conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende dupla por tráfico que quase atropelou policiais

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Acusado de tráfico de drogas, dois homens de 30 anos foram presos em Rondonópolis (212 km ao Sul), em ação da Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), com apoio da Polícia Militar. O suspeito Vagner da Silva, 30 anos, e Carlos Henrique dos Nascimento, 30 anos, também foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio contra policiais, que quase foram atropelados pelo veículo dos envolvidos.

A prisão da dupla foi efetuada na manhã de segunda-feira (19), após apuração de uma denúncia do comércio de drogas em uma região de chácaras, usando uma picape Strada. No local, os policiais avistaram os suspeitos, que logo reconheceram os investigadores dando início à fuga.

Na perseguição, desobedecendo a ordens de paradas, os policiais conseguiram interceptar o veículo nas proximidades de um condomínio, momento que o suspeito Vagner da Silva, que estava na direção da picape, acelerou o veículo partindo para cima de um dos investigadores, que por pouco não foi atropelado.

Diante da situação, os policiais efetuaram disparos nos pneus traseiros do veículo, mas mesmo assim, o suspeito continuou em fuga até chegar a MT 270, onde jogou um pacote de material entorpecente, aparentemente. Mais a frente, perdeu o controle do veículo e rodou na estrada, abandonando logo sem seguida a picape  e fugindo a pé, no entanto eles foram alcançados e presos pelos investigadores.

Dentro do veículo foram apreendidos uma balança de precisão, um invólucro com resquícios de maconha, que deixou forte odor da droga dentro do veículo.

O suspeito Vagner é irmão de um traficante que está preso por tráfico de drogas. Ele seria um dos responsáveis pela distribuição de drogas na cidade de Rondonópolis, e após sua prisão teria recrutado seu irmão, para manter as entregas de entorpecentes.


Em pesquisa, os policiais identificaram que o segundo preso, Carlos Henrique, tem várias passagens nos crimes de tráfico de drogas, corrupção de menores, roubo, receptação e desobediência.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Funcionária de frigorífico morre após ficar presa em mesa de abate de bovinos em MT

Publicado

Uma mulher de 41 anos morreu após acidente de trabalho na noite de sexta-feira (14) em um frigorífico em Pontes e Lacerda.

De acordo com a Polícia Civil a vítima ficou presa na mesa de abate de bovinos, o Corpo de Bombeiros socorreu a trabalhadora que estava presa ao equipamento. A mulher foi encaminhada ao Hospital Vale do Guaporé, no município, para atendimento. A vítima sofreu afundamento de crânio e teve morte confirmada em decorrência de traumatismo craniano.

O caso será apurado pela delegacia de Polícia Civil de Pontes e Lacerda.

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres

PM apreende 897 quilos de pescado em área de reserva indígena em Barra do Bugres e Porto Estrela

Publicado

Policiais do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental prenderam uma pessoa e apreenderam 897 quilos de pescado ilegal. Foram duas ações distintas na noite de sexta-feira (14), nas MTs 246 e 343, nos municípios de Barra do Bugres e Porto Estrela.

Dezenas de peixes de espécies nobres, principalmente o pintado, estavam sem as cabeças, uma das características da pesca predatória. Além da apreensão do pescado e de dois veículos usados no transporte, os policiais também aplicaram R$ 18 mil em multas por pesca e transporte ilegal.

Uma das apreensões, de 685 quilos, feita em Porto Estrela, na MT-343, ocorreu no trevo de acesso à aldeia indígena Humutina, que é cortada pelo Rio Bugres, um dos mais piscosos do Estado. O motorista de um dos veículos que transportava peixe conseguiu fugir por uma área de mata fechada no momento em que os policiais faziam a revista e checagem do carro.

Essa é a segunda grande apreensão de pescado irregular na região esta semana. Na quinta-feira (13), em Barra do Bugres, policiais do Batalhão Ambiental prenderam um homem que transportava 155 quilos de peixe da espécie cachara.


Em ambos os casos os peixes apreendidos foram doados para instituições filantrópicas como as associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Barra do Bugres e Porto Estrela, ‘SOS’ Criança de Barra do Bugres e Faculdade Indígena da Unemat.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana