conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil de Primavera do Leste e PRF apreendem 501 quilos de maconha em Mato Grosso do Sul

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Mais de meia tonelada de maconha foram apreendidas na cidade de São Gabriel do Oeste, Mato Grosso do Sul, nesta segunda-feira (10), em investigações realizadas pelo Núcleo de Inteligência da Regional de Primavera do Leste (231 km ao Sul), com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

A droga (501 kg de maconha) era transportada em um veículo HB 20,  que foi interceptado no município São Gabriel do Oeste (MS), pela  PRF), em apoio à investigação da Polícia Civil de Mato Grosso. 

Na ação, um casal foi preso e um terceiro conseguiu fugir no momento da abordagem da PRF.  Segundo a delegada da Derf de Primavera, Anamaria Machado, os policiais investigam um traficante que negocia droga adquirida em Mato Grosso do Sul, para distribuição em Cuiabá e região de Primavera do Leste.

“Havia informações do local onde estaria transportando a droga e foi feita abordagem pela PRF. Houve fuga no momento da abordagem, mas os policiais conseguiram prender um homem e uma mulher, que ainda vamos receber a qualificação. Um terceiro está foragido”, disse.  

Em 2018, a Polícia Civil de Primavera do Leste apreendeu 1 tonelada de maconha, além de pasta base e cocaína, em trabalhos desenvolvidos na região e também ações integradas com as Polícias Federal e Rodoviária Federal, na interceptação de cargas que saíram de outros estados.

 As estatísticas de apreensões ainda estão sendo finalizadas.

Comentários Facebook

Polícia

Polícia Civil apura mortes ocorridas em casa onde funcionava ponto de venda de drogas

Publicado

por

Assessoria/PJC-MT

Equipe da Polícia Judiciária Civil de Nobres, coordenada pelo delegado Henrique Trevisan, está trabalhando desde a noite desta quarta-feira (19.02) para apurar os cinco homicídios ocorridos em uma casa no bairro Cohab Pôr do Sol, no município.

Cinco rapazes, com idades entre 17 e 24 anos, e todos com passagens criminais, foram mortos a tiros durante a noite de quarta-feira. Três deles foram localizados do lado de fora da residência, e dois dentro da casa, sendo que alguns ainda apresentavam sinais vitais quando a Polícia Militar chegou ao local. Foram socorridos ao hospital da cidade, mas não resistiram aos ferimentos. Moradores do bairro acionaram a Polícia Militar após ouvir diversos disparos vindos de uma das casas.

A Polícia Civil iniciou as diligências de imediato e de acordo com o delegado Henrique Trevisan, os homicídios desta quarta-feira tem ligação com outra morte registrada no mês de janeiro, quando o corpo de um homem foi localizado na Estrada do Pindura, zona rural de Nobres. A vítima desse crime, posteriormente identificada como Clayton Nunes da Silva, morador do município de Nova Mutum, foi atingida com disparos de uma espingarda calibre 12. Essa morte foi esclarecida e quatro pessoas suspeitas do crime foram identificadas e tiveram as prisões representadas pela Polícia Civil, sendo que duas estão presas. Com base nos elementos colhidos durante as investigações, o delegado constatou que o crime foi motivado por uma rixa entre dois grupos criminosos.

Entre as linhas de investigação da Polícia Civil para as mortes ocorridas na noite desta quarta-feira, em Nobres, está a possibilidade de represália de um grupo criminoso pelo homicídio cometido contra Clayton Nunes.

A casa onde ocorreram as mortes foi identificada pela Polícia Civil como um ponto de venda de drogas, sendo apreendidas no local porções de entorpecentes e materiais para embalagem dos ilícitos.

As diligências continuam para identificar os responsáveis pelas mortes. Conforme o delegado, há a possibilidade de que os crimes tenham sido cometidos por, pelo menos, três pessoas. A polícia apura ainda que havia uma sexta pessoa na casa que, ao que tudo indica, conseguiu fugir, e é apontado como dono da boca de fumo.

Os corpos dos cinco rapazes foram encaminhados para exames de necropsia no Instituto Médico Legal de Cuiabá.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Alunos de projeto social em Cuiabá recebem apoio da Polícia Civil

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Mais de 60 crianças e adolescentes da região do bairro Osmar Cabral, em Cuiabá, participaram nesta quarta-feira (19.02) das ações sociais da Polícia Judiciária Civil, desenvolvidas pelos projetos da Coordenadoria de Polícia Comunitária.

Alunos do projeto “Karatê-do” foram presenteados pela Polícia Comunitária com kits contendo uma garrafa de alumínio com a logomarca dos projetos sociais da Polícia Civil e uma bolsa personalizada com o brasão da instituição.

O projeto “Karatê-do” é realizado no bairro Osmar Cabral e tem apoio de voluntários e comerciantes da região. A ação visa promover de forma contínua as aulas de karatê, aulas de violão, entre outras atividades como palestras abordando temas variados.

O professor de artes marciais, Marcivon Nunes, pontua que a Polícia tem sido grande parceira, oportunizando encontros com os policiais que através de apresentação e palestras, permitem aos alunos a compreensão em fazer boas escolhas sem a influência negativa das drogas.

“Os alunos do karatê utilizam as camisetas dos projetos sociais como um uniforme para frequentarem as aulas”, conta o professor.

Conforme o coordenador da de Polícia Comunitária, Ademar Torres, os projetos sociais seguem os protocolos a fim de garantir que os participantes das ações (alunos, professores, aos pais e/ou responsáveis), compreendam sobre a importância da prevenção da violência, como o bullying, assim como o uso indevido de drogas lícitas e ilícitas, buscando engajamento nas atividades preventivas com base na filosofia da responsabilidade compartilhada.

“Nossa intenção é ampliar as atividades de prevenção, por meio do apoio a projetos comunitários que promovam a educação e bem-estar dos jovens”, destacou o policial.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana