conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Polícia

Polícia Civil cumpre 42 mandados contra grupo envolvido com tráfico de drogas e comércio de armas no noroeste de MT

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Quarenta e dois mandados judiciais, sendo 19 de prisão preventiva e 23 de busca e apreensão, foram cumpridos pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (07.12), na operação Sparsum, deflagrada para desarticular uma associação criminosa envolvida com crimes de tráfico de drogas e comércio de armas nos municípios de Juína e Aripuanã (735 km e 1.002 km a noroeste de Cuiabá). 

No total, 18 pessoas foram presas, três flagrantes foram lavrados, além da apreensão de armas de fogo, munições, drogas, dinheiro e apetrechos relacionados ao tráfico. As ordens judiciais foram cumpridas nas cidades de Aripuanã, Tangará da Serra, Rondonópolis, Alta Floresta e Juína.

A operação foi deflagrada com base nas investigações da Delegacia de Aripuanã que identificaram suspeitos de praticarem uma série de ações criminosas na região noroeste do estado, como o fornecimento, distribuição e venda drogas, armas de fogo e munições, atuando no narcotráfico em Aripuanã, região e na Vila do Garimpo

As investigações apontaram que os suspeitos faziam parte de uma rede criminosa responsável por uma intensa atividade criminosa envolvendo a prática de crimes de tráfico de drogas, associação para tráfico de drogas e comercialização ilegal de armas de fogos, estando a organização dividida em três grupos (Núcleo de fornecimento; Núcleo de distribuição e Núcleo de varejo/outros).

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Philipe de Paula da Silva Pinho, os suspeitos se organizavam de modo a preencher os três setores da comercialização de entorpecentes e, agindo dessa maneira, coletivamente, mas sem hierarquização e centralização de atividades, conseguindo se manter ao largo das investigações policiais.

“A atuação descentralizada e rotativa permitiria uma rápida e eficiente troca de parcerias e atividades criminosas entre os agentes, que todavia, foram identificados pelos mencionados núcleos principais de suas atuações”, disse o delegado.

Além da atuação centrada no tráfico de drogas, o grupo praticava crimes de outras naturezas graves, desde comércio de armas até ameaças e aparentes ações violentas, com uso de arma de fogo, aos usuários que adquiriam entorpecentes e não pagavam.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Polícia

Em ação rápida, Polícia Civil recupera motocicleta furtada em Barra do Garças

Publicado

por


Assessoria/Polícia Civil-MT

Em menos de 24 horas, a Polícia Civil por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) recuperou uma motocicleta furtada, na tarde de quarta-feira (26.01), no município.

As investigações iniciaram no início da manhã desta quinta-feira (27), quando a vítima procurou a Derf, informando que recebeu uma mensagem que a sua motocicleta estava em uma conhecida oficina da cidade.

Com base nas informações, a equipe de policiais da Derf foi até o local onde conseguiu localizar a motocicleta, que foi apreendida e restituída a vítima.

Segundo os delegados da Derf Barra do Garças, Nelder Martins Pereira e Joaquim Leitão Junior, as investigações estão em andamento e já há indícios da autoria do furto. As diligências continuam para finalizar a apuração dos fatos e identificar os envolvidos no crime.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Polícia

Principal envolvido em homicídio bárbaro em Lucas do Rio Verde é preso pela Polícia Civil

Publicado

por


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

O principal suspeito do homicídio e ocultação do cadáver de Gediano Aparecido da Silva, 19 anos, foi preso pela Polícia Civil em Lucas do Rio Verde, após diversas diligências para esclarecer o crime que chocou a população da cidade.

Na manhã de quarta-feira (26), parte do corpo da vítima foi encontrada dentro de um saco de lixo, jogado em um contêiner de lixo, na Avenida Goiás. Familiares da vítima acionaram a Polícia Militar, que encontrou a cabeça degolada.

Durante as diligências para esclarecer o crime, as equipes policiais avistaram rastros de sangue às margens do rio Piranhas, a 15 quilômetros da cidade. Em vistoria nas proximidades do rio, militares avistaram o corpo decapitado e submerso na água. As equipes da Polícia Civil, Politec e Corpo de Bombeiros foram ao local para coletar as evidências e retirar o corpo do rio.

Na sequência da investigação, a Delegacia de Lucas do Rio Verde conseguiu apurar o modelo e características do veículo utilizado para cometer o crime, como também o principal envolvido no homicídio, de 21 anos. Ele foi preso no final da noite de quarta-feira e com ele encontrado o Gol e uma arma que provavelmente foi usada para cometer o crime. No veículo foram encontrados vestígios de sangue humano e passará por perícia da Politec.

O delegado responsável pela investigação, Marcello Henrique Maidame, destaca que todas as forças de segurança estão empenhadas para esclarecer e dar a resposta necessária aos delitos ocorridos a mando de uma facção criminosa, a exemplo do homicídio ocorrido. “Todos os policiais de Lucas do Rio Verde se empenharam nas diligências para esclarecer esse homicídio que chocou a cidade pela forma bárbara. A investigação continua para chegar aos demais envolvidos no crime, que já estão identificados”, reforçou o delegado.

O suspeito foi autuado pelo homicídio qualificado e também identificado como autor de um segundo crime, uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 24 de janeiro, contra um adolescente, no bairro Rio Verde.

O comandante da PM em Lucas do Rio Verde, tenente-coronel Paulo Secchi, ressaltou o trabalho integrado das forças de segurança em dar respostas à sociedade diante dos crimes ocorridos.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana