conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende preventivamente autor de estupro de vulnerável contra 04 sobrinhas

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem acusado de abusar sexualmente de quatro sobrinhas menores de idade teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil, na quarta-feira (26.09), no município de Colíder (650 km ao Norte). As investigações iniciaram após uma das vítimas denunciar que era abusada pelo suspeito há aproximadamente 12 anos, ocasião em que tinha entre 6 e 7 anos de idade.

Com base nas informações passadas pela vítima (atualmente maior de idade), foram descobertas outras três vítimas de estupro de vulnerável, praticados entre os meses de junho e julho deste ano. As três vítimas também são sobrinhas do suspeito e têm idades entre 6 e 10 anos.

Segundo o delegado de Colíder, Ruy Guilherme Peral da Silva, aara praticar as investidas sexuais clandestinas, o suspeito oferecia balas, dinheiro e presentes, em troca de poder tocar as partes íntimas das meninas, assim como para praticar relação sexual com elas. As investigações apontaram que o suspeito manteve conjunção carnal apenas com uma das vítimas, a qual já é maior de idade.

Com base nas apurações, foi representado pelo mandado de prisão preventiva do suspeito, o qual foi deferido pela Justiça e cumprido na quarta-feira (25) pelos policiais da Delegacia de Colíder. “Para garantir a ordem pública e o bom andamento da instrução criminal, o suspeito responderá pelo preso preventivamente”, disse o delegado.

Comentários Facebook

Polícia

Polícia Civil cumpre prisão de homem que jogou veículo e atirou contra casa de ex-companheira

Publicado

por


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), cumpriu o mandado de prisão de um homem acusado de descumprimento de medida protetiva no âmbito da violência doméstica. 

O suspeito de 58 anos teve o mandado de prisão representado pela DEDM de Rondonópolis em abril de 2019, após descumprir as medidas protetivas impostas pela justiça.

Na ocasião, ele compareceu à casa da vítima e arremessou sua caminhonete contra o portão, além de efetuar disparos de arma de fogo que atingiram o forro da residência. A Polícia Militar foi acionada, porém, o suspeito foragiu do local sendo registrada a ocorrência por dano e ameaça.

O mandado de prisão foi expedido cinco dias após a representação, contudo, o suspeito mudava de endereço com o objetivo de dificultar o trabalho policial. No dia 02 de junho, o suspeito tornou a descumprir as medidas protetivas, mandando mensagens de áudio para a ex-companheira. 

Durante as diligências realizadas nesta quarta-feira (01), os policiais da DEDM tiveram a percepção que o suspeito estava em seu local de trabalho, entrando no estabelecimento, onde o suspeito foi localizado e teve o mandado de prisão cumprido.

Ao perceber a presença dos policiais, o suspeito não apresentou resistência e foi conduzido a Delegacia da Mulher para as providências de praxe.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Fiscalização integrada vistoria mais uma drogaria e checa preços de medicamentos e produtos

Publicado

por


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Ação fiscalizatória da Polícia Civil, em conjunto com o Procon Estadual, vistoriou nesta quarta-feira (01.07) mais um estabelecimento de venda de medicamentos no varejo para apurar preços dos produtos mais procurados neste período da pandemia do coronavírus. A fiscalização desta quarta-feira foi realizada em uma unidade de uma rede nacional de drogarias, localizada na Avenida Coronel Escolástico, na Capital.

A fiscalização, que tem a coordenação da Equipe Especial de Pronta Resposta da Polícia Civil, Delegacia Especializada do Consumidor e fiscais do Procon, apura se ocorre aumento abusivo nos preços de produtos e medicamentos, como álcool em gel, máscaras de proteção, termômetros, vitaminas e medicamentos como a ivermectina e antibióticos.

Responsável pela Equipe Especial da Polícia Civil, o delegado Rodrigo Azem Buchdid destaca que a ação ampliou o foco de fiscalização dos produtos, passando a checar também os valores de venda de antibióticos e da ivermectina, medicamento utilizado para tratar infecções causadas por parasitas.   

“Desde o início da fiscalização, a equipe focou as ações para apurar se há a prática de preços abusivos em produtos da cesta básica de alimentos e também em itens de higiene e medicamentos. Com a grande procura por medicamentos como a ivermectina, passamos a checar também os preços desse produto, além de termômetros, vitaminas e antibióticos”, explica o delegado.  

Desde o início da fiscalização, no mês de maio, em torno de 15 estabelecimentos do comércio, entre farmácias, distribuidoras de produtos e equipamentos de saúde, supermercados e posto de combustível foram vistoriados pela equipe integrada.

A ação é realizada semanalmente em empresas da região metropolitana de Cuiabá.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana