conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Polícia

Polícia Civil recupera carga de defensivos com homem condenado a 50 anos por homicídios

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma carga de defensivos agrícola avaliada em R$ 150 mil foi recuperada em ação conjunta da Delegacia de Roubos e Furtos de Rondonópolis, do município de Rondonópolis (212 km ao Sul) com a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), realizada na quinta-feira (08).

Um homem que escondia os produtos dentro de casa foi preso por receptação, tráfico de drogas, corrupção de menor e posse irregular de munição. O suspeito, Marcos Simão Pacífico, 40 anos, oriundo do Estado do Rio Grande do Sul, aparece envolvido em 23 assassinatos, sendo réu confesso em oito, todos praticado em seu estado de origem.

O preso tem condenação de 50 anos por crimes de homicídios. Ficou preso em regime fechado 15 anos e está em liberdade condicional com uso de tornozeleira eletrônica.

Os produtos foram roubados no dia 2 de novembro deste ano, de uma propriedade rural, no Distrito de Fátima de São Lourenço, região de Rondonópolis. Na ocasião, a família foi rendida por ao menos cinco homens encapuzados e armados com armas longas.

As investigações iniciaram pela Derf de Rondonópolis que, em trocas de informações com o GCCO, as unidades conseguiu localizar o possível depósito utilizado pelos criminosos. Os defensivos estavam guardado em dois cômodos de uma casa, no bairro Jardim Iguacú, local de moradia do suspeito, Marcos Simão Pacífico, de 40 anos.

Na quinta-feira, equipes lideradas delegado da Derf Rondonópolis, Vinicius Prezzotto, realizaram campana e procederam às buscas no local identificado. Foram recuperados os defensivos roubados, que ainda serão contabilizados e regularmente apreendidos, além da apreensão de entorpecentes (maconha, pasta base), balança de precisão e apetrechos, encontrados dentro da casa de Marcos Simão.

O suspeito contou que pagou R$ 20 mil pela mercadoria e iria revender por R$ 60 mil. Os produtos podem estar também relacionados a outros dois roubos ocorridos em propriedades rurais, mas a maior suspeita é que pertença a fazenda do Distrito de Fátima de São Loureço. Os policiais estão checando as notas fiscais para confirmar a propriedade.

O preso foi encaminhado para audiência de custódia.

Comentários Facebook

Cidades

Quatro morrem carbonizados e um fica ferido em acidente na BR-364

Publicado

Quatro pessoas morreram carbonizadas nesta segunda-feira, 04, após uma grave colisão entre uma Toyota Hilux e uma carreta, na BR-364, entre Comodoro e Campos de Júlio (389 e 313 km de Tangará da Serra, respectivamente). Além dos mortos, uma pessoa ficou gravemente ferida.

Veja abaixo o vídeo do acidente

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os dois veículos bateram de frente. O trecho na região está interditado para o atendimento da ocorrência.

Vídeo do local do acidente mostra o estrago. A caminhonete partiu ao meio com a batida. A carroceria ficou “para trás” e a cabine foi arrastada alguns metros. Veja vídeo no fim da matéria.

Nas imagens é possível ver bastante fumaça no local e alguns focos de incêndio às margens da pista.

O vídeo também mostra o corpo de um homem carbonizado no meio da pista e outros dois dentro da Hilux. “Gente queimando vivo aqui, gente, que acidente horrível. Você está doido”, narra.

O homem que gravou as imagens ainda conta que o motorista da carreta estava vivo dentro do veículo.

ATENÇÃO: IMAGENS SÃO FORTES

Com Repórter MT

Continue lendo

Barra do Bugres

Pai e filhos são presos na Barra por matar homem com tiro e golpes de facão em Alagoas

Publicado

O Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Tangará da Serra, coordenado pelo Delegado Adil Pinheiro de Paula, com apoio da Delegacia de Barra do Bugres e atendendo a uma solicitação do Núcleo de Inteligência da SSP de Alagoas, cumpriu nesta manhã de quinta-feira, 30, três mandados de prisão pelo crime de homícidio.

Os três indivíduos presos são pai e filhos. O crime aconteceu no Assentamento São Luiz, Povoado de Ouricuri, zona rural da cidade de Atalaia no Estado de Alagoas.

Segundo o Delegado Adil Pinheiro, os suspeitos em dezembro de 2012 assassinaram a vítima Jakson Batista da Silva com disparo de arma de fogo e golpes de facão. Os criminosos estavam escondidos em Barra do Bugres.

De acordo com a PJC, os presos passaram por exame de corpo delito e foram encaminhados para a Cadeia Pública de Barra do Bugres, onde ficam a disposição da justiça.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana