conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil fecha duas empresas clandestinas de transportes de passageiros em Sorriso

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Duas empresas clandestinas de transporte de passageiros que funcionavam na zona Leste de Sorriso (442 km ao Norte de Cuiabá) foram fechadas, na terça-feira (24.03), em ação conjunta da Polícia Civil e do Núcleo Integrado de Fiscalização (NIF) do município.

O trabalho resultou na prisão de duas pessoas, proprietários das empresas, e na apreensão de material que comprova a prática ilegal. Os suspeitos responderão pelo crime de exercer atividade econômica ou anunciar que exerce, sem preencher as condições a que por lei está subordinado a seu exercício, previsto no Decreto lei 3688/41.

Segundo o delegado de Sorriso, André Eduardo Ribeiro, as empresas funcionavam em duas pequenas salas comerciais na zona Leste, onde eram vendidas as passagens e foram apreendidos diversos materiais como cadernos com anotações com datas e horários de viagens.

O proprietário de uma das empresas confessou que os ônibus faziam viagens até de ida e volta até o nordeste do país, sendo apreendido um ônibus utilizado para fazer o transporte dos passageiros. O delegado recomenda a população tomar muito cuidado ao comprar passagens em empresas de origem duvidosa.

“A PRF vem fiscalizando as estradas e a Polícia Civil e o NIF está atuando nas fiscalizações das empresas. A empresa que atua de foram clandestina não tem compromisso com os clientes e cuidados com seus veículos que muitas vezes não apresentam condições de viagem. Estejam sempre atentos em procurar empresas corretas para não ter maiores prejuízos”, disse o delegado.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Polícia

Senasp cria manual de recomendações para profissionais de segurança

Publicado

por

Assessoria | Polícia Civil-MT

O ministério da Justiça e Segurança Pública, através da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), publicou o Manual de Ações para Ocorrências de Atendimento em Casos Suspeitos de Covid-19. O documento visa passar recomendações sobre a atuação dos profissionais de segurança diante de ocorrências em que haja suspeita do novo coronavírus.

O material desenvolvido pela Senasp tem o objetivo de padronizar e estabelecer diretrizes a todas as Unidades da Federação neste momento de pandemia e busca com a medida facilitar o acesso dos profissionais de Segurança Pública às orientações quanto à abordagem e utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s)

O direcionamento às instituições de Segurança Pública tem como base procedimentos estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pela Agência Nacional de Vigilãncia Sanitária (Anvisa). O manual também foi desenvolvido com a consultoria de profissionais da saúde e do Corpo de Bombeiros Militar.

Entre as recomendações previstas estão orientações gerais de biossegurança e etiquetas de higiene que devem ser observadas; cuidado com as informações da Internet; orientações às equipes das unidades de atendimento pré-hospitalar móvel – autocuidado e cuidados com os pacientes; procedimentos policiais no atendimento de pessoas com sintomas de Covid-19; Procedimentos policiais ao receber acionamento para atuar em descumprimento de medida sanitária preventiva; Abordagem, prisão/condução de pessoas durante período de grande propagação do vírus; e erros a serem evitados.

O manual traz ainda respostas das dúvidas mais frequentes na atuação dos profissionais de Segurança Pública.

Confira aqui o Manual de Ações para Ocorrências de Atendimento em Casos Suspeitos de Covid-19.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Vítimas de violência doméstica podem buscar orientação psicológica por telefone

Publicado

por

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil criou, por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá (DEDM) um canal de atendimento psicológico por telefone, para as vítimas que são atendidas pela unidade policial na Capital.

O atendimento é realizado pelo número (65) 99973-4796, onde a psicóloga da delegacia recebe mensagens, via áudio ou texto, ou ligações. O telefone recebe mensagens também pelo aplicativo whatsapp.

A delegada titular da DEDM, Jozirlethe Criveletto, explica que o serviço é para este período em que são necessários o distanciamento ou isolamento social e a redução de pessoas em circulação nas ruas e unidades policiais. “Continuamos atendendo as vítimas nas situações em que é necessário o serviço presencial. E para o atendimento psicológico, que pode ser realizado por telefone, disponibilizamos o serviço em que nossa profissional faz a escuta ativa, recebe mensagens e faz as orientações para as vítimas”.

A delegada reforça ainda que pela Delegacia Virtual (www.delegaciavirtual.mt.gov.br) as vítimas podem fazer o pré-registro de ocorrências como injúria, ameaça, calúnia, difamação, constrangimento ilegal e violação de domicílio no âmbito de violência doméstica. Para validação do pré-registro da ocorrência, a pessoa deve ligar em um dos números: (65) 3901-4839 / (65) 99989-4035 / 98463-2525.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana