conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Polícia

Polícia Civil cumpre oito mandados em operação contra organização criminosa envolvida em roubo em Juína

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Oito ordens judiciais, sendo cinco mandados de prisão preventiva e três de busca e apreensão, foram cumpridos na Operação Debitum deflagrada pela Polícia Civil, na segunda-feira (06.12), para desarticular uma organização criminosa envolvida em roubos em Juína (735 km a noroeste de Cuiabá).

Os alvos, sendo três homens, duas mulheres e um adolescente, tiveram o envolvimento identificado em um roubo ocorrido no dia 31 de agosto, na zona rural do município em que os suspeitos invadiram uma propriedade e agiram com extrema violência contra as vítimas. Os assaltantes em posse de armas de fogo renderam o casal de proprietários, que teve a liberdade restringida, além de serem agredidos fisicamente e ameaçados de morte durante toda a execução do roubo.

Logo que a Polícia Civil foi acionada dos fatos, a equipe da Delegacia de Juína iniciou as diligências para colher elementos que levassem a identificação dos autores do crime. Em uma semana de investigação os envolvidos no roubo foram identificados, tendo cada um deles uma conduta específica na consumação do crime.

Uma das mulheres envolvidas no crime foi identificada como líder de uma facção criminosa atuante nas regiões de Alta Floresta e Juína e seria a responsável por fornecer as armas de fogo utilizadas no roubo. Segundo as investigações, o crime foi planejado com o objetivo de “quitar” uma dívida de drogas que um dos assaltantes tinha com a líder da facção.

Outros envolvidos também tiveram funções específicas como conseguir informações sobre a propriedade em que o roubo seria executado, com o objetivo de conduzir os assaltantes até o local e indicar o melhor momento para entrada na residência.

A outra mulher ficou responsável por buscar as armas e reunir o grupo antes da empreitada criminosa e o seu convivente foi um dos executores do roubo.

Diante dos elementos apurados durante as investigações, o delegado regional Marco Bortolotto Remuzzi representou pelas ordens judiciais de prisão e busca e apreensão que por se tratar de crime organizado, foram decretadas pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá e cumpridas na segunda-feira (06) com a deflagração da operação.

Dois dos suspeitos envolvidos na estavam presos por envolvimento em outros crimes e tiveram o mandado de prisão cumprido dentro da unidade prisional. “Foi um crime de grande repercussão na cidade por ter sido empregado grande violência contra as vítimas e que foi esclarecido pela Polícia Civil graças ao empenho dos investigadores e escrivães desta unidade, que não mediram esforços para identificar a autoria dos envolvidos”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Polícia

Em ação rápida, Polícia Civil recupera motocicleta furtada em Barra do Garças

Publicado

por


Assessoria/Polícia Civil-MT

Em menos de 24 horas, a Polícia Civil por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) recuperou uma motocicleta furtada, na tarde de quarta-feira (26.01), no município.

As investigações iniciaram no início da manhã desta quinta-feira (27), quando a vítima procurou a Derf, informando que recebeu uma mensagem que a sua motocicleta estava em uma conhecida oficina da cidade.

Com base nas informações, a equipe de policiais da Derf foi até o local onde conseguiu localizar a motocicleta, que foi apreendida e restituída a vítima.

Segundo os delegados da Derf Barra do Garças, Nelder Martins Pereira e Joaquim Leitão Junior, as investigações estão em andamento e já há indícios da autoria do furto. As diligências continuam para finalizar a apuração dos fatos e identificar os envolvidos no crime.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Polícia

Principal envolvido em homicídio bárbaro em Lucas do Rio Verde é preso pela Polícia Civil

Publicado

por


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

O principal suspeito do homicídio e ocultação do cadáver de Gediano Aparecido da Silva, 19 anos, foi preso pela Polícia Civil em Lucas do Rio Verde, após diversas diligências para esclarecer o crime que chocou a população da cidade.

Na manhã de quarta-feira (26), parte do corpo da vítima foi encontrada dentro de um saco de lixo, jogado em um contêiner de lixo, na Avenida Goiás. Familiares da vítima acionaram a Polícia Militar, que encontrou a cabeça degolada.

Durante as diligências para esclarecer o crime, as equipes policiais avistaram rastros de sangue às margens do rio Piranhas, a 15 quilômetros da cidade. Em vistoria nas proximidades do rio, militares avistaram o corpo decapitado e submerso na água. As equipes da Polícia Civil, Politec e Corpo de Bombeiros foram ao local para coletar as evidências e retirar o corpo do rio.

Na sequência da investigação, a Delegacia de Lucas do Rio Verde conseguiu apurar o modelo e características do veículo utilizado para cometer o crime, como também o principal envolvido no homicídio, de 21 anos. Ele foi preso no final da noite de quarta-feira e com ele encontrado o Gol e uma arma que provavelmente foi usada para cometer o crime. No veículo foram encontrados vestígios de sangue humano e passará por perícia da Politec.

O delegado responsável pela investigação, Marcello Henrique Maidame, destaca que todas as forças de segurança estão empenhadas para esclarecer e dar a resposta necessária aos delitos ocorridos a mando de uma facção criminosa, a exemplo do homicídio ocorrido. “Todos os policiais de Lucas do Rio Verde se empenharam nas diligências para esclarecer esse homicídio que chocou a cidade pela forma bárbara. A investigação continua para chegar aos demais envolvidos no crime, que já estão identificados”, reforçou o delegado.

O suspeito foi autuado pelo homicídio qualificado e também identificado como autor de um segundo crime, uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 24 de janeiro, contra um adolescente, no bairro Rio Verde.

O comandante da PM em Lucas do Rio Verde, tenente-coronel Paulo Secchi, ressaltou o trabalho integrado das forças de segurança em dar respostas à sociedade diante dos crimes ocorridos.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana