conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil fecha boca de fumo no bairro Goiabeiras com quatro conduzidos

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um comércio de drogas localizado na região Goiabeiras na Capital foi desarticulado pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Judiciária Civil, na tarde de quarta-feira (06.03). O trabalho resultou em quatro pessoas detidas, entre elas um menor de idade, além da apreensão de drogas, dinheiro e apetrechos relacionados ao tráfico.

Os suspeitos, Oseias Lucas da Silva, 21, Thiago Alves dos Santos, 26, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico com aumento de pena por envolvimento de menores. O adolescente, R.G.R.M.S., de 17 anos, autuado pelo ato infracional de tráfico de drogas e associação para o tráfico. O quarto conduzido responderá a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de drogas.

O local já era alvo de investigações da DRE, porém a ação foi deflagrada após a equipe de investigadores receber denúncia de que o comércio de drogas estaria funcionando novamente no endereço. Após trabalho de monitoramento da residência, os policiais visualizaram o momento em que um possível usuário entrou e saiu rapidamente do local.

Assim que saiu da residência, o usuário foi abordado sendo encontrado em seu poder uma porção de maconha, a qual ele confessou ter comprado pelo valor de R$ 10. Diante da informação, os investigadores foram até a residência, onde foi localizado o menor R.G.R.M.S.. Os demais suspeitos, Oseias e Thiago, tentaram fugir pulando muro das casas porém acabaram detidos pelos policiais.

Leia mais:  Autor de roubo tem prisão cumprida na Capital

Em buscas na residência, foram apreendidas duas porções de maconha, aproximadamente 60 porções de pasta base de cocaína já embaladas para venda, papel filme utilizado para embalo da droga, R$ 199 em dinheiro, além de joias e relógios, possivelmente adquiridos em troca de entorpecentes, e um veículo Volkswagem Voyge usado para transporte de drogas.

Todos os suspeitos e o material apreendido foram encaminhados para DRE, onde foi lavrado o flagrante. Segundo o delegado, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, além de comercializarem de entorpecentes na região, os traficantes estavam recrutando adolescentes para atuar na atividade ilícita.


“Desta forma, os suspeitos foram atuados em flagrante por tráfico e associação para o tráfico com aumento de pena por envolvimento de adolescente no comércio ilícito. O precedimento do menor será encaminhado para Delegacia Especializada do Adolescente (DEA)”, explicou o delegado.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Polícia

Dupla acusada de aplicar ‘golpe da OLX’ é presa em MT

Publicado

Dois homens acusados de aplicar golpes através de sites e redes sociais foram presos em flagrante, no sábado (18), em Rondonópolis.

A ação resultou na recuperação de objetos subtraídos da vítima avaliados em R$ 6,5 mil. A prisão dos estelionatários ocorreu após investigadores da 1ª Delegacia de Rondonópolis receberem informações sobre uma quadrilha especializada em golpes com a utilização dos aplicativos WhatsApp, Facebook e OLX.

Os suspeitos escolhiam vítimas que anunciavam produtos para venda através desses aplicativos, demonstrando interesse na mercadoria. A negociação geralmente era realizada durante o final de semana, quando não há expediente bancário, ocasião em que os suspeitos enviavam falsos comprovantes de pagamento (DOC ou TEC) às vítimas. Acreditando terem recebido o valor, o vendedor fazia a entrega dos produtos e somente mais tarde descobria que foi vítima de golpe.

Segundo o delegado, Santigago Rozeno Sanches e Silva, esse tipo de atitude é comum entre as organizações criminosas para dificultar o trabalho policial na identificação de outros integrantes do grupo e de outros crimes.

“Os suspeitos são apontados como integrantes de uma quadrilha envolvida em crimes de estelionato, que está envolvida em pelo menos 5 golpes semelhantes, aplicados entre dezembro e janeiro, com vítimas em Rondonópolis e região”, disse o delegado.

Com a informação de que os suspeitos estavam a caminho da cidade de Pedra Preta para buscar objetos, os policiais realizaram a abordagem dos suspeitos, no momento em que recebiam os produtos. Ao perceber a presença dos policiais um  dos suspeitos tentou fugir porém foi detido.


Os produtos da vítima foram apreendidos, assim como o veículo Volkswagen Golf utilizado pelos estelionatários. Na delegacia, um dos suspeitos jogou o aparelho celular contra a parede para que o objeto não fosse investigado.

Leia mais:  Homem atropela ex-mulher em frente à escola no Jardim Morada do Sol

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Polícia Civil prende estelionatários envolvidos em golpes aplicados pela Internet

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Dois homens acusados de aplicar golpes através de sites e redes sociais da Internet foram presos em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, no sábado (18.01), em Rondonópolis (212 km ao Sul). A ação resultou na recuperação de objetos subtraídos da vítima avaliados em R$ 6,5 mil.

A prisão dos estelionatários ocorreu após investigadores da 1ª Delegacia de Rondonópolis receberem informações sobre uma quadrilha especializada em golpes com a utilização dos aplicativos WhatsApp, Facebook e OLX.

Os suspeitos escolhiam vítimas que anunciavam produtos para venda através desses aplicativos, demonstrando interesse na mercadoria. A negociação geralmente era realizada durante o final de semana, quando não há expediente bancário, ocasião em que os suspeitos enviavam falsos comprovantes de pagamento (DOC ou TEC) às vítimas.

Acreditando terem recebido o valor, o vendedor fazia a entrega dos produtos e somente mais tarde descobria que foi vítima de golpe.

Com a informação de que os suspeitos estavam a caminho da cidade de Pedra Preta para buscar objetos, os policiai realizaram a abordagem dos suspeitos, no momento recebiam os produtos. Ao perceber a presença dos policiais um dos suspeitos tentou fugir porém foi detido.

Os produtos da vítima foram apreendidos, assim como o veículo Volkswagen Golf utilizado pelos estelionatários. Na delegacia, um dos suspeitos jogou o seu aparelho celular contra a parede para que o objetovo não fosse apreendio.

Leia mais:  Operação conjunta prende 10 por sonegação fiscal de mais de R$ 4 milhões no comércio de bebidas quentes

Segundo o delegado, Santigago Rozeno Sanches e Silva, esse tipo de atitude é comum entre as organizações criiminosas para dificultar o trabalho policial na identificação de outros integrantes do grupo e de outros crimes.


“Os suspeitos são apontados como integrantes de uma quadrilha envolvida em crimes de estelionato, que está envolvida em pelo menos 5 golpes semelhantes, aplicados entre dezembro e janeiro, com vítimas em Rondonópolis e região”, disse o delegado.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana