conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil cumpre 6 prisões preventivas contra autores de roubos em Várzea Grande

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Seis mandados de prisão preventiva contra criminosos envolvidos em roubos majorados  foram cumpridos pela Polícia Civil, em ação deflagrada nesta sexta-feira (19.07), pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG). O trabalho resultou na desarticulação de uma associação criminosa especializada, cujos integrantes tiveram as ordens de prisão decretadas pela Justiça com base em investigações da delegacia.

Entre os presos estão, Charles Júnior Almeida da Silva, João Guilherme de Souza Alvez e Alys Roberto Lima da Silva, identificados como autores do um roubo majorado ocorrido no dia 27 de junho, em uma residência no bairro Jardim Itororó.

Na ocasião, os criminosos permaneceram nas imediações da residência, monitorando o local, esperando o momento em que a vítima chegou em casa com o seu filho. Enquanto o portão abria, dois criminosos (João Guilherme e um menor de idade) em posse de arma de fogo, renderam a vítima e invadiram a residência.

Do lado de fora da casa, os outros dois suspeitos (Charles Junior e Alys Roberto) davam cobertura interceptando a frequência da Polícia Militar, utilizando um rádio HT. No assalto, os criminosos subtraíram uma televisão LCD, um video-game Playstation, aparelhos celulares, entre outros produtos.

De acordo com a delegada da Derf-VG, Elaine Fernandes da Silva, os suspeitos integram uma associação criminosa extremamente violenta, que costuma recrutar adolescentes para a prática de roubos. “Além da grave ameaça com emprego de arma de fogo, os integrantes da quadrilha costumam agredir fisicamente as vítimas com socos e chutes”, disse.

Leia mais:  Menores de 13 e 15 anos são apreendidos e três jovens presos, com seis tabletes de maconha em Barra

Segundo as investigações, Charles Júnior e Alys Roberto coordenavam as ações criminosas e procuram ficar do lado de fora dos locais que seriam roubados para não serem reconhecidos pelas vítimas. O suspeito, João Guilherme junto a um adolescente eram os responsáveis por invadir os alvos e atuar na linha de frente dos assaltos.


Durante os trabalhos, também foi constatado que Alys o trabalhava como motorista de aplicativo, porém a ocupação servia apenas de “fachada”, uma vez que ele utilizava o veículo para as práticas criminosas.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Polícia

Assaltante de banco procurado em três estados tem prisão cumprida

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Um dos maiores assaltantes de banco, na modalidade “Sapatinho”, teve o mandado de prisão cumprido, na terça-feira (10.12), em trabalho realizado por Força Tarefa de três estados: Delegacia Especializada de Polinter e Capturas, Delegacia Regional de Confresa, da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, Polícia Civil de Tocantins e Polícia Militar do Pará.

O suspeito, Valdivino Pinheiro Junior, possui extensa ficha criminal nos estados de Tocantins e Pará, principais locais onde atua, sendo um dos assaltantes mais procurado nas regiões.

Segundo as investigações, o suspeito também foi responsável pelo roubo na modalidade “sapatinho”, ocorrido no último dia 26 de outubro, no município de Confresa. Na ocasião, ele e seus comparsas fizeram a família do gerente refém para subtrair valores da agência bancária. As vítimas foram liberadas logo após a consumação do roubo.


Com base na troca de informações entre as forças de segurança, o procurado foi localizado e preso em uma residência no município de Xinguara (PA). De acordo com as apurações, o suspeito passava a noite em residência diversa da que morava, que era utilizada como ponto de apoio para não ser preso.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil recupera veiculo tomado de assalto em bairro
Continue lendo

Polícia

Polícia Civil prende 6 integrantes de facção atuante com tráfico de drogas em Confresa

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Seis integrantes de uma facção criminosa atuante em Confresa (1.160 km a Nordeste de Cuiabá) foram presos pela Polícia Judiciária Civil do município, na terça-feira (10.12). A ação resultou também na apreensão de drogas, dinheiro e três motocicletas produtos de roubo/furto.

Lindondion Barbosa de Oliveira, 32, conhecido como “Capitão”, Thiago Eduardo Sokolowski, conhecido como “Soko”, Daniel Lima da Silva, 23, Wanderson Tavares da Silva, 18, conhecido como “Metralha”, João Paulo Almeida Silva, 20, conhecido “Mosquito”, Glebson dos Santos Costa, 24, conhecido como “Doda”, foram presos em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação qualificada.

Os policiais civis realizavam diligências investigativas quando avistaram no quintal de uma casa no bairro Jardim Planalto, uma moto Honda Pop com registro de furto. Diante dos fatos, a residência passou a ser monitorada.

Após certo tempo de vigilância os investigadores perceberam movimentação estranha no endereço. Ato contínuom foi feita aproximação e abordagem de dois indivíduos, Lindondion Barbosa de Oliveira e Glebson dos Santos Costa, sendo que o segundo informou ser o proprietário da moto Honda Pop.

No imóvel, foram apreendidas dentro de um tênis várias porções de drogas, entre maconha e cocaína, mais de R$ 1,3 mil em dinheiro trocado, e outra motocicleta que estava escondida no interior de um dos cômodos. Camuflado no telhado, também foram localizadas mais trouxas de substâncias entorpecentes além de uma balança de precisão.

Leia mais:  Menores de 13 e 15 anos são apreendidos e três jovens presos, com seis tabletes de maconha em Barra

No momento em que os policiais civis realizavam buscas, outros dois suspeitos chegaram no local, sendo Wanderson Tavares da Silva e Thiago Eduardo Sokolowski, ambos integrantes do grupo criminoso.

Em seguida, a equipe deslocou-se para onde endereço apontado pelos suspeitos, onde mais dois envolvidos foram localizados, João Paulo Almeida Silva e Daniel Lima da Silva. Com eles os policiais civis apreenderam vários produtos roubados como um videogame Play Station PS4, um relógio, uma balança de precisão, e mais de R$ 900,00 em dinheiro.

Diante do flagrante, os seis suspeitos foram conduzidos para Delegacia de Polícia de Confresa, interrogados e autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação qualificada.


Após a confecção dos autos os presos foram encaminhados para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, ficando à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana