conecte-se conosco


Curiosidades

Polícia holandesa encontra R$ 1,5 milhão dentro de máquina de lavar

Publicado


Suspeito é preso por 'lavagem de dinheiro' diferente na Holanda
Divulgação/ Polícia da Holanda

Suspeito é preso por ‘lavagem de dinheiro’ diferente na Holanda

A polícia holandesa prendeu, na última segunda-feira (19), um suspeito de lavagem de dinheiro que levou o sentido da palavra para o lado mais literal possível. Durante uma operação à procura de moradores não registrados, foi encontrado cerca de 350 mil euros (R$ 1,5 milhão) em notas dentro de uma máquina de lavar em uma estranha casa no oeste de Amsterdã, capital do país.

Leia também: Cabral vira réu pela 26ª vez acusado por lavar dinheiro através de restaurantes

 Segundo a rede norte-americana CNN
, o homem de 24 anos – não nomeado pela polícia – que estava presente no momento da incursão dos policiais, foi detido por suspeita de lavagem de dinheiro
. A polícia também confiscou diversos celulares, uma arma de fogo e uma máquina de contagem de notas.

 “A administração municipal havia informado que ninguém morava no endereço”, disse a polícia à rede CNN
em um comunicado. “Mas quando fizemos a busca na casa, encontramos 350 mil [euros] escondidos na máquina de lavar
“.

Leia também: Padre encontra R$ 160 mil em confessionário após confundir dinheiro com bomba

 Em comunicado, a polícia holandesa
explicou que a operação fazia parte de uma investigação de fraude mobiliária, lavagem de dinheiro e outros crimes. Os agentes também divulgaram uma foto em que é possível ver a máquina de lavar lotada de diversas notas vivas de 20 e 50 euros.

Esconderijos peculiares de dinheiro 


Doação em dinheiro foram deixadas dentro de bonecas em brechó nos EUA
Reprodução/American Cancer Society

Doação em dinheiro foram deixadas dentro de bonecas em brechó nos EUA


Apesar de curioso, esse não foi o primeiro caso em que notas de dinheiro foram encontradas em lugares diferentes. Em junho deste ano, os funcionários do brechó da Sociedade Americana Contra o Câncer receberam, por engano, uma ‘doação’ de R$136 mil encontrada dentro de uma caixa de boneca.

 O caso aconteceu em Santa Mônica, na Califórnia, quando Ray Rhinehart, após a morte de sua mãe, doou toda a coleção de bonecas dela para o brechó. A equipe da loja, acostumada a receber todos os dias doações de roupas, brinquedos e diversos outros artigos, foi surpreendida com a ‘doação’, já que as contribuições em dinheiro são recolhidas por outro departamento a instituição.

 Deduzindo ser um engano, os funcionários se esforçaram para encontrar o dono da coleção que, da mesma forma, também foi surpreendido pelo alto valor encontrado e por ter doado muito mais do que seus objetos usados. Sabendo da notícia, Rhinehart logo voltou para a loja para receber o dinheiro
de volta.

Comentários Facebook

Curiosidades

Vídeo de cachorro de “carona” na moto viraliza na internet em Tangará da Serra

Publicado

Um vídeo de um cachorro de carona no colo do dono numa motocicleta viralizou nas redes sociais, nesta sexta-feira (05). A imagem divulgada por uma internauta foi gravada em Tangará da Serra.

O cão aparece todo esticado, na condição de passageiro, entre os braços do piloto, com as duas patas traseiras no colo do homem e se apoiando no guidão do veículo com as patas dianteiras.  O curioso, e se tornou um atrativo a mais para o flagrante inusitado é que em tempos de pandemia, o mascote estava de máscara, para se proteger do coronavírus.

A cena da dupla foi gravada na Avenida Ismael José do Nascimento, no Jardim Tanaka, uma das mais movimentadas da cidade. Enquanto os dois seguem o trecho, é possível ouvir uma mulher se divertindo ao se deparar com a cena e filmar o transporte do animal na moto.

Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Gêmeos ganham os nomes de Corona e Covid

Publicado

Um casal de indianos resolveu batizar os gêmeos recém-nascidos como Corona (a menina) e Covid (o menino), na cidade de Raipur, na Índia.

As crianças nasceram nas primeiras horas do dia 27 de março, no Hospital Memorial Dr. BR Ambedkar, segundo o site indiado “Press Trust da Índia”. Os pais se chamam Preeti e Vinay Verma, residem no município de Chhattisgarh, e disseram que os nomes foram escolhidos para simbolizar o triunfo sobre as dificuldades.

A opção inusitada por chamá-los dessa forma acontece em meio a pandemia do novo coronavírus, que assola mais de 200 países no mundo, com mais de 1 milhão de infectados pela Covid-19 e quase 57 mil mortes, segundo o estudo da universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

“O parto aconteceu depois de enfrentar várias dificuldades e, portanto, eu e meu marido queríamos tornar o dia memorável. De fato, o vírus é perigoso e potencialmente fatal, mas seu surto fez as pessoas concentrarem a atenção no saneamento, na higiene e incorporarem outros bons hábitos. Assim, pensamos sobre esses nomes. Quando a equipe do hospital também começou a chamar os bebês de Corona e Covid, finalmente decidimos dar seus nomes em razão da pandemia”, disse a mãe.

O casal já tem uma filha de dois anos e lutou para chegar ao hospital a tempo do parto em meio ao bloqueio. Segundo ela, a ambulância acionada pelo marido para levá-la ao hospital chegou a ser parada pela polícia porque os carros estão proibidos de transitar por causa do bloqueio nacional.

“‘De repente, senti fortes dores de parto e, de alguma forma, meu marido arranjou uma ambulância. Como nenhum movimento veicular foi permitido nas estradas devido ao bloqueio, fomos parados pela polícia em vários lugares. Mas eles nos deixaram sair depois de perceber minha condição”, contou a mãe.

Os gêmeos nasceram por cesariana após complicações, e tanto a mãe quanto o bebê tiveram alta. A porta-voz do hospital administrado pelo governo, Shubhra Singh, confirmou a notícia ao canal “NDTV”, da ÍNdia. No entanto, os pais de Corona e Covid disseram que mais tarde podem mudar sua decisão e mudar seus nomes.

Atualmente, a Índia está envolvida em um bloqueio de 21 dias em uma tentativa de combater os casos crescentes de coronavírus. Os números mais recentes revelam que mais de 2.300 pessoas foram diagnosticadas com o Covid-19 em toda a Índia e 56 morreram.

 

 

 

 

Fonte:Extra

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana