conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Política MT

Polícia Civil de Sorriso recebe fuzis 556 para reforçar ações de combate à criminalidade

Publicado


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Capaz de atingir com precisão um alvo a até 600 metros de distância, o fuzil 556 se tornou um importante aliado nas ações de enfrentamento ao crime organizado. Outra vantagem está relacionada à resistência do armamento, projetado para ser utilizado em condições hostis como operações de buscas e apreensões em regiões de mata. Foi com base nesses requisitos que a Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (SESP/MT) investiu R$ 357 mil na aquisição de 39 fuzis CALIBRE 556 para fortalecer as atividades operacionais da Polícia Judiciária Civil.

Parte dos equipamentos, foi adquirido por meio de emendas parlamentares destinadas pelos deputados estaduais Xuxu Dal Molin (PSC) e Valdir Moretto (Republicanos) que participaram nesta terça-feira (29) do ato de entrega do armamento, em Cuiabá.

“As organizações criminosas evoluem rapidamente. Diante disto, é indispensável que o Estado ofereça condições para que nossas forças de segurança deem uma resposta à altura e a melhor maneira de fazer isso é equipando nossos policiais com o que existe de melhor no mercado bélico”, avalia Dal Molin.

O deputado aproveitou a oportunidade para defender a implementação de políticas públicas no sistema prisional do estado. Uma das propostas é a expansão de vagas de trabalho para que as pessoas privadas de liberdade auxiliem no custeio do sistema.

“Na semana passada estive na Casa de Liberdade [Lucas do Rio Verde] fazendo a doação de ferramentas para os adolescentes em conflito com a lei. Hoje estamos aqui acompanhando a entrega de fuzis para a Polícia Civil. Desta forma estamos trabalhando na repreensão e também na prevenção de práticas delituosos”, pondera.

Ainda de acordo com o deputado, dos 39 fuzis adquiridos, 4 deles serão destinados para a Delegacia da Polícia Civil de Sorriso e um para o município vizinho de Lucas do Rio Verde.

“O número de roubos a propriedades rurais cresceu assustadoramente na região norte do estado. Daí a necessidade de priorizarmos o reforço no armamento dos policiais que atuam nessa região”, complementa Dal Molin.

Além dos fuzis, a corporação também recebeu 25 carabinas modelo IA2, como parte extra legado da Força Nacional de Segurança.

“As cobranças são muitas, assim como os riscos que enfrentamos diariamente em nossa profissão. E o que o mundo está passando é inevitável e para fazer frente a essas mudanças, os investimentos em ferramentas tecnológicas são fundamentais, passando, é claro, pela aquisição de produtos de qualidade e eficiência para o trabalho de nossos policiais”, afirmou o delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval. 

Segundo o gestor, os policiais civis das regionais serão capacitados nesta semana pela Academia de Polícia Civil (Acadepol) e pela Gerência de Operações Especiais (GOE) para operar os novos armamentos.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook

Política

Para quem ignora vacina, Governador avisa. “Uma hora pode dar m…”

Publicado

O governador Mauro Mendes (União Brasil) criticou parte da população que não completou o esquema vacinal contra a Covid-19. Para ele, a insistência negacionista pode “dar merda” para as pessoas, levando-as à internação e até mesmo à morte.

Segundo levantamento feito pela Secretária de Estado de Saúde e divulgado na terça-feira (28), dos 101 pacientes que estão internados pela Covid-19, em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de Mato Grosso, 91% não completaram o esquema de vacinação.

“Essas pessoas fizeram a opção de correr risco. Se você corre o risco, uma hora dá merda. E deu merda para essas pessoas, e pode dar a todas aquelas que continuarem insistindo nessa bobagem de não querer tomar vacina”, disse o governador à imprensa.

CÍNTIA BORGES E VITÓRIA GOMES
Mídia News

Continue lendo

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana