deve-se também evitar o tabagismo e tomar cuidado com o consumo de certos medicamentos.

6. Fatores externos e emocionais podem influenciar o gosto do leite?

VERDADE! “O período de 6 a 8 semanas após o parto, durante o qual o corpo sofre uma série de alterações para retornar ao estado como era antes da gestação, é uma fase em que a mulher necessita de apoio do companheiro e dos familiares. Porém, é necessário tomar cuidado com as informações e dicas que são passadas porque, às vezes, elas não são totalmente corretas”, comenta Priscilla.

7. É necessário oferecer chá ou suco para o bebê antes dos 6 meses para suprir sua sede

MITO! O aleitamento materno é responsável pela influência positiva na sobrevivência, na saúde e no desenvolvimento das crianças. Muitos efeitos positivos do líquido, como a proteção contra infecções, são mais evidentes se a amamentação for exclusiva nos primeiros meses de vida, pois a ação protetora contra diarreias e doenças respiratórias pode reduzir quando o recém-nascido recebe, além do leite, qualquer outro alimento.

8. Existem posições não indicadas para amamentar

VERDADE! Para amamentar, a mãe precisa estar em uma posição confortável e o bebê deve conseguir abocanhar toda a aréola, fazendo estímulo para a produção do leite. A criança deve estar virado de barriga para a mãe, que deve mantê-lo próximo ao seu corpo para que ele se organize neurologicamente e consiga coordenar a sucção com a deglutição de forma efetiva.

9. Amamentar ajuda a mulher a retornar ao peso de antes da gravidez?

VERDADE! O ato de amamentar estimula a produção de alguns hormônios que incentivam a contração uterina. Dessa forma, o útero volta mais rapidamente ao tamanho natural no pós-parto. Além disso, o gasto energético que a mãe tem durante a amamentação auxilia na perda de peso.


10. O aleitamento prejudica o seio da mulher

MITO! Com uma boa preparação e cuidados durante o pré-natal, é possível evitar as lesões nos mamilos. Porém, caso isso aconteça, é importante que a mulher vá até um serviço de saúde buscar orientações.

11. Bebê que mama no peito não precisa beber água?

VERDADE! O aleitamento materno exclusivo nos seis primeiros meses proporciona a esses bebês uma proteção importante contra infecções e colabora para um desenvolvimento neurológico melhor. Ele contém todas as proteínas, gorduras, carboidratos, água e vitaminas que a criança precisa.

12. Devem-se limpar as mamas a cada mamada

MITO! A higienização das mamas pode ser feita normalmente durante o banho diário.

13. Todas as mães podem doar leite?

VERDADE! Desde que a mãe deseje doar seu leite, ela pode se dirigir aos bancos e realizar os procedimentos recomendados.

14. Usar hidratante no mamilo facilita a amamentação?

MITO! Isso não é aconselhado. Aliás, está provado que o uso desses cremes pode até prejudicar, lesando o bico.


15. Meu peito rachou. Devo parar de amamentar?

MITO! Nunca interrompa antes de consultar um médico, uma vez que pode causar o empedramento da mama. Contudo, corrigir a causa do aparecimento do machucado é sempre indicado.

16. Não tenho bico para amamentar

MITO! Não importa como é o bico da mãe (plano, invertido, etc.), o bebê conseguirá ser amamentado se fizer a pega correta. Mas o uso do corretor de mamilos pode ajudar.

17. Prótese de silicone atrapalha a amamentação?

MITO! Nem implante de silicone, nem mamoplastia comprometem a produção de leite. A prótese de silicone precisa ser colocada atrás da glândula mamária ou atrás do músculo peitoral.

18. Amamentar deixa o peito caído?

MITO! Não há relação entre a amamentação e a flacidez.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana