conecte-se conosco

  • powered by Advanced iFrame free. Get the Pro version on CodeCanyon.


Polícia

Polícia Civil prende autores de violência doméstica por descumprimentos de medidas protetivas

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Dois mandados de prisão preventiva, decretados em desfavor dos investigados pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá, foram cumpridos nesta sexta-feira (14.06). Os suspeitos E.P.A., 40,  e W.P. S. foram presos por descumprimento de medidas protetivas de urgência.

Além desses dois, outros mandados de prisões foram cumpridos durante a semana pela prática do mesmo crime.      

A Lei 13.641/18 acrescentou à Lei Maria da Penha o crime do art. 24-A, dessa forma, o suspeito que efetivamente venha a descumprir uma decisão judicial que deferiu medida protetiva de urgência deverá responder pela prática do delito com pena de detenção de 3 meses a 2 anos.

Segundo a delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis, pessoas suspeitas de crime de violência doméstica e/ou familiar devem entender de uma vez por todas que uma decisão judicial não é uma simples folha de papel. “É necessário respeitar seu conteúdo, pois caso contrário poderá ser preso, se no correr das investigações ficar comprovado  que ele transgrediu a ordem”, afirma.


“Na qualidade de Coordenadora do Núcleo de Inteligência Operacional da Delegacia da Mulher parabenizo o empenho de todos os policiais envolvidos nas prisões – escrivães por produzirem com zelo o inquérito policial, Núcleo de Inteligência Operacional, por todos os relevantes levantamentos de inteligência, e os operacionais pelo cumprimento das prisões” finalizou a delegada.

Leia mais:  Revista frustra construção de túnel para fuga de presos em Sinop

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Após uma semana internado, morre quarta vítima de acidente na MT-343 em Barra do Bugres

Publicado

Morreu na tarde deste sábado (21) a quarta vítima do acidente que ocorreu no último domingo, na MT-343 em Barra do Bugres.

Roney Alves, 38 anos estava internado em estado grave no hospital em Cuiabá. A esposa e filho, Jessica Tatiana Batista de Lima, 26 anos, e Rhuan Victor Batista dos Sanos, 12 anos, além de um passageiro que não teve o nome divulgado, vieram a óbito no local. A família era moradora de Denise.

De acordo com a Polícia Militar, um dos veículos tentou fazer uma manobra de ultrapassagem e colidiu frontalmente com o carro de passeio, onde viajava a família de Denise, sentido Distrito de Assari a Barra do Bugres.

Conforme Boletim de Ocorrência, o condutor do veículo que causou o acidente, Luan Robson Alencar Oliveira, 26 anos, morador de Nova Olímpia, é suspeito de embriaguez ao volante, e deverá ser indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. As causas do acidente serão apontadas pela Polícia Civil.

O sepultamento de Roney Alves, está previsto para a tarde deste domingo, no Cemitério Municipal de Denise.


 

 

 

 

 

Com informações Atual MT

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Revista frustra construção de túnel para fuga de presos em Sinop
Continue lendo

Polícia

Acusado de matar menor é preso em Confresa pela PC

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Com mandado de prisão preventiva, expedido pela comarca de Porto Alegre do Norte/MT, Diogo Pereira da Silva, 22, foi preso pela Policia Civil, em Confresa, na sexta-feira (20.09).Ele é acusado de crime de homicídio  ocorrido no mês de novembro de 2017.

A vítima do crime foi um adolescente (Carlos Cardoso Figueiredo, conhecido por Carlinhos), que teve o corpo encontrado com várias perfurações de faca, e já em avançado estado de decomposição, na pista de motocross, no município de Confresa.

Durante as investigações, a Polícia Civil comprovou a participação do suspeito no crime, que à época possuía um veículo Gol vermelho,  que foi utilizado durante a ação criminosa. Além de Diogo, outros três menores também participaram da morte de “Carlinhos”, sendo que estes já haviam confessado o crime e também delatado Diogo como um dos autores do crime.

O delegado de Confresa André Rigonato representou pela prisão preventiva de Diogo Pereira da Silva. O mandado de prisão foi deferido e ele preso.


O suspeito será encaminhado para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil prende traficante que atuava na UFMT e em escolas particulares da Capital
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana