conecte-se conosco


Policia Federal

Polícia Federal investiga tráfico internacional de drogas sintéticas em Curitiba

Publicado

Curitiba/PR – A Polícia Federal deflagrou, nesta quarta-feira (09/10), com apoio da Gerência de Segurança Operacional dos Correios, a Operação Holanda com o objetivo de desarticular organização criminosa que atuava no tráfico internacional de drogas e associação ao tráfico no centro internacional de encomendas dos Correios em Pinhais, região metropolitana de Curitiba/PR.

Policiais federais estão cumprindo sete mandados de busca e apreensão (cinco em Curitiba e dois em Piraquara) para a coleta de evidências que possam estar relacionadas aos fatos investigados e seus possíveis autores, entre eles dois ex-funcionários de carreira dos Correios e três ex-funcionários terceirizados. Os mandados foram expedidos pela 9ª Vara Federal de Curitiba.

A presente fase é um desdobramento da Operação Hexa, deflagrada em 28/02/19. Após a análise de material apreendido naquela ocasião, identificou-se que a organização criminosa tinha efetivo foco no desvio, apropriação e venda de drogas sintéticas oriundas de diversas cidades da Holanda e enviadas ao Brasil. No momento da triagem, no centro internacional dos Correios em Pinhais/PR, por onde passam todas as encomendas postais internacionais com até 2kg (petit paquet) que chegam ao Brasil, os suspeitos desviavam as remessas.

A suspeita é de que a apropriação ilícita dos entorpecentes ocorria na própria estação de trabalho dos investigados, que identificavam a origem e características dos objetos postais. Se contivessem droga sintética, os pacotes eram interceptados e subtraídos para posterior venda.

As medidas de busca e apreensão, cumpridas na data de hoje, visam angariar elementos adicionais de prova relacionados aos crimes investigados e delinear o alcance das ações das pessoas relacionadas aos fatos.

Na primeira fase da operação foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão temporária que foram convertidas em prisão preventiva, pela prática de peculato e associação criminosa.
(Link da divulgação:
http://www.pf.gov.br/imprensa/noticias/2019/02/pf-cumpre-sete-mandados-e-prende-tres-funcionarios-dos-correios-no-pr)

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba-PR41-3251-7809 / 99242-5543[email protected]

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook

Policia Federal

Nota à Imprensa

Publicado

por

Brasília/DF – A Polícia Federal informa que, na data de hoje, 19/02, realizou oitiva do ex-Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva.

Esclarecemos que, em momento algum, o Senhor Ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública solicitou, orientou ou determinou sobre eventual enquadramento do ex-Presidente pela prática de crime tipificado na Lei de Segurança Nacional.

A solicitação, recebida pela PF, se restringia ao pedido de apuração de declarações que poderiam caracterizar, em tese, crime contra a honra do atual Senhor Presidente da República.

Salientamos, ainda, que no relatório já encaminhado ao Poder Judiciário, resta demonstrado a inexistência de qualquer conduta praticada, por parte do investigado, que configure crime previsto na Lei de Segurança Nacional.

 

Comunicação Social da PF

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Policia Federal

Força integrada combate o tráfico interestadual de drogas

Publicado

por

Belo Horizonte/MG – Nesta quarta-feira (19/2), a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO/MG), que é composta pelas polícias Federal, Civil de Minas Gerais, Militar de Minas Gerais, Rodoviária Federal e Penal, em conjunto com o 18° Batalhão de Polícia Militar de Contagem, prendeu três pessoas que transportavam maconha em uma carreta nas proximidades de Divinópolis/MG.

Dois dos suspeitos, naturais do Mato Grosso do Sul, trafegavam em um veículo que servia como batedor do carregamento de droga, que estava acondicionada ao longo de compartimentos contidos na carreta para transporte de produtos petroquímicos.

Os presos responderão por tráfico interestadual de drogas, podendo cumprir até 15 anos de reclusão, se condenados. Eles serão encaminhados para a penitenciária Nelson Hungria, onde permanecerão à disposição da Justiça. A ocorrência será finalizada na Superintendência da Polícia Federal em Minas Gerais.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

[email protected] | www.pf.gov.br
Contato: (31) 3330-5270

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana