conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil cumpre prisões de suspeitos por homicídio e roubos

Publicado

Assessoria | PJC-MT         

Quatro mandados de prisão contra suspeitos de crimes como homicídio, roubo e furto ocorridos em Guarantã do Norte (715 km ao norte de Cuiabá), foram cumpridos pela Polícia Civil do município, durante a Operação “Higia” deflagrada na tarde de segunda-feira (23.03). Além dos quatro criminosos presos, a ação resultou na recuperação de um aparelho celular roubado. 

O primeiro homem preso é um suspeito de integrar uma associação criminosa responsável por vários roubos cometidos na cidade nos meses de janeiro e fevereiro deste ano.

O segundo preso é um investigado pela prática de furto e tem diversas passagens criminais. Segundo apuração, somente no dia 16 de fevereiro, ele cometeu quatro furtos, em diferentes estabelecimentos comerciais de Guarantã do Norte.

Já os outros dois presos tiveram as prisões preventivas cumpridas com base no inquérito instaurado pela Polícia Civil para esclarecer um homicídio ocorrido no dia 5 de março, no bairro Maranata.  

De acordo com o delegado de Guarantã do Norte, Waner dos Santos Neves, a operação “Higia” tem como principal objetivo combater crimes contra a vida e contra o patrimônio. Os autores são suspeitos contumazes na prática dos delitos e colocam em risco a ordem pública.

“No momento atual é extremamente importante que tais suspeitos fiquem detidos,  já que podem trazer risco ao patrimônio e à vida alheia. É fundamental as prisões realizadas pelos policiais civis para diminuir a sensação de insegurança, coibir a prática de crimes e garantir a paz social”, destacou Waner Neves.

Combate ao coronavírus

O delegado pontuou ainda a colaboração da população para o atual momento, em que todos estão empenhados para que o coronavírus não se propague ainda mais. “É necessária e fundamental a colaboração de toda população para as restrições de funcionamento do comércio e outras recomendações impostas pelo Poder Público no combate à proliferação do coronavírus (Covid-19). A Polícia Civil de Guarantã do Norte se compromete com a população de não parar e continuará exercendo seu papel no combate à criminalidade”, reforçou Waner Neves.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Polícia

Homem envolvido em roubo de caminhonete em Mirassol D’Oeste é preso em Cáceres

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Um dos envolvidos no roubo de uma caminhonete ocorrido no município de Mirassol D’Oeste (300 km a Oeste) foi preso em flagrante, na quarta-feira (01.04), em ação da Polícia Civil com apoio da Polícia Militar, realizada poucas horas após o crime. O veículo roubado por um grupo de criminosos tinha como destino a Bolívia.

O roubo aconteceu no início da manhã, quando ao abrir sua oficina, a vítima foi surpreendida por três homens armados em um veículo Volkswagem Gol vermelho, que anunciaram o assalto. Os suspeitos, foram extremamente agressivos, derrubaram a vítima no chão, a amarraram e pegaram as chaves de uma caminhonete Toyota Hilux, de um caminhão, além de um relógio que estava em cima da mesa.

Em seguida, os criminosos seguiram com a vítima até a cidade de Porto Esperidião, onde ficaram aguardando uma outra pessoa que pilotaria a caminhonete até a Bolívia. A vítima ficou aproximadamente uma hora com os suspeitos e posteriormente foi solta na região conhecida como Laranjal.

Assim que recebeu a notícia do roubo, os policiais de Mirassol D’Oeste iniciaram as diligências conseguindo identificar o proprietário do veículo Gol, utilizado na ação criminosa. O suspeito que tem passagens anteriores e é monitorado por tornozeleira eletrônica foi preso em flagrante com apoio da Polícia Militar, no município de Cáceres em posse do veículo.

Diante das evidências o suspeito foi conduzido a delegacia, onde após ser interrogado pelo delegado Alexandre da Silva Nazareth foi autuado em flagrante pelo crime de roubo majorado. As investigações estão em andamento para identificar e prender os demais envolvidos no roubo assim como recuperar o veículo subtraído na ação criminosa.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Segunda fase de operação prende nove pessoas, apreende armas e recupera defensivos roubados

Publicado

por

Assessoria/Polícia Civil-MT

Nove pessoas que integram uma organização criminosa especializada em crimes de roubos de defensivos agrícolas, na região norte do estado, foram presas pela Polícia Civil nesta quarta-feira (01.04) durante a segunda fase da Operação Fim da Linha. As prisões foram realizadas nos municípios de Vera (460 km ao norte de Cuiabá) e em Sorriso. Três veículos foram aprendidos, sendo um deles carregado com caixas e galões de defensivos.

Coordenada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil, a segunda fase da operação foi deflagrada para apurar ação do grupo criminoso na região norte do estado. Equipes da GCCO, coordenadas pelo delegado Frederico Murta, identificaram uma área de chácaras, entre Sinop e Sorriso, utilizada para armazenar defensivos agrícolas supostamente roubados.

Os policiais também identificaram um caminhão tipo baú, cor branca, foi até a chácara para retirar o produto do roubo e era escoltado por outros dois veículos, que depois seguiram sentido à cidade de Vera.  

A operação contou com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) da base em Sorriso e de policiais civis e militares de Lucas do Rio Verde e de Vera.

O Ciopaer deu apoio aéreo junto com a PM na abordagem aos veículos, que foram interceptados próximos a um posto de combustível de Vera.

O motorista do caminhão informou aos policiais que a carga do caminhão seria entregue a outra pessoa no posto de combustível. Em buscas na chácara, os policiais localizaram duas armas de fogo, uma delas com a numeração raspada.

Outras prisões

Durante a noite desta quarta-feira, policiais militares de Sorriso fizeram a abordagem a uma caminhonete modelo Ranger, cor prata, onde estavam três pessoas. No veículo foram encontradas  armas de fogo de grosso calibre, além de camisetas com o brasão da Polícia Civil do estado do Rio Grande do Sul, que eram utilizadas para ludibriar as vítimas nas abordagens.

Uma das pessoas detidas é mulher de um dos integrantes da organização criminosa preso também nesta quarta-feira, em Vera.  

Todas as pessoas presas foram encaminhadas à delegacia da Polícia Civil em Sorriso e ouvidas pelo delegado responsável. Os nove presos foram autuaados por integrar organização criminosa, receptação e posse e porte ilegal de arma de fogo. 

Fim da Linha

A operação Fim da Linha foi deflagrada em novembro do ano passado pela GCCO para investigar diversos roubos de defensivos agrícolas ocorridos em propriedades da região Norte. Na ocasião da primeira fase da operação foram recuperados mais de R$ 2 milhões em defensivos agrícolas e cumpridas 16 ordens judiciais, entre mandados de prisão e busca e apreensão, em seis cidades de Mato Grosso. Doze pessoas foram presas, sendo seis delas identificadas nas investigações como integrantes do grupo criminoso, e outras seis em flagrante por crimes de posse ilegal de arma de fogo, munições e receptação de defensivos agrícolas e veículos roubados.

As investigações começaram há um ano e foram identificados os oito principais integrantes do grupo criminoso, responsável por pelo menos 11 roubos realizados no período de um ano.

A GCCO conseguiu mapear e identificar 11 fazendas em diversos municípios de Mato Grosso que foram vítimas do mesmo grupo criminoso. De acordo com o delegado, Frederico Murta, que conduziu as investigações, em todos os fatos investigados os criminosos atuavam sempre da mesma maneira.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana