conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil deflagra operação contra supostos desvios de recursos em projetos de cultura e esporte da Capital

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), da Polícia Judiciária Civil, deflagrou na manhã desta terça-feira (27) a operação “Ippon”, baseada em investigação para apurar desvios de recursos públicos da Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano do município de Cuiabá, entre os anos de 2014 a 2017. 


A operação dá cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão, um deles em um órgão público e os demais em residências da Capital. 

A denúncia aponta desvios por meio de convênios firmados pela Prefeitura de Cuiabá e o Instituto Mato-grossense de Artes, Cultura e Desporto. 
Segundo apurado, o instituto criava projetos que em tese beneficiariam crianças e adolescentes, mas há informações de que teriam sido usados para atender interesses pessoais, mediante a utilização de notas fiscais fraudulentas para justificação de verbas públicas.

A operação Ippon recebeu esse nome em alusão a expressão utilizada em competições de artes marciais  para atribuir um golpe perfeito.

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil pede prisão de homem que matou cliente em bar por conta de farol alto
publicidade

Polícia

Mulher envolvida em tentativa de latrocínio contra idosos é presa em Barra do Garças

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Em ação imediata realizada na quinta-feira (20.02), o Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) da Polícia Judiciária Civil de Barra do Garças (509 km a Leste) prendeu em flagrante uma mulher acusada de participar de uma tentativa de latrocínio contra um casal de idosos. A suspeita, Vânia Lemes de Alcântara, 25, foi detido poucos minutos após praticar o crime


A tentativa de roubo seguido de morte ocorreu na tarde de quinta-feira (20), no estabelecimento comercial das vítimas, uma oficina de eletrodomésticos, no bairro Vila Aurora. Logo após o crime, a equipe do Garra da Delegacia Regional de Barra do Garças recebeu informações de que uma mulher e uma travesti eram as autoras da tentativa de latrocínio.

Segundo as informações colhidas, as suspeitas utilizaram facas encontradas dentro do estabelecimento comercial para praticar o roubo. Uma das vítimas ficou com a mão ferida, ao tentar se proteger sua vida de um golpe de faca. Em seguida, a travesti teria utilizado um pedaço de vidro para cortar o pescoço da vítima.

Com base nas características pessoais das suspeitas, passadas por testemunhas, a equipe de policiais do Garra conseguiu localizar a suspeita Vânia, que foi reconhecida pelas vítimas como uma das envolvidas no roubo. Diante da situação, a suspeita foi conduzida a 1ª Delegacia de Barra do Garças, onde foi autuada em flagrante por tentativa de latrocínio.

Leia mais:  Polícia Civil alerta para ação de falso “curandeiro” que ameaça crianças e adolescentes na Capital e Interior

As diligências estão em andamento para localizar a travesti envolvida no crime.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Polícia Civil prende suspeito de integrar organização criminosa envolvida em arrombamentos de caixas eletrônicos

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Em operação realizada nesta quarta-feira (20.02) em Várzea Grande, a Delegacia Especializada de Entorpecentes (DRE) com apoio da Gerência de Operações Especiais (GOE) prendeu em flagrante, Alexandre Carvalho de Souza, 32, o “Bigode”, suspeito de integrar uma organização criminosa envolvida em furtos de caixas eletrônicos.


Alexandre possui várias passagens por roubos e uma condenação por homicídio e foi autuado em flagrante por posse ilegal de munições. Além da autuação, as investigações contra o suspeito continuam para apurar o envolvimento dele com o crime organizado.

A prisão do suspeito ocorreu durante cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar, no bairro Alameda em Várzea Grande, decretado com base em investigações da DRE.

Durante as buscas na residência do investigado foi apreendida uma munição calibre 38, que estava escondida em cima do armário da cozinha além de vários instrumentos e equipamentos utilizados para arrombamento de caixas eletrônicos.

Segundo o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira as investigações contra o suspeito continuam junto a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) por se tratar de membro de organização criminosa.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil pede prisão de homem que matou cliente em bar por conta de farol alto
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana