conecte-se conosco


Mato Grosso

Policiais miram o alvo no 5º Torneio de Tiro do Gefron

Publicado

Sob sol forte e com tempo cronometrado, os policiais das forças de segurança estadual e federal, que participaram do 5º Torneio de Tiro do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), tiveram que se valer da técnica e boa pontaria para acertar os alvos, que nesta atividade eram objetos de metal instalados estrategicamente em três pistas. A dinâmica começava com tiro de pistola seguido de submetralhadora e fuzil.

Em cada circuito, o policial tinha uma distância a ser cumprida e ganhava mais pontos aquele que acertava o alvo em menor tempo. A competição teve categoria militar, praticantes do esporte de tiro e iniciantes. Os policiais competiram na categoria individual e em grupos. Em todas as categorias os participantes ganharam medalhas e os três primeiros lugares levaram também troféus.

A realização do 5º Torneio de Tiro abre as comemorações ao aniversário de 17 anos do Gefron, celebrado em 13 de março. O evento reuniu profissionais da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Marinha e do Exército Brasileiro.

O coordenador do Gefron, tenente-coronel PM José Nildo de Oliveira, disse que a atividade policial na fronteira exige técnica e a união das forças, por isso o torneio de tiro é um evento de confraternização, e ao mesmo tempo, de empenho operacional.

“O torneio é uma programação em homenagem aos 17 anos do Grupamento. Neste dia temos participantes de várias instituições, policiais e da sociedade civil organizada, que contribuem diretamente na atividade operacional na fronteira. É uma grande festa, em que podemos fortalecer cada vez mais a nossa integração”, destacou.

Leia mais:  MTI passa a ter representação judicial pela Procuradoria Geral do Estado

Com resultados expressivos no combate à criminalidade nos 983 km de fronteira Brasil e Bolívia, o Gefron tem sido uma força especializada que favorece a redução de índices criminais no estado, como tráfico de drogas, roubo e furto de veículos e descaminho. De janeiro a 20 de fevereiro, foi apreendida mais de meia tonelada de drogas. Ainda no mesmo período foram cumpridas quatro prisões por mandado judicial, apreensão de quatro armas e 134 munições.

“O Gefron é uma unidade que tem apresentando significativos resultados para a segurança pública e poder celebrar esta data de aniversário com a integração das forças que atuam na fronteira, é reafirmar a importância da união das unidades estaduais e federais no alcance da repressão aos crimes de fronteira”, enfatizou o secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Victor Paulo Fortes Pereira.

Uma das empresas parceira no torneio de tiro é a fabricante das armas Sig Sauer, que disponibilizou as pistolas 9 mm para o torneio. O Gefron foi a primeira unidade especializada no Brasil a ser apoiada pela multinacional, que fornece armamento para mais de 280 forças especiais em todo o mundo.

“A Sig Sauer é a maior fabricante de armamento do mundo. São 10 fábricas no mundo todo. Temos a tradição trabalhar junto com as forças especiais e atualmente apoiamos 280 forças policiais no mundo todo, a exemplo do Japão e Europa. No Brasil, nosso primeiro acordo no foi feito com o Gefron”, ressaltou o procurador da empresa no Brasil, Marcelo Silveira da Costa.

Leia mais:  Credenciais para cobertura da posse do novo governador e secretários já podem ser retiradas

O torneio foi realizado no Clube de Caça e Tiro Esportivo Pantaneiro, no município de Cáceres (a 234 km de Cuiabá). Participaram do evento representante do Ministério Público Estadual, Poder Judiciário e policias da região.

Mais comemorações

No próximo sábado (23.03), será realizado a 1º Corrida Kids do Gefron, na praça Barão do Rio Branco, também em Cáceres. Para os adultos, a 2º Corrida do Gefron – “O Desafio da Fronteira” será realizada a partir das 07h do dia 24 de março, na Praça de Eventos da Sicmatur, com o trajeto de 7 km.

Na categoria geral serão premiados os cinco primeiros lugares com valores de R$ 2 mil a R$ 500. Para mais informações consulte o site http://www.morromt.com.br

A programação de aniversário se encerra no dia 2 de abril, com a solenidade de Imposição de Medalha do Mérito Policial de Fronteira. Serão homenageadas 57 pessoas que contribuem para a atividade do Gefron.

Atividade operacional

O Gefron passou a operar na repressão aos crimes transfronteiriços em 13 de março de 2002. Os 140 policiais realizam patrulhamentos pelas rodovias, estradas vicinais, operações, barreiras fixas e volantes na repressão ao tráfico de drogas, contrabando e descaminho de bens e valores, evasão de divisas e roubos de veículos.


A base operacional do Grupamento fica no município Porto Esperidião. Outros pontos de fiscalização estão distribuídos na região do Matão (no município de Pontes e Lacerda), Vila Cardoso, Avião Caído (em Cáceres), Canil Integrado (Cáceres), além da sede administrativa que fica na Sesp, em Cuiabá.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Sema realiza encontro com especialistas em Táxon da UFMT

Publicado

por

Servidores da Sema se reuniram com especialistas em Táxon da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para discutirem sobre o levantamento de fauna em área de impacto de empreendimento e manejos de animais livres. O Táxon é a unidade utilizada na Biologia para ordenação e classificação dos seres vivos.

O encontro ocorreu na última semana e reuniu especialistas de diversas áreas como: Herpetofauna (estudo de répteis e anfíbios), Avifauna (conjunto de aves de uma região), Mastofauna (conjunto de Mamíferos existentes em uma região), Entomofauna (fauna constituída de insetos) e ecologia de comunidades aquáticas. 

A finalidade da reunião, que reuniu 16 especialistas e servidores, foi otimizar os procedimentos adotados pela Sema nas coordenadorias que fazem a autorização do licenciamento do manejo de fauna.


“A reunião é importante pois existem minúcias de cada Táxon que a gente tem que observar para que os relatórios emitidos pelas consultorias de empreendimentos estejam de acordo com os procedimentos da Sema. A Secretaria, enquanto órgão gestão, deve orientar empreendedores e empresas de consultorias a otimizar relatórios e o que observar em cada Táxon. Também é interessante para nos atualizarmos a respeito da metodologia e condutas de campo”, destaca a analista de Meio Ambiente Danny Moraes.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Servidores cedidos devem fazer atualização cadastral
Continue lendo

Mato Grosso

Três pessoas são conduzidas para delegacia por caça e pesca ilegal

Publicado

por

Fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) apreenderam 10 cacharas, 8,5 quilos de carne de jacaré, 1,9 quilo de carne de ave silvestre da espécie mutum, uma cutia e 2 armas de fogo, em Porto Alegre do Norte MT. A ação foi realizada em parceria com policiais militares da 2° Companhia Ambiental Sul de Rondonópolis.

A operação ocorreu nesta segunda-feira (24.06) no lago do Bosaipo as margens do rio Tapirapé. As cacharas tinham medidas máximas de 57 cm, e segundo a lei de pesca do estado de Mato Grosso os peixes da espécie só podem ser capturados se tiverem entre 83 cm e 112 cm.

Três infratores foram autuados e conduzidos para Delegacia de Polícia Judiciária Civil do município e devem responder por crime ambiental, pesca e caça depredatória e porte ilegal de arma de fogo.

Os peixes e as carnes apreendidas foram entregues na delegacia de polícia civil, que ficou responsável pela doação. Os infratores receberam multa de R$ 27,3 mil.

Regras da pesca

Embora esteja fora do período de defeso da piracema estadual, os pescadores profissionais e amadores precisam seguir algumas regras determinadas pela Lei Estadual nº 9.096/2009, que estabelece a proibição para uso de apetrechos de pesca como: tarrafa, rede, espinhel, cercado, covo, pari, fisga, gancho, garateia pelo processo de lambada, substâncias explosivas ou tóxicas, equipamento sonoro, elétrico ou luminoso. As medidas mínimas dos peixes constam na carteira de pesca do Estado e algumas delas são: piraputanga (30 cm), curimbatá e piavuçu (38 cm), pacu (45 cm), barbado (60 cm), cachara (80 cm), pintado (85 cm) e jaú (95 cm).

Leia mais:  Servidores cedidos devem fazer atualização cadastral

Denúncias


O cidadão pode denunciar a pesca depredatória e outros crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838/ou via WhatsApp no (65) 99281-4144. Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7394 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana